Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Sebrae em dados - Serviços funerários

avatar TAIS MARA HORTELA
Tais Mara Hortelafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Sebrae em dados - Serviços funerários
Criado em 24 MAR. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Olá, no Sebrae em dados dessa semana falaremos sobre os Serviços funerários!

 

Temos muitas novidades programadas, que tal se inscrever gratuitamente na comunidade novos negócios para não perder nenhuma novidade?

                   funny-animals-goodnight.gif (340×256)


A história das funerárias remonta aos tempos antigos, onde a morte era vista como um evento sagrado e importante, e os rituais funerários eram realizados com grande pompa e circunstância. No Egito antigo, por exemplo, os mortos eram mumificados e enterrados com todos os seus pertences para a vida após a morte.


Na Grécia Antiga, a morte era vista como um evento natural e os funerais eram realizados com simplicidade. Na Idade Média, a Igreja Católica assumiu o controle dos rituais funerários e a cremação foi proibida. Durante a Renascença, a arte funerária se tornou uma forma de expressão e os túmulos eram decorados com esculturas e pinturas elaboradas.


Foi na era vitoriana que as funerárias se tornaram um negócio lucrativo. As famílias ricas contratavam funerárias para realizar cerimônias elaboradas e personalizadas.

No século XX, as funerárias se modernizaram e se tornaram mais padronizadas. A cremação se tornou mais popular e as funerárias começaram a oferecer mais opções de urnas e serviços de cremação.


No Brasil o mercado funerário tem crescido, impulsionado pelo aumento da população e pela necessidade de atender as demandas relacionadas à morte e ao luto. Atualmente no Brasil existem 14.397 empresas especializadas em serviços funerários.


Fonte: Sebrae


 Esses serviços são:



Fonte: Sebrae


Os serviços incluem a preparação do corpo, o transporte, a escolha do local de sepultamento ou cremação, a organização do velório, entre outros serviços relacionados ao funeral. A cremação tem se tornado cada vez mais popular no país, especialmente nas grandes cidades, devido à falta de espaço nos cemitérios e ao menor custo em comparação com o sepultamento.


A atividade está presente em 4.35 municípios registrados no Brasil.

 

Municípios com maior e menor número de empresas:

Maior - São Paulo - SP: 463

Médio Manaus - AM: 179

Menor Bom Jesus - SC: 1

 

Os municípios que possuem maior e menor número de empresas por Km² são:

Maior São Caetano do Sul - SP: 68 empresas, com a taxa de 4,42 por km²

Médio Natal - RN: 72 empresas, com a taxa de 0,45 por km²

Menor São Francisco de Itabapoana - RJ: 12 empresas, com a taxa de 0,01 por km²

 

Os municípios que possuem maior e menor número de habitantes por empresa:

Maior Itú - SP: 44.288

Médio - Cambira PR: 7.967

Menor Pequi - SC: 2.229

 

Porte das empresas

As micro e pequenas empresas representam 91% de empresas de serviços funerários do país.

  

Fonte: Sebrae


Microempreendedor individual (MEI): 15,3%

Microempresa (ME): 65%

Empresas de pequeno porte (EPP): 10%

Média e grande empresa (MGE): 07%

Sem fins lucrativos (SFL): 0,02%

Governamentais (GOV): 0,005

 

Saldo de empresas

 

A abertura de empresas de serviços funerários no Brasil é regulamentada por lei e pode variar de acordo com as legislações específicas de cada estado e município. Geralmente, a abertura de empresas desse ramo exige a obtenção de uma série de autorizações e licenças específicas, além de cumprir normas sanitárias e ambientais.


Nos últimos 12 meses foram abertas 1.228 empresas de serviços funerários no Brasil, e encerradas 693.  O saldo é 535 novas empresas no mercado.


 A variação empresarial dos últimos 05 anos foi de 26,77%, sendo 2021 o ano com maior número de abertura de empresas do ramo nos últimos 10 anos, com 1.519 novos estabelecimentos comerciais no setor.


