Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

Segmentação de mercado e suas variações

avatar NICOLAS NERING
Nicolas Neringfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Segmentação de mercado e suas variações
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 08 DEZ. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Cada destino possui características diferentes, carregando consigo heranças históricas da sua fundação, além dos elementos naturais e construídos que compõem o território. Esse elementos influenciam muito nos segmentos do turismo que os destinos tem condições de atuar.


A segmentação no turismo se trata efetivamente de dividir os atrativos e equipamentos em pequenos grupos utilizando algum critério, como o principal público alvo, ou as características naturais, arquitetônicas, culturais, ou pelas principais atividades disponíveis.


Existem diferentes perspectivas de segmentação de mercado, que levam em consideração a oferta (tipos de empreendimentos) ou a demanda (tipos de públicos) dos destinos.


Sob a perspectiva da demanda, a segmentação leva em consideração as características da demanda: 


Além disso, esse tipo de segmentação ainda pode considerar os grupos de consumidores, como famílias, idosos, adolescentes, crianças, dentre outros.


Para a gestão e planejamento dos destinos, o mais usual é segmentar sob a perspectiva da oferta, uma vez que é o que há de mais concreto para ser analisado e desenvolvido, visto que boa parte dos equipamentos e atrativos já estão nos destinos.


Segmentar sob a perspectiva da oferta significa criar grupos considerando suas principais características, como as atividades desenvolvidas (pesca, agropecuária, indústria), os aspectos geográficos, históricos, arquitetônicos, urbanísticos, e ainda, determinados tipos de equipamentos.


Com base nisso, é possível criar segmentos que reúnem elementos similares. Alguns exemplos de segmentos são:



Importante mencionar que a identificação de segmentos em um destino não pode ser escrita sob pedras. Dada a flutuabilidade que o mercado apresenta, novos segmentos podem surgir, de maneira orgânica por algum acontecimento ou novo fato relevante no destino, ou de maneira criada, com novos investimentos em equipamentos que atuam em segmentos ainda não explorados.


Além disso, um empreendimento ou um grupo de empreendimentos pode ter seu segmento alterado pela transformação da principal característica do negócio. 


Isso pode ser percebido, por exemplo, quando um empreendimento rural, que atua na produção agropecuária, e aos finais de semana abre as porteiras para servir refeições tradicionais da região, tem um aumento tão grande na procura pela parte gastronômica que acaba deixando de lado a produção agropecuária. Assim, o turismo gastronômico se torna o foco, mas sem desconsiderar a atratividade que o meio rural tem. 


O exemplo acima ainda apresenta o que é considerado Turismo no Meio Rural, ou seja, quando outros segmentos se apropriam das paisagens e características do meio rural como forma de motivar seus clientes. O Turismo no MEIO RURAL não pode ser confundido com a essência do Turismo Rural, uma vez que é muito mais abrangente, reunindo empreendimentos de diversos segmentos dentro do território rural.


Compreender quais os segmentos que os destinos estão atuando contribuiu para o planejamento e gestão do turismo local, uma vez que as políticas públicas podem ser direcionadas para os segmentos considerados prioritários. 


Além disso, o conhecimento dos principais segmentos de destino auxilia na tomada de decisão de novos empreendedores sobre quais investimentos podem ter o melhor retorno no destino.


O projeto dos Agentes de Roteiros Turísticos, que iniciou em 2022, contribuiu para o levantamento de segmentos reais e potenciais nos destinos em que está atuando. 


O levantamento destes dados considerou os principais atrativos de cada destino, assim como as percepções dos visitantes e de liderança locais. Em São José dos Pinhais, Mandirituba e Tijucas do Sul, foram identificados 10 segmentos reais, e outros 05 segmentos com potencial de desenvolvimento.


Esses dados estarão disponíveis em breve, após a finalização e publicação do Estudo de Mercado Turístico dos municípios.

avatar NICOLAS NERING
Nicolas Nering
favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1275 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?