MEI pode abrir franquia? Conheça 6 vantagens

Tempo de leitura: 4 minutos
MEI pode abrir franquia?

Resumo:
Neste artigo, vamos explicar se o MEI pode abrir franquia, quais são as vantagens e outras informações relevantes para quem sonha em ser um franqueado.

Compartilhe

Indicado para:

O MEI é uma categoria jurídica criada para formalizar os pequenos negócios e simplificar a vida dos empreendedores. Porém, ainda existem muitas dúvidas sobre as obrigações do microempreendedor individual, sendo que uma das maiores é se o MEI pode abrir franquia ou não. Afinal, a franquia tem se mostrado uma boa opção para quem deseja expandir o negócio sem complicações absurdas. 

Neste texto, vamos explicar se o MEI pode abrir franquia, quais são as vantagens e outras informações relevantes para quem sonha em ser um franqueado.

Quais são as características de uma franquia?

Uma franquia é um modelo de negócio em que uma empresa (a franqueadora) concede a outra pessoa ou empresa (o franqueado) o direito de usar sua marca, produtos e serviços, bem como seu know-how e sistema de operação, em troca de uma taxa inicial e contínuas durante a vigência do contrato.

Em resumo, o setor de franquias é caracterizado por alguns fatores, como:

  • Uso de uma marca: o franqueado tem o direito de usar a marca registrada da franqueadora;
  • Sistema de operação padronizado: a franqueadora fornece um conjunto de padrões operacionais e processos que devem ser seguidos pelo franqueado;
  • Transferência de know-how: a franqueadora compartilha seu conhecimento e experiência para ajudar o franqueado a operar o negócio de forma eficiente;
  • Taxas e royalties: o franqueado paga uma taxa inicial para adquirir a franquia, além de taxas contínuas, como royalties, para continuar usando a marca e os sistemas da franqueadora;
  • Suporte contínuo: a franqueadora oferece suporte contínuo para ajudar o franqueado a operar o negócio, incluindo treinamento, marketing e suporte operacional;
  • Contrato de franquia: existe um contrato legal que estabelece os termos, condições e direitos do franqueado na relação com a franqueadora;
  • Território exclusivo: o franqueado geralmente recebe um território exclusivo onde pode operar a franquia sem concorrência direta de outros franqueados da mesma rede.

Qual a diferença entre franquia e microfranquia?

A principal diferença entre franquia e microfranquia é o tamanho do investimento inicial necessário para adquirir a franquia.

Uma franquia geralmente envolve um investimento inicial significativo, podendo variar de algumas dezenas de milhares a milhões de reais, dependendo do tipo de negócio e da marca em questão. Além disso, as franquias geralmente requerem um espaço físico para a operação do negócio.

Por outro lado, uma microfranquia é uma opção mais acessível, com um investimento inicial mais baixo. Geralmente, para investir em microfranquias, você tem opções de valores a partir de R$2 mil, o que eleva muito as oportunidades. 

As microfranquias são geralmente baseadas em modelos de negócios que podem ser operados em casa ou com um espaço físico mínimo, e geralmente não exigem muitos funcionários.

Além disso, as microfranquias podem ter um faturamento menor do que as franquias convencionais, mas ainda oferecem a oportunidade de empreender em um modelo de negócio comprovado e com o suporte da franqueadora.

Afinal, MEI pode abrir franquia e microfranquia?

Sim, o MEI pode abrir uma franquia ou microfranquia, desde que atenda aos requisitos financeiros e de qualificação exigidos pela franqueadora.

No entanto, é importante lembrar que, para se tornar um franqueado, o MEI não deve ter uma renda anual superior ao limite estabelecido para a categoria, que atualmente é de R$81.000,00. 

Além disso, é necessário verificar se as atividades se enquadram e se a franqueadora aceita MEI como franqueado, já que algumas podem ter requisitos diferentes ou não permitir a participação de MEI em sua rede de franquias.

No caso de microfranquias, a maioria das opções disponíveis no mercado é adequada para o MEI, pois geralmente apresentam investimentos iniciais acessíveis e modelos de negócio flexíveis.

De qualquer forma, é importante que o MEI faça uma análise cuidadosa do investimento, dos custos operacionais, das obrigações e responsabilidades previstas no contrato. Assim, você sabe como escolher uma boa franquia ou microfranquia de forma assertiva. 

É recomendável buscar o apoio de um contador ou consultor especializado em franquias para ajudar na análise de viabilidade do negócio.

Como uma franquia pode ser vantajosa para MEI?

Uma franquia tem suas vantagens para o MEI por diversos motivos, tais como:

  1. Marca reconhecida

Ao abrir franquia, o MEI terá acesso a uma marca já estabelecida no mercado, o que pode ser benéfico para atração de clientes e para a construção de credibilidade.

  1. Modelo de negócio testado e comprovado

As franquias oferecem um modelo de negócios já testado e comprovado, o que reduz o risco de fracasso do negócio.

  1. Suporte da franqueadora

O franqueado recebe suporte da franqueadora em diversas áreas, como marketing, treinamento, gestão e operação do negócio, o que pode ajudar o MEI a se adaptar ao novo modelo de negócio e a ter sucesso no empreendimento.

  1. Acesso a fornecedores e produtos

Como parte da rede de franquias, o MEI pode ter acesso a fornecedores e produtos com preços mais competitivos do que se estivesse atuando sozinho.

  1. Menor risco de inadimplência

Como o modelo de negócio da franquia é baseado em um sistema padronizado, o risco de inadimplência é menor do que em negócios independentes.

  1. Possibilidade de expansão

Caso o MEI obtenha sucesso na franquia, ele pode ter a possibilidade de expandir o negócio para outras unidades, o que pode aumentar sua rentabilidade.

Se você tem mais dúvidas sobre direitos, deveres, benefícios e outros assuntos relacionados ao microempreendedorismo individual, pode explorar nossa Central do MEI

Conte sempre com o SEBRAE/PR para adquirir os melhores conteúdos, serviços e programas destinados a agregar valor, eficiência e qualidade às micro, pequenas e médias empresas, assim como o MEI. 

Talvez você possa gostar:

https://sebraepr.com.br/mei-2023-o-que-muda/

https://sebraepr.com.br/comunidade/artigo/quer-empreender-e-tem-pouco-dinheiro-a-franquia-pode-ser-a-solucao

https://sebraepr.com.br/ebooks/mei-vantagens-e-deveres-2/

https://sebraepr.com.br/videos/franquia-investir-ou-nao/

Este conteúdo foi útil para você?

Compartilhe esse artigo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você possa gostar:

Buscar