Fonte: Sebrae


É importante ressaltar que o setor funerário é considerado uma atividade essencial e, portanto, tem uma demanda relativamente estável ao longo do tempo. No entanto, como em qualquer outro setor, as empresas do ramo podem enfrentar desafios e dificuldades em momentos de crise ou mudança no mercado.


A taxa de mortalidade é de 22,94%.  Confira a taxa dos últimos 5 anos, de acordo com o porte da empresa.


Fonte: Sebrae


Municípios com maior taxa de mortalidade:

Maior: Tocantins, MG: 120%

Médio: Seabra, BA: 50%

Menor: Telêmaco Borba, PR: 25%

 

 

Maturidade

A idade média das empresas é de 12 anos.


Fonte: Sebrae


O setor é considerado estabelecido, já que 73,29% das empresas possuem idade superior a 3,5 anos. O mesmo tem se destacado por sua capacidade de inovação, buscando constantemente novas soluções e tecnologias para melhorar a qualidade dos serviços e atender às necessidades dos clientes. Algumas das inovações recentes incluem a utilização de urnas biodegradáveis, o desenvolvimento de aplicativos para contratação de serviços funerários e a oferta de serviços personalizados, que atendem às demandas específicas de cada cliente.


No entanto, apesar dos avanços, ainda há desafios a serem enfrentados pelo setor funerário no Brasil, como a necessidade de ampliar a oferta de serviços mais acessíveis e aprimorar a qualidade do atendimento aos clientes. A regulamentação do setor funerário no Brasil é bastante rigorosa, com diversas normas e exigências que visam garantir a qualidade e a segurança dos serviços prestados.

 

Estados com maior e menor número de empresas estabelecidas:

Maior: Mato Grosso do Sul, SP: 89,10%

Menor: Ceara: 67,37%

 

Empregos

O setor funerário oferece diversas oportunidades de emprego em diferentes áreas, desde funções administrativas até atividades operacionais. Alguns exemplos de empregos no setor funerário incluem:

  • Auxiliar de serviços funerários: responsável por auxiliar na preparação do corpo, transporte e realização do sepultamento.
  • Agente funerário: responsável por prestar atendimento ao cliente, realizar a venda de serviços funerários e coordenar os preparativos do velório e sepultamento.
  • Embalsamador: profissional responsável por preparar o corpo do falecido para o velório e sepultamento, realizando técnicas de conservação e embelezamento.
  • Motorista de veículos funerários: responsável por conduzir o veículo que transporta o corpo do falecido.
  • Técnico em necropsia: profissional que realiza a análise do corpo para determinar a causa da morte, em casos de investigação policial.


Além dessas funções, as empresas do setor funerário também precisam de profissionais nas áreas de administração, financeiro, marketing, recursos humanos e tecnologia da informação, entre outras.


Vale ressaltar que os profissionais do setor funerário precisam ter uma grande dose de empatia e sensibilidade para lidar com pessoas em um momento de grande dor e fragilidade emocional. Além disso, a atividade exige uma grande disponibilidade de horários, já que o atendimento pode ser necessário a qualquer momento do dia ou da noite.


O saldo de contratações em 2022 foi de 49.968 novas vagas.

Contratações: 50.399

Demissões: 431


Saldo empregos


Fonte: Sebrae


Total de empregos


Fonte: Sebrae


Desse saldo total, as Micro e Pequenas Empresas foram responsáveis por 73,7% das novas contratações.



Fonte: Sebrae



Média salarial

Fonte: Sebrae


Gostou do texto? Está pensando em empreender? 

Clique aqui! e fique por dentro de todos os dados. 

Ao participar da comunidade você pode publique também seus conteúdos e suas ideias!

 

Sugira nos comentários uma atividade para podermos ajudá-lo! 

 

Fontes: Sebrae

avatar TAIS MARA HORTELA
Tais Mara Hortela
Unidade de Gestão Estratégica Sebrae Pr favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5317 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?