Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightDia a dia do Empresáriokeyboard_arrow_rightArtigos

Teste Palográfico: o que é, como funciona e para que serve!

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Limafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Teste Palográfico: o que é, como funciona e para que serve!
Criado em 04 ABR. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

O teste palográfico é uma avaliação feita para analisar as capacidades comportamentais de uma pessoa. Apesar de muito utilizado no RH de empresas, essa análise também é realizada em testes psicológicos para tirar a carteira de motorista, pesquisas de público e outros. O teste possibilita entender melhor a personalidade da pessoa.


Se você deseja conhecer mais sobre o teste palográfico, entender o objetivo, quem faz a aplicação, como os resultados são analisados e quais os benefícios, continue sua leitura e conheça mais sobre essa prática. Role a página e confira!


O que é o teste palográfico?


O teste palográfico é um teste de personalidade que recrutadores aplicam em seus candidatos durante processos seletivos. Esse tipo de avaliação psicológica mede os níveis de extroversão, equilíbrio emocional e outras características comportamentais. Além do uso mais comum, pode ser aplicado também para mapear o perfil de usuários de uma determinada empresa.


Aproveite e confira nosso conteúdo sobre Políticas de Recursos Humanos: O que são e para que servem?


Qual é o objetivo do teste palográfico?




A avaliação busca analisar os traços comportamentais da pessoa que está fazendo. Entre os aspectos analisados estão:

  • Produtividade;

  • Concentração;

  • Foco;

  • Estabilidade e segurança em tomadas de decisão;

  • Produtividade e ritmo de trabalho;

  • Inteligência emocional;

  • Cumprimento de metas;

  • Aplicação de normas;

  • Impulsividade.


Quem pode aplicar esse tipo de teste?


Para obter os resultados desejados, é necessário que um psicólogo habilitado e registrado no Conselho Federal de Psicologia (CFP) aplique o teste. Esses profissionais conseguem fazer a aplicação, pois tem o conhecimento neurocientífico necessário e experiência com a análise dos resultados.




Você pode se interessar também por nosso post sobre os direitos do empregador. Não se esqueça de dar uma olhada!


Como é feita a aplicação do teste palográfico?


A aplicação é muito simples. Conforme as instruções dadas pelo aplicador, o candidato deve fazer linhas horizontais ou verticais em um papel. Esses traços se chamam palos daí o nome do teste e a quantidade, formato, direção e posicionamento deles transmitem significados. Isso permite ao avaliador identificar as soft skills da pessoa.


As soft skills são as habilidades e competências comportamentais de uma pessoa. Elas são formadas por aprendizados únicos e características pessoais, ou seja, é muito difícil de ser analisado. É por isso que o teste palográfico não reprova ninguém, pois ele apenas analisa aquilo que torna a pessoa subjetiva e única.


Como é corrigido o teste palográfico?


Primeiramente, ressaltamos que não existe um padrão de resultados desse teste. A correção é feita em duas partes: análise quantitativa e outra qualitativa. Ou seja, o teste palográfico vai analisar a quantidade de traços feitos em determinado período de tempo, e também a qualidade desses traços (se o tamanho está igual, se estão trêmulos, a diferença de espaçamento entre eles e a direção em que estão).


Confira: Tecnologia no recrutamento e o que o futuro nos reserva.


Quais as vantagens do teste para as empresas?

Estes testes ajudam as organizações a analisar melhor o perfil dos candidatos. Desta forma, é possível fazer escolhas mais assertivas de pessoas que combinam com a cultura organizacional da empresa. Além disso, existem muitas outras vantagens para a aplicação da técnica durante o recrutamento e seleção. Dê uma olhada:




Assertividade nas contratações


Contratar pessoas alinhadas com os ideais e a cultura organizacional da empresa é extremamente necessário e o teste permite que isso aconteça. Afinal, por meio dele, os avaliadores compreendem as características da pessoa e tomam decisões de contratação mais assertivas com a possibilidade de crescimento na empresa.


Redução do turnover


Como comentado anteriormente, o teste palográfico permite que a empresa conheça profundamente o candidato e entenda seus verdadeiros objetivos e anseios. Isso faz com que as escolhas para contratação sejam certeiras, reduzindo o índice de turnover (rotatividade).


Com esse índice menor, as equipes melhoram a produtividade, os colaboradores se sentem mais engajados e a empresa reduz seus gastos com processos seletivos excessivos.


Confira também o post sobre os benefícios corporativos que ajudam empresas a conseguir mais contratações!


Identificação de possíveis lideranças


Nas gestões internas de competências, esse exame analisa as soft skills. Essa identificação verifica se o colaborador está apto para receber promoções para cargos de liderança. Além de funcionários já presentes nas empresas, o teste identifica também essas habilidades em candidatos.


Mantém um bom clima organizacional


A aplicação do teste permite identificar características que podem se tornar desagradáveis no ambiente de trabalho e deixar o dia a dia exaustivo. Consequentemente, as contratações são bem sucedidas e deixam o ambiente de trabalho tranquilo e confortável para todos.


Onde surgiu o teste palográfico?


O teste palográfico foi criado pelo psicólogo argentino Hugo K. Palacios em 1958. Ele desenvolveu o teste com o objetivo de avaliar a personalidade de pilotos da aviação civil, pois na época, havia uma preocupação em selecionar pessoas que apresentassem determinadas características psicológicas que fossem compatíveis com a atividade de pilotar aeronaves.

O teste palográfico é uma das técnicas projetivas mais utilizadas em avaliação psicológica no Brasil e em outros países da América Latina. Desde sua criação, o teste passou por algumas modificações e atualizações, mas a estrutura básica permanece a mesma: o avaliado deve copiar, em um tempo determinado, uma série de símbolos geométricos que são apresentados na folha do teste.


O desempenho é avaliado com base na qualidade dos traços, no tempo utilizado e no número de traços omitidos. A interpretação dos resultados permite uma análise das características de personalidade do indivíduo, como impulsividade, organização, perseverança, entre outras.


Agora que você já conhece o teste palográfico, está pronto para realizar contratações de sucesso de funcionários que alinham seus objetivos com os da empresa! Aproveite para conferir também nosso post sobre gestão de tempo.


Continue acompanhando a comunidade Dia a Dia do Empresário e fique por dentro de mais conteúdos como esse. Nos vemos no próximo post!


Um abraço, Bianca Becker / @biabeckerl 

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Lima
Sou Estrategista Digital, Produtora de conteúdo e Coordenadora da Comunidade Sebrae. Formada em Administração de Empresas, pós graduada em Marketing pela PUC/PR, tenho especializações em Marketing Digital. Apaixonada pelo vídeomarketing, também ensino pessoas a gravarem vídeos e atuarem no Instagram. Trabalho no Sebrae/PR há 10 anos :)favorite_outline Seguir Perfil
capa Dia a dia do Empresário
Dia a dia do Empresário
people 732 participantes
Comunidade digital que reúne conteúdo prático sobre o DIA A DIA DO EMPRESÁRIO de Micro e Pequena Empresa.
fixo
Em alta
4 pequenos negócios rurais lucrativos para 2023
14 dez. 20224 pequenos negócios rurais lucrativos para 2023
Guarulhos se destaca na geração de empregos no Brasil
03 nov. 2023Guarulhos se destaca na geração de empregos no Brasil