Cultura Organizacional: o alicerce do sucesso empresarial

Tempo de leitura: 5 minutos

Compartilhe

Resumo:
Quer saber como a cultura organizacional pode ser o diferencial da sua empresa e impulsionar o sucesso do seu negócio? Confira nosso artigo e aprenda a definir e construir uma cultura forte que engaja colaboradores, aumenta a produtividade e gera resultados.

Saiba como a cultura organizacional pode ajudar a fortalecer sua empresa e alcançar o sucesso

Vamos começar com uma reflexão… Idalberto Chiavenato, renomado escritor na área de Administração de Empresas e Recursos Humanos buscou definir a cultura organizacional.  Ele destaca que investir em uma cultura organizacional forte é fundamental para motivar os funcionários e garantir o sucesso do negócio.

Mas para entender como construir a cultura organizacional do seu negócio, primeiro é preciso compreender o significado desse termo no mundo corporativo. Não há uma definição única, mas sim uma compreensão geral baseada na prática.

Compreendendo a cultura organizacional

A cultura organizacional pode ser definida como o conjunto de crenças, normas, diretrizes e hábitos praticados por uma empresa. Para ser eficaz, precisa ser compreendida e aplicada por todos os funcionários, especialmente pela liderança.

Serve como base para tomada de decisões e comportamentos em todos os setores da empresa, refletindo não só como é vista pelos colaboradores, mas também transmitindo aos públicos externos os valores, missão e propósito da empresa.

A falta de uma cultura organizacional bem estruturada e compreendida pode impactar negativamente diversos aspectos, como alta rotatividade de funcionários, baixa produtividade e falta de credibilidade no mercado.

A cultura organizacional define os comportamentos, crenças e valores da empresa. Por isso, gerenciar os colaboradores corretamente é o primeiro passo para alinhá-los ao propósito da empresa e evitar frustrações que podem levar à desmotivação e baixa produtividade, por exemplo.

Ter uma cultura organizacional bem estruturada resulta em menor rotatividade, maior sucesso na atração de talentos, aumento da produtividade e outros benefícios na gestão de pessoas.

Agora responda: a cultura organizacional da sua empresa  está bem definida? Caso a resposta seja “não” ou  você ache que não é forte o bastante, é hora de começar a considerar quais crenças, comportamentos e valores você gostaria que fossem adotados no dia a dia do seu negócio. Para isso, é essencial entender como ela se forma e como pode ser aplicada na gestão de pessoas.

Como ela se forma?

Iniciar o desenvolvimento de uma cultura organizacional não é simples, especialmente quando a empresa já está operando e ao longo do tempo adquiriu certos comportamentos e valores de forma natural. Portanto, alinhar as expectativas dos gestores com a realidade prática pode ser um desafio.

O foco na construção da cultura organizacional deve ser encontrar um caminho que atenda às expectativas de todos os envolvidos: gestores, colaboradores e clientes. 

Por isso, mais do que simplesmente descrever a cultura da empresa, é necessário compreender o que foi construído ao longo do tempo e como a adaptação pode ser feita para criar algo mais sólido e consistente.

Alguns questionamentos podem auxiliar nesse processo, como: a empresa é flexível ou possui uma estrutura mais rígida? A gestão é centralizada ou descentralizada? A empresa busca apenas lucro ou tem um propósito maior? O trabalho em equipe é valorizado ou há mais ênfase nas conquistas individuais?

Construindo os alicerces

A cultura organizacional de uma empresa inclui a definição da sua missão, valores, propósito e também das normas de conduta que os funcionários devem seguir. Para descrevê-la adequadamente, é fundamental que esses elementos estejam bem definidos para os líderes da empresa.

Entretanto, você deve lembrar que esse conjunto de comportamentos e metas da empresa precisa ser compartilhado com todos os colaboradores, e qualquer falta de alinhamento na compreensão da cultura organizacional pode afetar diretamente os resultados do negócio.

Ter uma descrição clara da cultura organizacional é útil para orientar os novos colaboradores e comunicar-se com o público externo. No entanto, mais importante do que simplesmente descrever a cultura organizacional, é compreendê-la profundamente para garantir que esteja alinhada com a rotina da empresa e com as expectativas dos colaboradores.

Definindo a Missão

O primeiro passo na construção da cultura organizacional é estabelecer a missão da empresa. Essa declaração deve responder por que o negócio existe, ou seja, qual é o propósito fundamental que o motivou a ser criado.

A missão não apenas identifica a empresa, mas também reflete seu propósito como entidade comercial. Cada decisão estratégica tomada pelos gestores deve estar alinhada com essa missão.

Definindo a Visão

Já a visão projeta onde a empresa almeja estar no futuro, delineando os objetivos a longo prazo do negócio. No início de uma empreitada, todo empreendedor tem em mente suas aspirações para o empreendimento.

Portanto, a visão deve traduzir essas aspirações em uma declaração clara e alcançável dentro do prazo determinado pela estratégia empresarial.

Definindo os Valores

Os valores, por sua vez, representam os princípios orientadores que todos os membros da empresa devem seguir. Eles servem como guia para o comportamento dos colaboradores e comunicam ao público externo a identidade corporativa da empresa.

Ao contrário das crenças, que são individuais, os valores devem ser praticados diariamente e guiar as decisões corporativas, contribuindo para a construção de uma credibilidade sólida para a empresa.

É importante ressaltar que a Missão, Visão e Valores não são estáticos. À medida que as empresas evoluem e se adaptam, é natural que esses conceitos sejam atualizados para refletir as mudanças e o progresso do negócio.

Vamos a alguns exemplos para a definição de cultura organizacional ficar mais clara?

A Netflix exemplifica uma cultura empresarial robusta, enfatizando a eficiência dos processos e a adaptabilidade, visando evitar desperdícios. Em seu documento sobre Cultura Netflix, a empresa enfatiza a autonomia dos funcionários para assumir responsabilidades, coordenar suas tarefas e agir com responsabilidade.

Já a Starbucks concentra sua cultura organizacional no bem-estar da comunidade e na preservação ambiental. O dia a dia da empresa reflete sua missão de inspirar e nutrir o espírito humano, um indivíduo de cada vez, por meio de uma xícara de café e contribuindo para o desenvolvimento das comunidades.

Na prática, a cultura organizacional funciona como um guia de conduta para todos os colaboradores, incluindo os líderes de alto escalão. Essa base é fundamental para a identidade da marca, exigindo que todos os profissionais incorporem no dia a dia os princípios valorizados pela empresa. E cá entre nós… a cultura organizacional pode (e deve) ser implementada em empresas de todos os portes.

E lembre-se de que é imprescindível que a cultura organizacional seja um alicerce para as decisões estratégicas do negócio e seja compreendida de forma abrangente por todos os funcionários.


Compartilhe

Temáticas do artigo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você possa gostar:

Conheça também

Ou navegue pelos nossos conteúdos gratuítos

Pesquise em nosso site