Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightFinanças e Tributoskeyboard_arrow_rightArtigos

Vendo, vendo, mas não tenho lucro! Será?

avatar GISLANE APARECIDA DE SYLLOS
Gislane Aparecida De Syllosfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Vendo, vendo, mas não tenho lucro! Será?
Criado em 01 FEV. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Vendo, vendo, vendo, mas não vejo o lucro. Esta frase é comum entre Pequenos empresários.

Então, afinal, vamos entender onde está o dinheiro da sua empresa?

Muitas organizações têm bom faturamento, tem uma equipe de vendas animada, tem boas projeções, tem uma carteira de cliente interessante, mas no final do mês, o gestor olha para as contas e não vê dinheiro sobrando, olha para a conta do banco e está devedora, olha para o caixa e tem apenas uns trocados.

Pois é, eu te entendo, essa situação realmente dá um grande desânimo. Justamente por isso, decidi trazer para você 5 dicas importantíssimas que todo gestor deve acompanhar de forma sistemática, para no final do mês conseguir enxergar onde está seu lucro.

Já imaginou ter lucro disfarçado?

Sim, lucro disfarçado, é isso mesmo! Muitas vezes, sua empresa está tendo lucro, mas acontece que você está lucrando de forma disfarçada, por já ter antecipado esse lucro.

Quando falo em lucro antecipado, significa que o lucro que deveria dar no final do mês, para então pegar esse dinheiro e fazer uma distribuição onde você deseja, você o antecipa durante o mês.

Vamos comparar ao nosso dia a dia como pessoa física e assalariado:

É mais ou menos o que acontece com o uso do cartão de crédito. Você já sabe qual é o limite dele e que usará o salário para pagar essa conta. Sendo assim, vai a uma loja e faz uma compra antecipada. Acessa a internet, faz novamente uma compra antecipada. Quando chega o fim do mês, recebe o salário, paga uma conta, paga outra, paga o cartão de crédito, e então pensa 'nossa, meu salário não deu para nada esse mês'.

E por que isso acontece? Porque você pegou esse dinheiro e antecipou o uso dele com uma dívida do cartão de crédito. A situação inversa seria esperar receber e, ao sobrar dinheiro na conta, ir até a mesma loja e fazer a compra à vista.

Qual o resultado disso? A sensação de que você teve uma parte líquida do seu salário na sua conta corrente para usar como preferir. E o que isso tem a ver com a realidade de um pequeno empresário? No lucro da empresa, é igual!

O que a maioria das empresas faz é antecipar uma compra, antecipar uma dívida ou um pagamento. E esse pode ser o grande fator que interfere no seu lucro.

Por isso, as 5 dicas de hoje podem te ajudar muito a perceber se esse também é o seu cenário e o que fazer para mudá-lo.

Plano de contas

Antes de iniciar com as dicas, é preciso entender a importância do plano de contas. Toda empresa deve ter esses dados muito bem estruturados e adaptados de acordo com a sua realidade.

Geralmente, os sistemas já vêm com um plano de contas padrão, e por facilidade, você acaba jogando suas despesas em um plano de contas que veio no sistema. Mas, ele pode não estar tão bem adequado ao comportamento da sua organização.

Sendo assim, é necessário adequá-lo para a realidade do seu segmento. Tendo esse plano de contas pronto e já dentro de um sistema, seja ERP ou até uma planilha de excel bem formata, então, você começa a distribuir essas contas e entender como se dá esse controle na sua empresa.

Portanto, vamos agora aos principais motivos que disfarçam o lucro das empresas.

  • Dica 1: Conta diversos

A conta diversos é um espaço no seu plano de contas, onde você inclui tudo o que não sabe categorizar. Isso acontece principalmente quando o lançamento no plano de contas fica sob responsabilidade dos funcionários, o que acontece na maioria das empresas.

Muitas vezes, o funcionário realmente não sabe como categorizar uma despesa, o patrão não está presente, e ele simplesmente não pergunta e lança na opção diversos. Chega no final do mês, essa conta que deveria ser uma exceção, passou a ser regra, afinal, parece muito mais fácil lançar como diversos do que esperar, pesquisar, perguntar para o consultor ou para o dono.

Com isso, a conta diversos disfarça suas despesas, camuflando muito do seu lucro. Por isso, de uma vez por todas: elimine a conta diversos. Ela não deve existir no seu plano de contas.

