Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

Hotelaria: saiba tudo sobre o ramo da hotelaria!

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Limafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt2
Hotelaria: saiba tudo sobre o ramo da hotelaria!
2 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 28 FEV. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Para qualquer local que você vá viajar, é normal encontrar várias opções de hotéis, mesmo em destinos menos turísticos, que você acredita que nem deva ter opções para se hospedar, sempre há um hotel disponível para te receber.


Ou seja, esse é um setor de grande importância para o país, desde os hotéis dos mais tradicionais até os mais luxosos e outras ramificações que surgiram com o tempo. Mas todos têm o mesmo princípio: hospedar e garantir o bem-estar para os clientes.


Pensando nisso, a Comunidade Sebrae trouxe alguns tópicos para explicar sobre o que é a hotelaria, como está esse setor no Brasil e quais os problemas enfrentados. Para entender mais, continue com a gente e aproveite a leitura!


O que é a indústria hoteleira e seus estabelecimentos?

A hotelaria é um ramo focado em atender turistas e viajantes, seja em busca de lazer ou a trabalho. Ela oferece serviços básicos, como hospedagem, refeições e atividades de lazer, podendo ofertar serviços extras, de acordo com a especialidade do estabelecimento.

Dessa maneira, são locais de hospedagem para quem busca por estadias com prazos determinados, salvo para algumas exceções de quem procura por moradias permanentes. Além disso, esse setor não se limita apenas a hotéis e resorts, também englobam-se os seguintes estabelecimentos: pensões, motéis, albergues e pousadas.


Confira um pouco mais sobre esses estabelecimentos e outros que se englobam no ramo.




  1. Hotéis: esse é o nome mais famoso e oferece pernoites, refeições e outros serviços de acordo com a proposta do hotel. São procurados por viajantes e turistas, mas também são utilizados por moradores locais;

  2. Cama e café da manhã: mais recentes no mercado, oferecem quartos privativos para os hóspedes e café da manhã. Além disso, nesse ramo, boa parte de quem aluga o quarto também mora no local;

  3. Motéis: geralmente, são estabelecimentos no meio de estradas e muitos motoristas fazem paradas para pernoitar. Oferecem estacionamento gratuito e algumas possibilidades de serviços de alimentação;

  4. Botels: a pessoa fica hospedada em uma acomodação em um barco, como se fosse um hotel. O estabelecimento fica na água, atracado em um trapiche e os clientes podem sentir o balanço da água enquanto dormem;

  5. Pousadas: é um local com acomodação que também oferece pernoites e serviços de alimentação. A pessoa conta com uma quarto privativo e na alimentação, geralmente, está incluso o café da manhã e o jantar;

  6. Resorts: são estabelecimentos maiores, os quais oferecem uma diversidade maior de serviços, como: áreas de piscina, bares, lojas, restaurantes, entretenimentos, atividades recreativas e muito mais;

  7. Apartamento com serviço: esse é um local que conta com serviços completos de: serviço de quarto, limpeza e lavanderia. É uma opção bem procurada para quem viaja a trabalho;

  8. Hostels: esse tipo de estabelecimento não é muito popular no Brasil. Ele consiste no aluguel de quartos privados em uma casa, com opção de serviços de alimentação, pagando pelo serviço;

  9. Albergues: é um local grande, com várias camas, onde dormem todos juntos no mesmo ambiente, assim, eles dividem a cozinha e os banheiros;

  10. Imóveis de temporada: é um serviço semelhante ao de um hotel, mas a locação ocorre por meio de plataformas que conectam o proprietário do imóvel com o locatário, que tem horários de entrada e saída definidos pelo dono do local. Geralmente, não contam com serviços de alimentação, mas oferecem serviços de limpeza.


Esses são os principais tipos de hotelaria, mas ainda há alguns estabelecimentos que inovam e trazem alguns diferenciais, deixando o ambiente mais único. Assim como a tática de Room office, um local para pessoas trabalharem, que muitos hotéis passaram a oferecer recentemente.


Quais os problemas enfrentados no setor hoteleiro?

Os principais problemas no setor são encontrados nos estabelecimentos de grande porte, como os hotéis e resorts. Sendo assim, são encontrados problemas como:


  • Falta de pessoas especializadas na área;

  • Remuneração praticada considerada baixa para o setor;

  • Baixo reconhecimento;

  • Falta de conhecimento em administração;

  • Falta de conhecimento sobre o ramo da hotelaria, como regras e leis.


No entanto, o principal problema encontrado ainda é a falta de mão de obra especializada, ou seja, as pessoas que contam com essa expertise e conhecimento já estão em empresas que pagam a remuneração considerada justa.



Se você tem uma pousada e está precisando de insights para melhorar o negócio, confira 10 ideias criativas para pousadas!


Por que é importante o nível de estrelas para a hotelaria?

O nível de estrela é o que define a qualidade e excelência do atendimento do estabelecimento no setor hoteleiro. Essas estrelas são classificações de acordo com critérios estabelecidos pelo sistema do Forbes Travel Guide.


Isso interfere bastante na hora da pessoa escolher o local em que irá se hospedar, visto que muitos indivíduos utilizam esse processo como um passo fundamental para fechar uma data.


Qual a situação do setor hoteleiro no Brasil? O que esperar?

O setor de hotelaria mudou muito com o passar dos anos e enfrentou dificuldades durante o período da pandemia, mas se recuperou e ainda é considerada uma área rentável atualmente.


Voltando um pouco na linha do tempo, em 2016, com as Olimpíadas no Rio de Janeiro, muitos investidores decidiram apostar nesse segmento, esperando um grande volume de hospedagens. No entanto, não tiveram o retorno esperado, o setor sentiu e alguns empresários se afundaram em dívidas.


Assim, conforme pesquisa realizada pela Revista Hotéis, em 2017, o setor ainda teve crescimento da área, com mais hospedagens, entretanto, a receita continuou em queda, gerando o fechamento de alguns estabelecimentos.


Ainda assim, houve um cenário de recuperação nos anos seguintes até o ano de 2020, quando voltou a sofrer nova crise com o início da pandemia. Como sabemos, o setor foi retomando as atividades em 2021, com pequenos passos.


Segundo pesquisas realizadas pelo G1, a retomada está para acontecer agora em 2023, com a demanda de mais locais para se hospedar e com pessoas procurando por viagens, seja a trabalho ou para lazer.


Confira também: Marketing Turístico: o que é, como funciona e as vantagens.


Portanto, o setor de hotelaria tem sofrido nos últimos anos, com baixas em seus números devido a diversos fatores, como vimos, por conta da falta de hóspedes ou funcionários capacitados.


Esperamos que tenha gostado desse conteúdo e para mais dicas sobre a parte de Turismo, continue seguindo o blog da Comunidade Sebrae!


Um abraço, Bianca Becker / @biabeckerl

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Lima
Sou Estrategista Digital, Produtora de conteúdo e Coordenadora da Comunidade Sebrae. Formada em Administração de Empresas, pós graduada em Marketing pela PUC/PR, tenho especializações em Marketing Digital. Apaixonada pelo vídeomarketing, também ensino pessoas a gravarem vídeos e atuarem no Instagram. Trabalho no Sebrae/PR há 10 anos :)favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1285 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?