Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightMulheres Empreendedoras keyboard_arrow_rightArtigos

Série 15x15 | Roseli Capra | Mulheres Empreendedoras

avatar ACEA EVGUENI RATCHEVA
Acea Evgueni Ratchevafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Série 15x15 | Roseli Capra | Mulheres Empreendedoras
Criado em 04 MAI. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Neste episódio da série 15x15 Mulheres empreendedoras, recebemos a Roseli Capra, produtora rural em Francisco Beltrão e vice-presidente da Associação de Produtores de Queijos Artesanais do Sudoeste (APROSUD). 


Uma das concorrentes do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. ela é um exemplo de como a especialização e a persistência são essenciais para alcançar o sucesso em um mercado tão competitivo quanto a agroindústria.


Nesta entrevista, Roseli conta sobre sua trajetória na produção de queijos artesanais, desde os grandes desafios enfrentados até a conquista de premiações pela qualidade dos produtos da Queijaria Vidalat, a qual ela é responsável.



A tradição familiar


Roseli conta que começou neste meio após seu casamento, isso porque a produção de queijos artesanais era uma tradição da família do seu esposo, há mais de 40 anos. Um dos seus primeiros desafios foi promover mudanças na receita que já passava por algumas gerações.



A especialização e a busca pela excelência


A persistência e a especialização foram essenciais para alcançar o sucesso e o reconhecimento que o produto tem hoje. Em 2008, a produtora fez um curso de queijos artesanais na Itália e trouxe novas ideias inspiradas em um mestre queijeiro italiano para melhorar a qualidade da receita.


Foi a partir deste curso que Roseli criou um fermento à base de iogurte, feito com o leite do próprio rebanho. A iniciativa também contribui para reduzir alguns custos de produção.


Ela reforça que a qualidade da matéria-prima é fundamental para produzir queijos mais saborosos. Por isso, o rebanho é criado em pasto, o que garante o bem-estar dos animais e um leite de qualidade. 



As melhorias na queijaria


Em 2017, Roseli fechou uma parceria com o Sebrae para reestruturar a agroindústria, o que incluiu projetos, instalação de programas de autocontrole, entre outras soluções, tudo para o bom para o desenvolvimento da queijaria familiar. 


Foram investidos cerca de R$ 50 mil para otimização dos processos produtivos, incluindo até calçamento na área de acesso até a o empreendimento.


Como resultado destas melhorias, a Queijaria Vidalat foi premiada com a medalha de bronze no 5º Concurso Queijo Brasil, em 2019.



Certificações da agroindústria


Um outro desafio enfrentado pelos pequenos produtores da agroindústria é a legislação rígida para o seguimento, o que dificulta a comercialização destes produtos.


Mesmo assim, em 2020 a Vidalat tornou-se a primeira agroindústria de queijo do Paraná a conseguir a certificação Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte do Paraná (SUSAF), que permite a venda do produto em todo o estado.


Além disso, a queijaria também foi uma das primeiras a conseguir o selo do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Agricultura de Francisco Beltrão, criado há mais de 20 anos.


Apesar dos desafios enfrentados pelos produtores de queijos artesanais no Paraná, há boas perspectivas para o futuro da atividade. 



Produção de queijos artesanais


A produção de queijos artesanais é uma atividade importante em diversas regiões do país. Seguindo técnicas e receitas passadas de geração em geração, confere aos queijos um sabor único e diferenciado.


O mercado para queijos artesanais vem crescendo no Brasil, com cada vez mais consumidores procurando por produtos diferenciados e de origem conhecida. 


Esta perspectiva só é favorável devido ao sucesso da produção leiteira, matéria-prima para queijos e outros derivados.



Produção de leite no Paraná


A produção de leite é uma importante atividade econômica para o Paraná, segundo maior produtor do país. A atividade gera empregos e renda para milhares de famílias, de forma direta e indireta como é o caso da Roseli.


Segundo dados divulgados pelo IBGE em 2022, o estado produziu cerca de 4,4 bilhões de litros ao longo de 2021, representando 12,5% da produção nacional.


As principais regiões produtoras de leite no Paraná são os Campos Gerais, o Sudoeste e o Oeste. Os Campos Gerais são a maior bacia leiteira do estado, com uma produção anual de cerca de 1,5 bilhão de litros de leite. Já o Sudoeste e o Oeste são regiões em expansão, com um grande potencial de crescimento. 


Na propriedade da família Capra, a produção diária de leite chega a 500 litros, com capacidade produtiva para mil litros por dia, resultando em cerca de 60 quilos de queijos artesanais diariamente destinados ao processo de cura.


Ficou inspirada com a história de sucesso da Roseli? Confira os próximos vídeos da nossa série 15x15 Mulheres Empreendedoras com as concorrentes do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios.


Não deixe de se increver em nossa comunidade, para acompanhar os próximos episódios dessa série de mulheres inspiradoras! 



Um abraço,


Acea / @acearatcheva



avatar ACEA EVGUENI RATCHEVA
Acea Evgueni Ratcheva
Mãe do Arthur | Head da comunidade Mulheres Empreendedoras | Especialista em Marketing Empresarial e Marketing Intelligence | Consultora no Sebrae Paraná | Empresária do segmento infantilfavorite_outline Seguir Perfil
capa Mulheres Empreendedoras
Mulheres Empreendedoras
people 1712 participantes
Somos uma comunidade de mulheres empreendedoras, que lutam diariamente para superar as dificuldades e chegarmos onde queremos! Somos fortes e empoderadas.
fixo
Em alta
Empreender é sobre Crescer e Contribuir
20 out. 2022Empreender é sobre Crescer e Contribuir
Seja a Influenciadora do seu negócio!
10 ago. 2022Seja a Influenciadora do seu negócio!
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?