Como cancelar MEI?

Tempo de leitura: 2 minutos
Thoughtful businessman think of online project looking at laptop at workplace, dreamy professional consider solution sit at work desk with computer, student search new idea inspiration in office cafe

Resumo:
Neste artigo, você terá um passo a passo de como cancelar MEI e o que fazer após esse cancelamento.

Compartilhe

Indicado para:

Muitos empreendedores foram beneficiados com a criação da categoria MEI (microempreendedor individual), cujo objetivo é formalizar profissionais autônomos, garantindo direitos e deveres. Entretanto, por escolha própria, algumas pessoas precisam saber como cancelar MEI.

            Antes de explicarmos como esse processo funciona, é interessante mencionar que não é só por uma decisão individual que o MEI pode fechar. Alguns fatores também são capazes de levar à exclusão obrigatória do CNPJ, por exemplo: ausência de pagamento do imposto por dois anos; a não-entrega da declaração anual pelo mesmo período; faturamento superior ao limite; remoção da atividade exercida; contratação de funcionários não-registrada; vínculo com outro CNPJ, entre outros.

            Nesses casos acima o MEI é excluído automaticamente e o profissional precisará arcar com as multas em questão. Contudo, neste texto, nós iremos focar nos MEIs que desejam cancelar a inscrição por conta própria.

            Se você realmente precisa deixar de ser MEI, é importante cancelar o registro, caso contrário o governo achará que você está ativo e continuará cobrando o pagamento dos impostos.

Passo a passo de como cancelar MEI

A boa notícia é que tudo pode ser realizado online, gratuitamente e de forma segura. É só seguir as instruções abaixo e pronto. Vamos lá!

  • Passo 1 – Entre na plataforma

É só acessar o Portal do Empreendedor para dar início ao procedimento.

  • Passo 2 – Acesse a área do MEI

Logo nos destaques principais, clique em “Já sou MEI”.

  • Passo 3 – Prossiga com a baixa

Dentre os cards apresentados, selecione “Baixa da empresa” e logo depois escolha “Solicitar baixa”.

  • Passo 4 – Faça seu login

Acesse a sua conta do portal informando seu CPF, e depois clique em “Continuar”. Em seguida, digite sua senha e selecione “Entrar”.

  • Passo 5 – Insira seu código do Simples Nacional

Você precisa gerar um código de acesso do Simples Nacional ou apenas inserir o seu se já tiver gerado anteriormente. Depois, clique em “Continuar”.

  • Passo 6 – Realize a confirmação

Antes de selecionar qualquer coisa, verifique se todas as informações de seu CNPJ estão corretas e tenha certeza de que é isso que você deseja, pois o processo é irreversível. Se realmente decidir cancelar o MEI, selecione “Continuar” e depois “Confirmar”.

  • Passo 7 – Gere o certificado de baixa

Não saia ainda! Antes é preciso selecionar a opção “Emitir certificado de baixa”. Isso é importante porque comprova que a sua empresa não está mais em atividade.

O que fazer após cancelar o MEI?

            Calma, você não está livre ainda! Depois de cancelar o MEI, cheque se você possui algum débito em aberto. Se for esse o caso, é só gerar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional e quitar o que deve. Caso tenha doze ou mais guias em atraso, é possível parcelar o pagamento.

            Também não esqueça de emitir a Declaração Anual de Faturamento do MEI. Se fechar o MEI no primeiro quadrimestre do ano, você pode gerar o documento até junho. Caso contrário, é possível emiti-lo até o último dia do próximo mês.

            Por fim, lembre-se que o CNPJ cancelado não poderá ser reativado. No entanto, se quiser empreender novamente, é possível abrir um número novo. Além disso, você não precisa cancelar o MEI para se reenquadrar em outra categoria, é só realizar a migração no portal.

            Se você quiser ainda mais informações sobre MEI ou outros assuntos relacionados a ele, fique de olho na Central do MEI e confira todos os nossos conteúdos, ferramentas e serviços feitos para apoiar você!

Veja alguns exemplos que podem lhe ajudar:

Este conteúdo foi útil para você?

Compartilhe esse artigo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você possa gostar:

Conheça também

Ou navegue pelos nossos conteúdos gratuítos

Pesquise em nosso site