Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVarejo keyboard_arrow_rightArtigos

Tendências de varejo para 2023

avatar LUCAS HAHN
Lucas Hahnfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Tendências de varejo para 2023
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 07 FEV. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase


Segundo pesquisas, as vendas do varejo brasileiro têm uma grande tendência de crescer em 2023. De acordo com dados do Índice Antecedente de Vendas do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IAV-IDV), há uma projeção de crescimento nominal de 4,7% e 6,4% para janeiro e fevereiro, respectivamente.

Nesse sentido, o principal fator que movimenta o crescimento do varejo, desde 2022, é o investimento em tecnologia, desde ferramentas para auxiliar a gestão e operação das empresas até soluções relacionadas ao metaverso.

Este ano, participamos do NRF Retails Big Show 2023, a maior feira de varejo do mundo, em Nova York, cidade que concentra enormes movimentações do mercado e consumo mundiais.

Com isso, elaboramos um guia exclusivo de tendências da NRF para os clientes do Sebrae, mostrando as novas direções que marcam o consumo e devem influenciar o mercado e os negócios nos próximos anos.

Nesse texto separamos algumas expectativas para o mercado de varejo em 2023, obtendo uma visão geral do que esperar nesse setor da economia. Para ter acesso ao conteúdo de tendências exclusivo da NRF, fique ligado no lançamento do guia pelo Sebrae! 


Tecnologia: o segredo para o sucesso

Segundo pesquisa do Harvard Business Review Analytic Services e NTT DATA, 90% das empresas da América Latina pretendem investir mais em tecnologia em 2023. Nesse sentido, as principais tendências tecnológicas para o setor de varejo incluem:

  • Uso de dados na relação entre varejo e indústria: o objetivo é organizar Informações coletadas em pontos de venda, como lojas físicas e supermercados, para ajudar a indústria a aprimorar a produção e distribuição de produtos, personalizando-a conforme o público-alvo e evitando desperdícios ou falta de itens em estoque;


  • Automação e robótica na cadeia de suprimentos: para obter mais velocidade e precisão no sistema de logística, a tendência é que cada vez mais empresas utilizem robôs para complementar a força de trabalho humana, assumindo tarefas mais simples e repetitivas;


  • Crescimento do omnichannel: de acordo com o Relatório Varejo 2022, realizado pela Adyen em parceria com a KPMG, a modalidade omnichannel é a principal tendência do varejo, pois 85% dos participantes disseram que buscam estabelecimentos que ofereçam uma jornada de compra capaz de unir os meios digital e presencial, com a possibilidade, por exemplo, de pedir um produto on-line e retirar na loja física;


  • Crescimento do Pix no varejo: em 2023, estima-se que a aceitação do Pix como forma de pagamento deve chegar a 92% das lojas em 2023. Além disso, o Banco Central está desenvolvendo novas modalidades de Pix, como: Pix Garantido e Pix Recorrente;


  • Crescimento das e-wallets: as carteiras digitais, também conhecidas como e-wallets, oferecem uma opção bem mais prática de pagamento. Elas permitem que os clientes paguem suas compras utilizando apenas o celular, com aplicativos como Apple Pay e Google Pay. Segundo a PYMNTS, mais de 4 bilhões de consumidores pagarão com carteiras digitais no mundo em 2023;


  • Inteligência artificial no e-commerce: a IA é capaz de utilizar os dados de navegação do cliente para entender suas preferências e, assim, personalizar cada vez mais a jornada de compra e a experiência do cliente.


Dessa forma, a ferramenta ajuda no aumento da personalização e na fidelização dos clientes, algo mais barato do que tentar conquistar novos compradores. Uma das vantagens da IA é a Marketing Machine, que usa algoritmos para recomendar produtos para os clientes;


  • Expansão do e-commerce: segundo levantamento da MCC-ENET, o e-commerce será responsável por 11,7% do faturamento do varejo em 2022, ante 4,7% em 2018;


  • Busca por produtos mais baratos: devido à expectativa de altas taxas de juros, a tendência é que produtos e serviços com custo menor devem se destacar nas vendas em 2023, principalmente os que não dependam de crédito, como parcelamento, por exemplo;


  • Personalização do atendimento: segundo a pesquisa Opinion Box/Dito, 72% dos clientes esperam que as empresas as reconheçam como indivíduos únicos, e 73% dos entrevistados optam por marcas que já proporcionaram essa experiência personalizada;


  • Perfil dos clientes: de acordo com a pesquisa Tendências do Varejo 2023, que ouviu 2 mil consumidores de todo Brasil, a maioria dos consumidores do varejo brasileiro são mulheres (52%) das classes CDE (83%). Quanto à faixa etária, 46% dos clientes entrevistados têm entre 30 e 49 anos, 30% entre 16 e 29 e 24% mais de 50 anos.


Setores em crescimento


Os dados do Índice Antecedente de Vendas do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IAV-IDV) projetam um crescimento maior para o setor de tecidos, vestuário e calçados, com projeções de 17% em dezembro, 14% em janeiro e 18% em fevereiro).


Outros setores em alta são os de móveis e eletrodomésticos (11% em dezembro, 9% em janeiro e 11% em fevereiro) e de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (10% em dezembro, 14% em janeiro e 18% em fevereiro).

O que mudou é que, ao contrário das tendências de mercado observadas durante a pandemia de Covid-19, o setor de hipermercados, supermercados, alimentação e bebidas apresentou projeção de queda de 8% em dezembro e alta de 3% e 6% em janeiro e fevereiro, respectivamente.

De maneira geral, o foco para o crescimento do setor de varejo está em tendências emergentes, como a necessidade de ter um e-commerce. Segundo pesquisa da USP, 87% dos pequenos e médios negócios no Brasil já vendem pela internet de algum modo, seja em lojas virtuais próprias, marketplaces e até nas vendas pelas redes sociais. Em 2023, o foco está na otimização de canais, em novas oportunidades dentro deles e na integração com o ambiente off-line.

Gostou desse conteúdo? Inscreva-se na comunidade de varejo e acompanhe o lançamento do Guia de Tendências da NRF exclusivo do Sebrae, com mais 8 tendências que vão marcar definitivamente a movimentação do mercado em 2023.


Um abraço, 

Lucas. 

avatar LUCAS HAHN
Lucas Hahn
Coordenador Estadual de Varejo e Mercado do SEBRAE/PR.favorite_outline Seguir Perfil
capa Varejo
Varejo
people 3846 participantes
Um local criado para oferecer ao EMPRESÁRIO DO VAREJO conteúdos relevantes e atualizados, tendências, cursos e interação com atores do ecossistema, gerando conhecimento e networking.
fixo
Em alta
Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
09 nov. 2021Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
Como a automação industrial impacta nossas vidas
09 ago. 2021Como a automação industrial impacta nossas vidas
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?