Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

O que são Produtos Digitais? Conheça os formatos e saiba como criá-los

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Limafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
O que são Produtos Digitais? Conheça os formatos e saiba como criá-los
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 13 SET. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Com tantas inovações na área digital, o comércio de produtos também precisou evoluir. Mais do que vender os produtos pela internet, como fazem os ecommerces, hoje encontramos itens que podem ser comprados e aproveitados por meio das telas digitais.

Você já deve ter visto um anúncio nas redes sociais sobre algum curso online ou workshop. Veja alguns exemplos de produtos digitais. Para entender mais sobre o que são, como funcionam e quais existem, continue a leitura.


O que são produtos digitais?


Também conhecidos como infoprodutos, os produtos digitais são artigos comercializados para aproveitamento online. Nesses casos, o produto é recebido e acessado através da internet. Para quem busca ideias de como ganhar dinheiro na internet, os produtos digitais são uma ótima opção.



Com possibilidade de vendas em grande escala, os infoprodutos tendem a ser muito rentáveis. Podem ser vendidos para diversos usuários e em qualquer lugar do mundo.


Imagine um curso, por exemplo. O processo de produção de um curso passa por etapas como a elaboração de conteúdo, pesquisas e correções até chegar ao momento da venda. Quando estiver pronto, esse curso pode ser vendido para clientes em todo o Brasil e até no exterior, por meio de uma página online. Essa única produção pode ser comercializada milhares de vezes.


Quais são os tipos de produtos digitais existentes?


Os mais conhecidos são os de teor educacional, materiais que visam ensinar o usuário a realizar uma ação ou se aprofundar em alguma área. É comum que eles apareçam com mais frequência nas seguintes áreas:



  • educação;
  • desenvolvimento pessoal;
  • finanças/investimentos;
  • mercado, negócios e carreira;
  • marketing;
  • saúde e bem-estar;
  • esportes;
  • entretenimento;
  • relacionamento.


Observando a área da educação, vemos cursos e workshops de diversos assuntos. Por meio de plataformas acessíveis, qualquer pessoa pode elaborar vídeos ensinando algo ou contando sua experiência.


Quais formatos podem ter um produto digital?


Dentre esses nichos de mercado, podemos encontrar diferentes formatos de produtos. Alguns cursos acompanham apostilas, vídeos e acesso a fóruns. Consultorias vem com materiais para acompanhar, explanações e acesso rápido ao consultor como chats e mensagens. Mas existem produtos adquiridos individualmente em formatos variados.



Os produtos digitais com conteúdo em texto são:

  • E-books;
  • Manuais;
  • Apostilas;
  • Livros;
  • Relatórios.


Produtos digitais em material audiovisual:

  • Filmes;
  • Vídeos;
  • Músicas;
  • Podcasts;
  • Cursos;
  • Fotos;
  • Imagens.


Ferramentas digitais que podem ser produtos digitais:

  • Aplicativos;
  • Softwares;
  • Templates;
  • Código fonte;
  • Scripts.


Participações online ou acessos exclusivos que podem ser produtos digitais:

  • Serviços de assinatura;
  • Clubes;
  • Site de membros;


Produtos digitais em formato de serviços:

  • Mentorias;
  • Consultorias;
  • Consultas;
  • Aulas ao vivo.


Essa lista, por mais que pareça extensa, não conta com todos os modelos de produtos digitais. Isso porque, a qualquer momento, outro formato pode surgir. Inovações estão sempre chegando a esse nicho.


Quais são os infoprodutos mais vendidos?


Entre os produtos digitais mais vendidos estão:



  • cursos online;
  • ebooks;
  • músicas;
  • softwares;
  • artes e designs;
  • clubes de assinatura.


Esses produtos, além de muito populares, têm conteúdos que oferecem valor ao usuário. Seja conhecimento, experiência ou alguma melhoria em seu dia-a-dia. Esses itens contam com a facilidade de acesso, pois na maioria das vezes, basta ter um dispositivo com acesso à internet e uma rede conectada e conseguimos fazer um download ou acessar um item.


Cursos Online


O curso online foi muito bem aceito por diversos fatores. Começando pela facilidade de acessar o conteúdo a qualquer hora e em qualquer lugar, diferente dos cursos presenciais com local e hora certos para acontecer. Se você trabalha durante o dia e não está disposto a frequentar uma sala de aula, as videoaulas podem ser a solução. Acesse em casa, no transporte público ou em qualquer lugar.


O horário também é flexível, a maioria dos cursos permite acesso a qualquer momento, então, quem tem uma rotina agitada, pode assistir aos ensinamentos nas brechas ou intervalos.


e-books


Os e-books devem parte de sua popularidade ao fato de terem um custo reduzido de produção. Para confeccionar um e-book, basta digitar seu conteúdo em um arquivo de texto, diagramar, adicionar imagens e infográficos e depois transformá-lo em PDF.


Revisar o conteúdo é uma etapa fundamental que deve ser feita antes de começar as vendas. Depois que tiver o arquivo pronto, comece a divulgar seu produto digital.



Músicas


A música é um dos primeiros produtos digitais da história. Mesmo na época do MP3 e dos primeiros Ipods as músicas eram baixadas da internet mediante um pagamento. Você precisava comprar a faixa ou o CD completo. Sabemos que nem sempre isso acontecia, baixar músicas piratas na internet era comum (mas errado) na adolescência dos nascidos nos anos 90.

