Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Sebrae em Dados - Farmácias e Drogarias

avatar TAIS MARA HORTELA
Tais Mara Hortelafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Sebrae em Dados - Farmácias e Drogarias
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 04 AGO. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Hoje no Sebrae em dados vamos falar sobre o comércio varejista de medicamentos, as farmácias e drogarias.


As atividades relacionadas à farmácia tiveram origem por volta do século 10, com as chamadas boticas ou apotecas e remédios feitos a mão. Nesse período, a medicina e a farmácia eram uma só profissão.


No século 18, a profissão farmacêutica se separa da medicina e fica proibido ser médico e proprietário de botica.

No Brasil, a profissão surgiu no período colonial, quando Diogo de Castro, o primeiro boticário foi trazido de Portugal pelo governador geral.


A partir de 1950, a sociedade passa a dispor dos serviços das farmácias e da qualificação do farmacêutico. Em meados de 1961 foi criado o Conselho Federal de Farmácia (CFF), que tem como função inscrever os profissionais, registrar as empresas, fiscalizar o exercício das atividades farmacêuticas e zelar pela integridade profissional.


O dia nacional da farmácia é comemorado em 05 de agosto.


Atualmente no país existem 191.689 estabelecimentos ativos. Sendo 36.059 filiais.


O Brasil é o principal mercado farmacêutico da América latina e responde por cerca de 2% da economia mundial.


Das 300 maiores empresas do varejo nacional, 21 são farmácias e drogarias (7% do total).

 

Farmácia ou drogaria?


A farmácia é responsável por manipular e formular medicamentos e para isso, em seu estabelecimento, é necessário ter um laboratório para tal função, mas ela também pode vender os medicamentos. E é representada pelo CNAE 4771-7/02 Comércio varejista de produtos farmacêuticos, com manipulação de fórmulas.


A drogaria é o local onde somente se comercializam medicamentos, em embalagens originais, já preparados, manipulados, então nela não há a necessidade de se ter um laboratório. E é representada pelo CNAE 4771-7/01 Comércio varejista de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas.


Fonte: Sebrae

As drogarias estão presentes em 95,94% dos municípios, e as farmácias em 8,03% dos municípios.


O Sudeste foi responsável por 48,6% do índice de compras em farmácias no ano passado. Logo após, o Nordeste com 19,6%, seguido do Sul com 16,3%, Centro-Oeste com 9,4% e, por último, a região Norte com 6,0%.

Em comparação com 2020, o Sul apresentou um crescimento de 61,1%.

Em seguida, a região Norte com 56,6%, Sudeste com 55,6%, Nordeste com 53,1% e, com apenas 31,4%, o Centro-Oeste ocupa o último lugar.

Por cidades, São Paulo aparece em primeiro lugar, sendo responsável por 24,7% do valor de faturamento das farmácias.

Em seguida, Minas Gerais com 11,3%, Rio de Janeiro com 10,7% e, por fim, o Rio Grande do Sul com 6,3%. Em relação a 2020, Santa Catarina foi a cidade com o maior crescimento em 2021, com um aumento de 69,8% no faturamento das farmácias.

Enquanto Goiás apresentou o menor desempenho, com um crescimento de apenas 6,6%.

Municípios com maior número de empresas ativas nos setores:

  • São Paulo, SP 8.054
  • Rio de janeiro, RJ 6.205
  • Brasília, DF 3.622

 

Os municípios que possuem maior número de empresas dos setores por Km² são:

  • São Caetano do Sul SP, 180 empresas, 12 por Km²
  • Olinda PE, 428 empresas, 11 por Km²
  • Nilópolis RJ, 198 empresas, 10 por Km²

 

Os municípios que possuem maior número de habitantes por empresas dos setores são:

  • Raposos, MG 8.251
  • Queluz, SP 6.894
  • Santa Isabel do Rio Negro, AM 6.642

 

Municípios com maior taxa de empreendedorismo nos setores:

  • Campos verdes, GO 0,79%
  • Ponte Branca, MT 0,46%
  • Severiano Melo, RN 0,46%

 

Porte das empresas

 As micro e pequenas empresas representam 87% de todas as farmácias varejistas do País. 


Fonte: Sebrae

  • ME 71%
  • EPP 11%
  • MGE 12%
  • MEI 04%
  • SFL 0,002%
  • GOV 0,001%
  • Inaptas 32% (possuem alguma pendência junto à Receita Federal)
  • Simples Nacional 50,5%

 

Inaptidão por porte

  • ME 82%
  • MGE 06%
  • MEI 06%
  • EPP 03%
  • SFL 0,005%
  • GOV 0,002%

 

Empresas por natureza jurídica

Fonte: Sebrae


Abertura

Devido ao cenário de pandemia enfrentado nos últimos 02 anos, os brasileiros precisaram redobrar a atenção em relação aos cuidados com a saúde, o que manteve a população ainda mais próxima das farmácias.


O faturamento do varejo farmacêutico aumentou de R$ 137,3 bilhões em 2020 para R$ 152,1 bilhões em 2021, o que representou um crescimento de 10,8%, segundo dados divulgados pela IQVIA no fim de janeiro de 2022.

Em 2021 foram abertos 12.758 estabelecimentos, o maior número dos últimos 09 anos. Sendo 11.274 drogarias e 1.158 farmácias.


