Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightMarketing Digitalkeyboard_arrow_rightArtigos

Social commerce: um aprimoramento da jornada do consumidor

avatar PERSEU ADOLFO BASTOS GOMES
Perseu Adolfo Bastos Gomesfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Social commerce: um aprimoramento da jornada do consumidor
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 05 OUT. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Hoje, o marketing de mídia social é essencial para os negócios. À medida que a mídia social continua a crescer, os varejistas online simplesmente não podem se dar ao luxo de não capitalizar o enorme potencial de alcance dessas plataformas.


O social commerce como é conhecido está em ascensão e envolve a integração das mídias sociais com a venda tradicional de comércio eletrônico.


Espera-se que as empresas tenham páginas no Facebook, Instagram, TikTok e Twitter. No entanto, nem todos os negócios fazem uso do social commerce para a venda de produtos. Quer saber como este tipo de comércio funciona? Acompanhe nosso artigo!


Definindo o social commerce

O social commerce, dentro da publicidade online, significa comprar um produto de uma empresa dentro da própria plataforma de mídia social um experimento em constante evolução, portanto, para verificar se o social commerce se adequa à sua empresa, é necessário realizar pesquisas, análises e testes. 


Além disso, essa estratégia envolve anúncios e postagens compráveis, que são um pouco diferentes dos comuns, pois inclui:

  • Botões de compra;
  • CTAs que redirecionam os usuários para o seu site;
  • Compra e venda peer-to-peer;
  • Plugins e aplicativos.

Basta pensar na opção Deslizar para cima'' no stories do Instagram. Como ele funciona? Você vê um anúncio/post em que está interessado, desliza para cima e chega ao site do vendedor sem sair do Instagram. Você faz a compra, fecha a janela e está exatamente onde parou.


Social commerce e mídia comprável: qual a diferença?

Embora as duas estratégias soem iguais, elas são muito diferentes. A mídia comprável é uma função do social commerce que aprimora a jornada do cliente. Ela permite que os consumidores escolham seu varejista preferido, com as marcas controlando o caminho para a compra.


A mídia comprável torna tudo isso possível a partir de qualquer conteúdo de social commerce, seja um vídeo, imagem etc. Qualquer conteúdo pode ser compartilhado! Ela fornece à audiência todas as informações de contexto e funcionalidade de que precisam para fazer compras. 


Assim como o  social commerce é uma linha tênue entre mídia social e compras, a mídia comprável fica entre conteúdo tradicional e compras, e não está isolada nas mídias sociais.


A mídia comprável pode aparecer em qualquer lugar: em uma postagem de blog, em uma página de destino, em uma plataforma social ou até mesmo em uma embalagem do produto.


O social commerce e a mídia comprável referem-se à convergência de compras e mídias sociais, em que o conteúdo mescla o engajamento com as vendas. No entanto, quando o social commerce é aprimorado com mídia comercializável, você consegue realizar muito mais! 


Entre os benefícios do social commerce, destacam-se:

  • Baixo custo. Inscrever-se e vender no Facebook e no Pinterest é totalmente gratuito, e o Instagram cobra uma pequena taxa de venda;
  • Experiência de compra perfeita. Com o checkout disponível pelas próprias plataformas, os compradores têm uma forma mais fácil e rápida de comprar produtos. Isso reduz as barreiras de compra e diminui a probabilidade de abandono do carrinho;
  • Conteúdo compartilhável. O conteúdo de mídia social é feito para ser compartilhado, e é fácil fazê-lo em uma variedade de plataformas diferentes. O compartilhamento pode ser feito mantendo as imagens do produto e o formato da postagem original;
  • Envolvimento do cliente. Você terá uma oportunidade maior de interagir e se envolver com os clientes por meio do comércio social. Isso é imensurável, pois permite que você melhore sua oferta e descubra o que seus clientes realmente desejam;
  • Co-marketing (marketing compartilhado). Existem muitas oportunidades de usar plataformas de mídia social para desenvolver parcerias de co-marketing com outras marcas ou empresas que atraem o público de ambos os parceiros.

Dicas para usar o social commerce


Como vimos, o social commerce não é apenas imediato, mas também eficaz. Basicamente, se falamos do funil de marketing, estamos reduzindo etapas, tornando o processo de vendas muito mais rápido para o cliente e mais fácil para o vendedor. 


Para aproveitar bem essa estratégia em seu comércio eletrônico, é preciso:

  • As postagens patrocinadas no Instagram exigem investimento, e adicionar produtos compráveis às suas postagens orgânicas significa que elas serão vistas apenas por seus seguidores existentes. Criar brindes da sua página é uma maneira fácil de alcançar novos clientes em potencial e ganhar seguidores;
  • Para um simples co-marketing, as marcas podem oferecer aos seus seguidores a chance de ganhar um produto sob certos termos, como seguir outras páginas, curtir e compartilhar o post e/ou marcar várias pessoas nos comentários;
  • A realização de competições no Instagram leva a um melhor engajamento e expõe mais usuários da plataforma à sua marca, que, por sua vez, compartilharão sua postagem com ainda mais compradores em potencial. Quanto mais seguidores você ganhar, mais credível sua página parecerá aos  olhos dos usuários;

  • Não importe todo o seu catálogo de produtos para uma plataforma de mídia social. Quanto mais opções os usuários tiverem, mais difícil será para eles tomarem uma decisão de compra. Os compradores são mais propensos a imediatamente se você limitar a sua gama de produtos nas plataformas de mídia social.


Cada vez mais, o social commerce tem disponibilizado ferramentas para fornecer  ótimas experiências de compra para o consumidor, uma tendência que veio para ficar. 


E aí, o seu negócio se enquadra no conceito de social commerce? Conte para a gente nos comentários!


Abraços, Perseu! / @perseu.bastos


avatar PERSEU ADOLFO BASTOS GOMES
Perseu Adolfo Bastos Gomes
Trabalho na elaboração de estratégias para lançamento e desenvolvimento de negócios, produtos e serviços inovadores desde 2009. Acredito que modelos de negócio são finitos, mas o propósito das empresas pode ser duradouro e fonte de inovação constante. Por isso, ajudo empresas a inovarem e a se reinventarem no modo como geram valor para a sociedade.favorite_outline Seguir Perfil
capa Marketing Digital
Marketing Digital
people 2856 participantes
A comunidade tem como objetivo trazer o melhor das práticas de marketing digital e entregar conteúdos que ajudem a todos que participam da Comunidade Sebrae a melhorar o seu negócio e inspirar novas ideias na área de Marketing Digital!
fixo
Em alta
Quanto investir em tráfego pago
01 nov. 2022Quanto investir em tráfego pago
A Comunidade Sebrae mudou! Leia e entenda.
19 out. 2023A Comunidade Sebrae mudou! Leia e entenda.
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?