Hoje essa prática está praticamente extinta, graças ao crescimento das plataformas de streamings.


Softwares


Os softwares, programas e sistemas são produtos digitais cujo objetivo é facilitar uma tarefa ou até executar uma atividade, sozinho. Hoje existem empresas que oferecem o serviço de criar um software personalizado para você ou para sua empresa. Mas existem diversos itens como o pacote office, as ferramentas Adobe e até o sistema Microsoft que são infoprodutos. No caso desses, nós também encontramos a venda em lojas físicas, principalmente em pontos de venda de computadores e notebooks.


Artes e designs


Quando um novo layout é adquirido para um site ou blog, quando é feito um banner para divulgar um produto, quando você paga para alguém diagramar o seu e-book ou compra um template. Todas essas situações são compra e venda de produtos digitais.


Nem sempre vemos, mas artes e designs são produtos muito comuns na internet. Acontece de confundirmos com serviços, por exemplo, quando é feito a diagramação do texto, mas ainda assim é um design. Com o avanço da tecnologia, encontramos dispositivos com tela de descanso configuradas para aparecer fotos e imagens, e por isso a aquisição de obras de arte digitais também cresceu.


Clubes de Assinatura


No YouTube, grandes influenciadores e criadores de conteúdo oferecem aos seus seguidores acesso a conteúdos exclusivos através de uma assinatura mensal no YouTube. Conhecido como seja membro essa assinatura não tem ligação com o acesso premium do aplicativo que retira os anúncios.


A twitch.tv, muito conhecida por gamers, é uma plataforma de streaming onde os usuários fazem lives e os assinantes podem contribuir de forma monetária, incentivando o usuário a continuar com os conteúdos. Existem opções sem custo para acessar esses conteúdos.


Como criar e comercializar um produto digital?


Se você tem uma ideia do que vai vender, você está um passo à frente. Agora, basta definir alguns pontos como a estratégia de divulgação e concluir a produção do conteúdo. Porém, se no seu caso existe o desejo, mas faltam ideias do que fazer, temos algumas dicas:



Entender o nicho


Para escolher o assunto e o nicho em que seu produto fará parte é importante fazer pesquisas de mercado. Entenda qual é a posição do público referente a esse assunto. Se pesquisam sobre ele, se as informações que irá ofertar estão disponíveis gratuitamente em algum lugar.


Escolher o formato do seu produto


Entre os formatos de produtos digitais que listamos aqui estão os mais usados, mas nada te impede de criar algo diferente. Além de saber a aptidão para fazer esse novo formato, ou contar com uma equipe para isso, é fundamental entender como seu público receberá esse formato.

Se quiser oferecer um produto infantil, o mais indicado são formatos visuais ou sonoros. Isso nos leva ao próximo passo...


Conheça seu público


Saber para quem você vai ofertar seu produto e com quem precisa se comunicar é fundamental desde a produção do conteúdo, até as estratégias de venda. Se o seu nicho é de advogados e juízes, não condiz ter uma linguagem mais popular. Mas se vai vender curso de como ser influencer digital ou algo dessa área é necessário falar numa linguagem mais jovem.

Além da linguagem, seu público alvo contribuirá para definir os canais de venda, valor do produto e outros fatores. Na comunidade Sebrae você encontra um post completo sobrepúblico alvo e persona, confira!


Comece a produzir


Mesmo que na primeira tentativa você não tenha o produto final é crucial testar. Planejar e ter menos erros é uma ótima estratégia, mas não isenta de falhas ou melhorias. Então crie protótipos e mostre para pessoas próximas. Peça um feedback para eles, assim pode observar se o acesso funciona, se o conteúdo é bom e se existe alguma possível melhoria.


Revise


Revisar, testar e analisar o seu produto, devem ser práticas constantes. É necessário ter certeza de que tudo está correto e que o conteúdo está compreensível. Esses fatores são fundamentais para garantir confiança e credibilidade ao seu produto.


Comece a divulgação


Depois que seu produto estiver pronto, está na hora de começar a divulgar. Essa etapa é fundamental para o sucesso nas vendas. Assim como os outros testes, se puder fazer a divulgação aos poucos, você poderá sentir a percepção que seu público tem do seu produto.

Para facilitar o momento da definição das suas estratégias, a Comunidade Sebrae indica esse artigo com dicas de marketing para iniciantes. O ideal é ser flexível, se viu que um formato de divulgação não está funcionando, veja como adaptá-lo.


E então, pronto para começar a trabalhar com produtos digitais?


Após entender o que são os produtos digitais, como criá-los e como vendê-los, é hora de colocar a mão na massa! Continue pesquisando e se atualizando sobre os assuntos e tendências do momento. A qualquer momento podem surgir oportunidades de negócios digitais, esteja preparado!


E para continuar acompanhando assuntos sobre negócios e o mundo digital, fique por dentro dos conteúdos da comunidade Sebrae! Confira o post sobre ideias de negócios lucrativos!

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Lima
Sou Estrategista Digital, Produtora de conteúdo e Coordenadora da Comunidade Sebrae. Formada em Administração de Empresas, pós graduada em Marketing pela PUC/PR, tenho especializações em Marketing Digital. Apaixonada pelo vídeomarketing, também ensino pessoas a gravarem vídeos e atuarem no Instagram. Trabalho no Sebrae/PR há 10 anos :)favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5310 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?