  • Dica 2: Pró-labore

Fato: a retirada dos sócios deve ser feita igual a um salário. Ou seja, chegou no final do mês, você paga todos os funcionários, também já paga o gestor da empresa, e caso sobre lucro, depois do lucro operacional, no final da linha, é que você realiza a retirada dos sócios no período combinado (6 meses, a cada ano, etc).

Mas, de qualquer forma, você gestor que trabalha no dia a dia da empresa deve ter um salário, que é o seu pró-labore. Então, esse salário deve ser pago juntamente com os demais salários.

Em contrapartida, o que geralmente acontece principalmente em empresas familiares? O dono do negócio acaba pagando suas despesas pessoais junto com as despesas da empresa. Além disso, faz o lançamento desses custos de qualquer forma e essa despesa acaba se tornando muito alta, disfarçando o lucro da empresa.

Algumas histórias, quando ouvimos, parecem absurdas, mas, quero compartilhar uma situação real que já vivenciei ao atender uma empresa. O negócio faturava muito bem, mas o proprietário não enxerga o lucro. Ao questionar sua funcionária do financeiro, ela confidenciou que todas as despesas da festa de 15 anos da filha do casal dono da empresa estava sendo lançadas pela empresa. Na mesma hora, perguntei: e qual foi o valor gasto com essa festa até hoje? A resposta: não sabemos, não fizemos o levantamento.

Isso quer dizer que pagavam os fornecedores sem fazer o devido lançamento em uma conta específica de retirada dos sócios. Então, tenha rigorosamente um pró-labore fixo.

  • Dica 3: Contas bancárias

Muitas empresas não fazem a conciliação bancária, ou seja, sem mensurar todas as despesas gastas no banco, como manutenção mensal, tarifa de transferência, boletos bancários, juros ou até algum seguro que o banco cobrou e você nem viu e nem mesmo questionou o gerente.

Se somado no final do mês, esse valor se torna uma quantia significativa para o controle das suas despesas. Por isso, é essencial que elas estejam inclusas no plano de contas como despesas bancárias ou juros bancários, para que elas não sejam mais um motivo para o disfarce do seu lucro.

  • Dica 4: Seu lucro pode estar no seu estoque

Uma compra mal feita, mercadorias que foram compradas devido a uma promoção, mas que acabaram ficando paradas no estoque, insumos com prazo de validade vencendo, entre tantas outras situações que são prejudiciais financeiramente para o seu negócio.

O controle de estoque e armazenamento deve ser rigoroso. As boas práticas do Lean manufacturing, o Sistema Toyota de Produção, indica que o gerenciamento de estoque tem que ser 'just in time', ou seja, entrou, saiu, entrou, saiu.

O estoque precisa ser suficiente para atender suas principais vendas, por isso, as compras têm que ser muito bem administradas. Se você não tiver esse valor do estoque, um inventário bem realizado, novamente, seu lucro estará disfarçado.

  • Dica 5: Outras saídas

O que seria outras saídas? Quando você faz o DRE (Demonstrativo de Resultado de Exercício), e no final do mês tem seu lucro operacional, abaixo dele deve vir seu lucro não operacional. Ou seja, outras entradas e outras saídas que não fazem parte do teu negócio, mas, você tem.

Alguns exemplos são financiamento assumido para capital de giro, uma dívida sendo paga, entre outras saídas que têm valor relevante grande e estão consumindo seu lucro, mas você nem percebeu.

Em resumo, sua empresa pode ser sim muito lucrativa, ter bons resultados, mas a sua forma de apuração disfarça sua lucratividade, por você ter antecipado e usado esse lucro, tendo a impressão de que na realidade não lucrou.

Mude seu controle e sua apuração! Tenha uma ferramenta que te dê visibilidade em tempo real a respeito das suas despesas e te permita ter dados confiáveis a respeito da lucratividade da sua empresa.

 

Gislane A. de Syllos

Expertise Consultoria & Gestão de Empresas

www.expertiseconsultoria.adm.br

 

avatar GISLANE APARECIDA DE SYLLOS
Gislane Aparecida De Syllos
Empresria e Consultora. Experincia na rea corporativa ha 27 anos, hoje atua ajudando Pequenos Empresrios a profissionalizarem suas empresas nas reas de apoio (administrativa, financeira e pessoas).favorite_outline Seguir Perfil
capa Finanças e Tributos
Finanças e Tributos
people 4578 participantes
Comunidade digital que reune informações e conteúdos sobre FINANÇAS e TRIBUTOS diariamente. Participe!
fixo
Em alta
Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
12 mai. 2020Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
12 mai. 2020Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?