Controle de estoque: como fazer com eficiência?

Tempo de leitura: 4 minutos

Compartilhe

Resumo:
Neste artigo, exploraremos os momentos em que uma empresa pode precisar do controle de estoque, a importância dele e algumas das principais estratégias para garantir o sucesso desse processo.

Controle de estoque

O controle de estoque é um aspecto fundamental da gestão de qualquer empresa que trabalha com produtos físicos. Ele envolve a monitorização de todo o processo de entrada e saída de produtos, desde o recebimento até a venda. 

O objetivo principal é garantir que a empresa tenha a quantidade certa de produtos no momento certo, evitando excessos ou falta de itens essenciais para o negócio. Além disso, um controle de estoque bem executado ajuda a reduzir custos e aumentar a eficiência operacional, maximizando os lucros da empresa. 

Neste texto, exploraremos os momentos em que uma empresa pode precisar do controle de estoque, a importância dele e algumas das principais estratégias que podem ser adotadas para garantir o sucesso desse processo.

Em quais momentos uma empresa precisa do controle de estoque?

Uma empresa pode precisar de controle de estoque em diversos momentos, dependendo do tipo de negócio e dos produtos ou materiais que ela trabalha. Algumas das situações mais comuns em que a empresa pode precisar de controle de estoque são:

  • No gerenciamento de estoque de produtos acabados: empresas que produzem ou comercializam produtos físicos precisam gerenciar seu estoque de produtos acabados, ou seja, aqueles que já foram fabricados ou comprados e estão prontos para serem vendidos ou entregues aos clientes.
  • No gerenciamento de estoque de matérias-primas e insumos: empresas que produzem seus próprios produtos precisam gerenciar o estoque de matérias-primas e insumos que são utilizados na fabricação. É importante manter um equilíbrio entre a quantidade de insumos e o ritmo de produção para evitar falta ou excesso de estoque.
  • No gerenciamento de estoque de produtos em consignação: empresas que trabalham com produtos em consignação, ou seja, que são fornecidos por um terceiro e vendidos pela empresa em troca de uma comissão, precisam gerenciar o estoque desses produtos para garantir sua disponibilidade e evitar conflitos com os fornecedores.
  • No gerenciamento de estoque de materiais de escritório e suprimentos: empresas de todos os tipos precisam gerenciar o estoque de materiais de escritório e suprimentos utilizados por seus colaboradores. Isso inclui itens como papel, toners de impressora, canetas, entre outros.
  • No gerenciamento de estoque de peças de reposição e equipamentos: empresas que trabalham com manutenção e reparos de máquinas e equipamentos precisam gerenciar o estoque de peças de reposição e equipamentos utilizados nesses serviços.

Quais são as vantagens de ter um controle de estoque?

Existem várias vantagens de ter um controle de estoque eficiente em uma empresa. Algumas das principais são:

1- Redução de custos

Um controle de estoque adequado evita a compra excessiva de produtos que podem ficar parados no estoque, gerando custos desnecessários de armazenagem, depreciação e obsolescência. Além disso, também ajuda a evitar a falta de produtos que possam prejudicar as vendas e a imagem da empresa.

2- Melhora na gestão financeira

Com um controle de estoque bem estruturado, a empresa tem uma visão clara da quantidade de produtos disponíveis e do valor que eles representam, o que permite uma melhor gestão do capital de giro e dos investimentos em estoque.

3- Aumento da eficiência

O controle de estoque também ajuda a aumentar a eficiência da empresa, uma vez que permite que os processos de compra, armazenagem e venda sejam realizados de forma mais organizada e planejada.

4- Melhora no atendimento ao cliente

Com um controle de estoque eficiente, a empresa consegue garantir a disponibilidade dos produtos mais procurados pelos clientes, evitando a perda de vendas e a insatisfação dos consumidores. Isso faz com que o nível do atendimento ao cliente, e a experiência dele, por consequência, seja elevado.

5- Otimização da produção

O controle de estoque também ajuda a otimizar a produção da empresa, permitindo que os materiais necessários para a fabricação dos produtos estejam disponíveis no momento certo, evitando atrasos na produção e na entrega dos produtos.

Como fazer o controle de estoque com eficiência?

Para fazer o controle de estoque com eficiência, é preciso seguir algumas práticas importantes. Veja a seguir algumas dicas para garantir um controle de estoque eficiente:

– Estabeleça um sistema de gestão de estoque

Utilize um software ou planilha de gestão de estoque, para registrar todas as informações relacionadas ao estoque, como quantidade de produtos, datas de entrada e saída, preços, fornecedores, entre outros.

– Faça o controle de entrada e saída de produtos

Registre todas as entradas e saídas de produtos no sistema de gestão de estoque. É importante ter um processo bem definido para registrar essas informações, seja através de notas fiscais, recibos, etiquetas de código de barras ou outros métodos.

– Estabeleça um controle de estoque mínimo

Defina a quantidade mínima de estoque que deve ser mantida para cada produto e configure alertas no sistema de gestão de estoque para avisar quando o estoque estiver próximo de esgotar.

– Organize o estoque

Organize o estoque de forma a facilitar a contagem e a localização dos produtos. Utilize etiquetas de identificação, prateleiras numeradas, códigos de barras, entre outros recursos para facilitar o gerenciamento do estoque.

– Realize inventários periodicamente

Faça inventários periódicos para verificar se as informações do sistema de gestão de estoque correspondem à realidade. Essa é uma etapa importante para identificar desvios e ajustar o estoque.

– Analise os dados de estoque

Utilize os dados do sistema de gestão de estoque para analisar o desempenho do estoque, identificar oportunidades de melhorias, avaliar a demanda dos produtos e realizar projeções de vendas.

– Aperfeiçoe o processo de compras

Utilize os dados do estoque para aperfeiçoar o processo de compras. Identifique quais produtos têm maior ou menor saída, quais têm margens de lucro mais altas ou baixas, entre outras informações que podem auxiliar na tomada de decisões estratégicas.

Com essas práticas, é possível garantir um controle de estoque eficiente e evitar problemas como falta ou excesso de estoque e perdas financeiras.

Lembre-se que você pode contar sempre com o SEBRAE/PR para adquirir os melhores conteúdos, serviços e programas destinados a agregar valor, eficiência e qualidade às micro, pequenas e médias empresas, assim como o MEI.

Talvez você possa gostar:

https://sebraepr.com.br/ebooks/gestao-de-estoques/

https://sebraepr.com.br/comunidade/artigo/principios-basicos-para-uma-gestao-de-estoque-em-pequenas-empresas

https://sebraepr.com.br/comunidade/artigo/gestao-eficiente-do-varejo-do-planejamento-estrategico-a-precificacao

https://sebraepr.com.br/5-formas-de-melhorar-a-gestao-de-sua-empresa/


Compartilhe

Temáticas do artigo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você possa gostar:

Conheça também

Ou navegue pelos nossos conteúdos gratuítos

Menu

Pesquise em nosso site