Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightAmbientes de Inovaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

O quanto uma empresa perde em não inovar?

avatar TATIANA FIUZA DOURADO BASTOS
Tatiana Fiuza Dourado Bastosfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
O quanto uma empresa perde em não inovar?
Criado em 08 JUN. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Já ouvimos muito sobre empresas que não inovaram e faliram, como a Kodak e a Xerox. Ou mesmo a frase quem não inova, morre. Mas, por que uma empresa perde em não inovar? Por que empresas que não inovam fecham suas portas ou perdem significativamente a competitividade?

Porque a inovação faz parte do sistema capitalista e ela é um dos fatores que faz esse sistema se mover. Mas, o que tem isso a ver com minha empresa? Simples: sua empresa faz parte do sistema e se ela não criar condições para inovar, o fim pode ser mesmo o fechamento das portas.

De fato, o que se perde?

  1. Redução do faturamento visto que uma hora o produto ou serviço atual já estará muito difundido;
  2. Perda de mercado já que logo concorrentes farão algo melhor;
  3. Distanciamento dos clientes as relações empresas/clientes são cada vez mais destacadas e os clientes estão mais exigentes com marcas que trazem novas formas de atuação;
  4. Atraso tecnológico hoje você pisca o olho e a tecnologia mudou. Se não se adaptar, os processos serão lentos e a empresa acabará gastando muito mais;
  5. Recursos humanos menos comprometidos as equipes são motivadas pelos novos desafios. Ninguém quer mais atuar apenas batendo carimbo.

Para não perder, é preciso entender a inovação como um sistema

Primeiro, é preciso entender o que é inovação. E para entender o quanto se perde, também é preciso entender o quanto se ganha ao inovar.

  • Oportunidades de novos mercados;
  • Possibilidades de redução de custos;
  • Ampliação de portfólio de produtos;
  • Melhora da eficiência tecnológica;
  • Melhoria em processos, produzir mais com menos tempo; entre outros.

Se há muito a se ganhar, porque as empresas deixam de inovar? Porque a rotina do dia a dia as engole! Há uma luta diária da empresa em manter bem sua gestão financeira, suas rotinas de marketing, a gestão de pessoas, a logística Enfim, uma série de ações fundamentais no meio empresarial.

Nessa avalanche de coisas e problemas a se tratar, a inovação é deixada de lado. Ou, quando muito, sob a responsabilidade de um único departamento. A grande questão é que quando não há o pensamento para a promoção da inovação como uma ação sistêmica dentro da empresa, corre-se o risco de atuar apenas pontualmente, com pequenas melhorias.

Perde em não inovar aquele que faz só melhorias

Também é preciso entender que inovar não é sinônimo de melhorar. Sim, uma melhoria SIGNIFICATIVA pode representar a inovação. Mas, uma simples melhoria é apenas uma simples melhoria.

Fazer pequenas alterações pode até, num primeiro momento, trazer um retorno para a empresa, mas uma hora isso acaba. Ou seja, somente a visão sistêmica para a busca da inovação será capaz de ampliar as condições de uma empresa em se manter no mercado. Por isso, a gestão da inovação é tão importante.

É preciso olhar o presente e planejar o futuro

Nesse aspecto, uma empresa deve sempre olhar o presente e gerenciar suas rotinas. Mas, é preciso ter estratégia e pensar à frente, no futuro. Qual solução vamos lançar ano que vem? Como vamos buscar inovações no mercado, com startups ou universidades?

Assim, como uma ação rotineira das atividades empresariais, a busca pela inovação deve também ser constante. Neste sentido, podemos criar a rotina da ideia à inovação. Uma atuação que envolve sempre a busca de ideias para resultar em novas soluções, processos ou produtos.

Se de fato a inovação é a mola propulsora do sistema capitalista, nenhuma empresa, que pretende se manter no mercado, pode se dar ao luxo de não inovar.

avatar TATIANA FIUZA DOURADO BASTOS
Tatiana Fiuza Dourado Bastos
Gestora, scia da Vlinder Estratgias para Inovao. Atuante no ecossistema de inovao de Londrina e atuou tambm no de Florianpolis. Mestre em Propriedade Intelectual e Transferncia de Tecnologia pelo PROFNIT-UEM. Mestre em Geografia pela UEL.favorite_outline Seguir Perfil
capa Ambientes de Inovação
Ambientes de Inovação
people 1332 participantes
Os ambientes promotores de inovação são ativos de transformação dos ecossistemas. Por isso, criamos aqui um espaço para compartilhar conhecimento e experiências que podem ajudar os empreendedores e heads de inovação. Conecte-se agora e faça parte desta comunidade você também!
fixo
Em alta
O que é Inteligência Artificial?
25 nov. 2023O que é Inteligência Artificial?
Economia Circular: Importância e Desafios
05 dez. 2023Economia Circular: Importância e Desafios
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?