Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVarejo keyboard_arrow_rightArtigos

Setor de vendas é o que mais conta com profissionais freelancers no Brasil

avatar ANIELE KRAS BORGES BERNST
Aniele Kras Borges Bernstfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Setor de vendas é o que mais conta com profissionais freelancers no Brasil
Criado em 27 JUN. 2024
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Segundo pesquisa, 38% dos brasileiros trabalham atualmente como freelancers. Para 60%, possibilidade de maior ganho financeiro e administração de horários são as principais motivações


No mercado de trabalho, freelancer ou profissional autônomo é aquele que trabalha de forma independente, prestando serviços para empresas ou pessoas por períodos determinados de tempo ou por projetos, sem relação de emprego. No Brasil, as atividades autônomas são bastante populares e algumas áreas se destacam quando se pensa na atuação dos profissionais freelancers.


Em relação a este formato de trabalho, uma pesquisa realizada pela Onlinecurriculo, plataforma de currículos online, revelou os principais trabalhos como freelancer realizados pelos brasileiros. A área de vendas aparece em primeiro lugar com 30% das respostas. Na sequência, estão as atividades como aulas particulares (13%); design gráfico (13%); consultoria empresarial (11%); pesquisa de mercado (10%); redação e criação de conteúdo (9%), e organização de eventos (8%).


Para aqueles que atuam ou que gostariam de entrar no mercado como profissionais autônomos, é importante considerar que algumas carreiras possibilitam a inserção no mercado de trabalho como freelancer de forma mais orgânica. Algumas áreas são, inclusive, popularmente conhecidas por apresentarem oportunidades nessa modalidade.



Atualmente, 38% dos brasileiros trabalham como freelancers, sendo que 23% atuam de forma paralela ao trabalho principal, 11% trabalham apenas como autônomos, e 3% estão em processo de se tornarem freelancers em tempo integral. Outra parcela, correspondente a 10% das respostas, já atuou como freelancer, mas não segue mais no momento presente.


Os critérios essenciais para que um trabalhador considere atuar como autônomo são a possibilidade de maior ganho financeiro e independência com a administração de horários, ambos com 60% das respostas. Na terceira colocação, ganha destaque o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, indicado por 32% dos entrevistados; o trabalho no formato remoto, escolhido por 31%, e a oportunidade de crescimento profissional, para 25% dos respondentes.


Os números expressivos relativos ao setor de vendas demonstram um comportamento do mercado brasileiro. O ingresso na área é porta de entrada para muitos profissionais que estão iniciando sua carreira e buscando independência financeira, pois muitas vezes as vagas não exigem um alto grau de experiência ou escolaridade. As datas sazonais também colaboram significativamente para o trabalho autônomo no setor, pois datas comerciais, como Natal e Páscoa, ou mesmo momentos de alta temporada no verão, são períodos que proporcionam um grande número de contratações.


Metodologia


Entre os dias 13 e 14 de junho de 2024, a Onlinecurriculo ouviu 500 pessoas de diversos segmentos produtivos, faixas etárias, classes sociais e regiões do país. Mulheres e homens foram entrevistados individualmente, respondendo as perguntas através de questionário estruturado em formato online.

avatar ANIELE KRAS BORGES BERNST
Aniele Kras Borges Bernst
favorite_outline Seguir Perfil
capa Varejo
Varejo
people 3888 participantes
Um local criado para oferecer ao EMPRESÁRIO DO VAREJO conteúdos relevantes e atualizados, tendências, cursos e interação com atores do ecossistema, gerando conhecimento e networking.
fixo
Em alta
Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
09 nov. 2021Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
Como a automação industrial impacta nossas vidas
09 ago. 2021Como a automação industrial impacta nossas vidas
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?