A tendência dos últimos 05 anos foi de 8,63%.  E no último ano 2021/2022 as farmácias de manipulações tiveram aumento na tendência, foi de 12,88%, enquanto nas drogarias a tendência foi de 9,87%.


A variação empresarial de 2013 até 2022 foi de 19,43%.



Fonte: Sebrae

Abertura por porte

  • ME 72%
  • EPP 13%
  • MGE 12%
  • MEI 0,007%
  • SFL 0,001%
  • GOV 0%

 

Encerramento de empresas


No ano de 2020, o varejo farmacêutico enfrentou inúmeros desafios. Após a declaração da Organização Mundial da Saúde da pandemia de coronavírus, e as farmácias e drogarias precisaram se adaptar para lidar com gestão de estoque, vendas digitais, diversificação de produtos de higiene e testagem de Covid-19.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa adaptabilidade gerou um crescimento de 7,4%.

A taxa de mortalidade das atividades varejistas de medicamentos é de 18,94%. Em 2021 foram encerradas 6.119 empresas. A média de encerramentos se manteve nos últimos 06 anos.

 

Fonte: Sebrae

Municípios com maior taxa de mortalidade nos setores:

  • Águas de São Pedro, SP 300%
  • Pedras Altas, RS 300%
  • Santa Barbara do Monte Verde, MG 200%

 

Maturidade

A idade média das empresas é de 15 anos


Fonte: Sebrae

Os setores são considerados consolidados em todo país.  A maturidade é de 73,56%, ou seja, em todos os estados 50% ou mais das empresas possuem acima de 3,5 anos.


Os estados Amazonas, Amapá e Roraima, possuem grande oportunidade para quem pretende investir no setor, por serem estados a menor taxa de maturidade.


 A média é de 02 sócios por empresa, e o número de habitantes por empresa é de 1113 pessoas.

 

Estados com maior número de farmácias estabelecidas:

  • Paraná 82,60%
  • Rio Grande do Sul 81,90%
  • Minas Gerais 81,10%

 

Municípios com maior número de farmácias estabelecidas:

  • São Paulo, SP 3.996
  • Rio de Janeiro, RJ 2.814
  • Brasília, DF 1.560

 

Empregos

O saldo de empregos em 2021 foi de 41.221 novas vagas.


Houve 245.129 contratações, e 203.908 demissões.


O volume de contratações no setor é recorde, segundo indicadores da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).


As micro e pequenas empresas contrataram 33.989 novos trabalhadores, enquanto as média e grandes empresas contrataram 7.230 novos trabalhadores.

 

Fonte: Sebrae

O advento dos serviços clínicos, como os testes rápidos, as aplicações de vacinas e testes de glicemia e pressão arterial, também ajuda a explicar o aumento a escalada de empregos.


Para absorver esse novo perfil de atuação, o volume de farmacêuticos contratados cresce na mesma proporção. Do total de profissionais, 28.686 (20%) são farmacêuticos.

 

Municípios com maior geração de empregos:

  • Eldorado do Sul, RS - 1,43% da população
  • Passabém, MG 0,25% da população
  • Imbé, RS 0,23% da população

 

Dados das contratações:

  • Mulheres 67,23%
  • Homens 32,77%
  • Trabalhadores portadores de deficiência 2,46%
  • Trabalhadores tempo parcial 1,11%
  • Trabalhadores intermitentes 0,004%
  • Primeiro emprego 03%

 

Escolaridade dos trabalhadores

  • Ensino médio completo 65%
  • Superior completo 23%
  • Superior incompleto 03%
  • Ensino médio incompleto 03%
  • Ensino fundamental completo 02%

 

Trabalhadores por raça:

  • Branca 43%
  • Parda 40%
  • Não identificada 09%
  • Preta 05%
  • Amarela 0,05%
  • Indigna 0,01%

 

Idade

  • 18 á 24 anos 24%
  • 25 a 29 anos 29%
  • 30 a 39 anos 31%
  • 40 a 49 anos 15%
  • 50 a 64 anos 06%
  • 65 anos + - 0,04%

 

A varejo farmacêutico tem grandes perspectivas de crescimento em função de fatores variados, como o envelhecimento da população e a chegada de cada vez mais opções de produtos no mercado.


Antes, farmácias e drogarias eram vistas como espaços para curar doenças e aliviar a dor. Hoje, a missão dos pontos de vendas é muito mais ampla. Eles passaram a desempenhar papéis relacionados à prevenção, bem-estar e cuidados pessoais.


Algumas redes de farmácia possuem uma enorme variedade de categorias, itens que vão muito, mas muito além de medicamentos, pomadas e injeções.


As farmácias e drogarias têm se tornado um ponto de conveniência para muitas pessoas.

 

 

Gostou do texto? Está pensando em empreender?


Participe da comunidade e fique por dentro de todos os dados.


Sugira a atividade para podermos ajudá-lo!


Este conteúdo é exclusivo do Sebrae Pr e foi processado na base de dados colaborativa da própria entidade.


Fontes: Sebrae / Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFARMA) / Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma)

avatar TAIS MARA HORTELA
Tais Mara Hortela
Unidade de Gestão Estratégica Sebrae Pr favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5310 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza