Aprenda como NÃO  ser multado sendo MEI!

Todo MEI tem uma série de obrigações para cumprir. Reunimos essas obrigações nesse vídeo, com dicas valiosas para você evitar multas e estar sempre em dia com suas responsabilidades. 

Compartilhe com os amigos:


Saiba mais sobre:

A figura do Microempreendedor Individual (MEI) foi criada para formalizar profissionais autônomos no Brasil, trazendo uma série de benefícios como acesso a direitos previdenciários e facilidades tributárias. No entanto, para usufruir dessas vantagens, é necessário cumprir com determinadas obrigações. Este artigo tem como objetivo esclarecer quais são essas responsabilidades, ajudando o MEI a manter seu negócio regularizado e apto para crescer de maneira sustentável.

Principais Obrigações do MEI

  • Pagamento Mensal do DAS: A primeira e fundamental obrigação do MEI é o pagamento mensal do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), até o dia 20 de cada mês. Este pagamento unificado simplifica a tributação, incluindo impostos federais, estaduais e municipais. A emissão do boleto do DAS pode ser realizada facilmente pelo Portal do Empreendedor ou pelo aplicativo “Meu Sebrae”.
  • Declaração Anual de Faturamento (DASN-SIMEI): Até o dia 30 de maio de cada ano, o MEI deve entregar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI), informando o total de seu faturamento no ano anterior. Importante ressaltar que essa declaração é obrigatória mesmo que o MEI não tenha tido receitas. A declaração é feita online, através do Portal do Simples Nacional.
  • Relatório Mensal de Receitas Brutas: Para facilitar o controle financeiro e a declaração anual, o MEI deve preencher mensalmente o Relatório de Receitas Brutas, registrando todas as vendas realizadas, com ou sem emissão de nota fiscal. Esse controle é essencial para manter a organização e evitar erros na declaração anual. O modelo oficial do relatório pode ser obtido no site do governo.
  • Registro de Empregados pelo eSocial: Se o MEI optar por contratar um funcionário, deve registrar corretamente essa contratação no sistema eSocial, fornecendo dados pessoais do empregado, detalhes do contrato de trabalho e a remuneração. Manter essas informações atualizadas é crucial para a legalidade e para evitar problemas futuros com a legislação trabalhista.
  • Consequências da Inadimplência: O não cumprimento dessas obrigações pode acarretar uma série de consequências negativas para o MEI, incluindo multas, complicações legais, cancelamento do CNPJ e inscrição na dívida ativa da União. Por isso, é de suma importância que o MEI mantenha suas obrigações em dia, garantindo assim a continuidade e o crescimento do seu negócio.

 

Conclusão

Manter-se regularizado não apenas evita problemas legais e financeiros, mas também contribui para a sustentabilidade e o sucesso do negócio a longo prazo. Com um pouco de organização e atenção às datas e requisitos, é possível manter o negócio em conformidade e focado no crescimento. Lembre-se: o Sebrai está sempre à disposição para oferecer suporte e orientação necessária aos microempreendedores individuais.

Cumprir com as obrigações do MEI não é apenas uma formalidade, mas uma estratégia essencial para a saúde financeira e legal do seu empreendimento. Mantenha-se informado, organize-se e, se necessário, busque ajuda profissional para garantir que seu negócio prospere de forma sustentável.

 

Você já assistiu ao conteúdo? Aqui estão os links mencionados:   

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça também

Ou navegue pelos nossos conteúdos gratuítos

Pesquise em nosso site