Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightDo Campo à Mesakeyboard_arrow_rightArtigos

Projeto de Indicação Geográfica Mel de Prudentópolis

avatar MARIA ISABEL ROSA GUIMARAES
Maria Isabel Rosa Guimaraesfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt3
Projeto de Indicação Geográfica Mel de Prudentópolis
3 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 29 JUN. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Os produtos de origem reconhecidos como Indicações Geográficas (IGs) guardam forte relação com a natureza, as pessoas, a cultura e as tradições. Nessa perspectiva, surgem como ferramentas para promoção da sustentabilidade das regiões em que se encontram e como alternativa de diferenciação e promoção dos produtos locais.

A IG traz reputação, identidade própria e valor intrínseco ao município, distinguindo-o em relação aos similares disponíveis no mercado. O mel de Prudentópolis apresenta uma qualidade única em função de recursos naturais, como clima, vegetação, solo e força de trabalho. 

Prudentópolis, na região Oeste do Paraná, possui tradição de produção de mel, apoiada por uma rede organizacional: fazem parte da Associação Prudentopolitana de Apicultores e Meliponicultores (APAM) 140 produtores. A produção de mel é o carro-chefe da região, garantindo o título de maiores produtores de mel  produzido por abelhas sem ferrão do Paraná.



Abelha jataizinho e o mel multifloral


Embora a cidade conte com várias espécies de abelha, a predominância é da Tetragonisca angustula, também conhecida como Jataí ou jataizinho.  Essa espécie tem algumas vantagens sobre as africanizadas ou europeias, pertencentes à família Apis: é uma abelha bastante rústica, com grande capacidade para fazer ninhos e sobreviver em diferentes ambientes, inclusive em zonas urbanas.

A jataizinho possui cor amarelo-ouro e tem corbículas pretas (aparelho coletor onde o pólen é recolhido). Sua principal característica é não  possuir ferrão,  característica que permite que ela seja criada perto de casa, de pessoas e animais sem oferecer riscos de ataques.

O diferencial da produção de mel em Prudentópolis é classificada como multifloral ou polifloral, proveniente de diversas flores com néctares de características fisicoquímicas únicas, inalteráveis e inimitáveis que vem conquistando o mercado.



A capital do mel


Desde 1980, Prudentópolis é conhecida como Capital do Mel que, além de agregar renda ao pequeno produtor, a produção tem contribuído com a sustentabilidade e conservação do meio ambiente.

De acordo com o registro de Identificação Geográfica (IG), os fatores naturais de vegetação e características geográficas da região são únicas e também se destacam, possibilitando a produção de mel de qualidade e diferenciados. Assim, com a IG, os produtores podem ter seus produtos protegidos, gerando estímulo ao desenvolvimento econômico sustentável.



Apoio aos produtores


Além de contar com um ambiente propício para a produção de mel, os produtores têm contado com a assistência técnica da Secretaria Municipal de Agricultura, que viabiliza recursos e elaboração de projetos. Também há parceria com a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), que tem desenvolvido desde 2007 projetos de extensão e pesquisa relacionados à apicultura na região em parceria com a APAM e outras instituições.

Vale ressaltar que a associação tem atuado na organização do setor, com o apoio na aquisição coletiva de insumos; assistência técnica em parceria com a Emater; desenvolvimento com o Sebrae e cursos em parceria com o Senar, além da criação de novas técnicas para o aumento de produtividade.

Quer saber mais sobre o Programa Origens Paraná? Acesse o link e saiba tudo sobre atuação,análise do potencial, estruturação, mercado, visibilidade e muito mais!

avatar MARIA ISABEL ROSA GUIMARAES
Maria Isabel Rosa Guimaraes
Pós graduada em Empreendedorismo. Trabalha no Sebrae na área de Agronegócios há 15 anos. Participou de várias missões técnicas para conhecer experiências no Agronegócios em países como Holanda, Alemanha, Itália, Franca, Argentina, Colômbia, Chicago, NZ e Austrália.favorite_outline Seguir Perfil
capa Do Campo à Mesa
Do Campo à Mesa
people 1663 participantes
Você produtor, empresário, técnico e curioso do setor de agronegócios, alimentos e bebidas é nosso convidado especial para fazer parte desse espaço para quem busca conhecimentos sobre tecnologias, inovações, tendências, legislações, ou seja, novidades para o setor/segmento de agronegócios/alimentos e bebidas. Participe! Acesse, escreva e compartilhe artigos, entrevistas, vídeos e orientações.
fixo
Em alta
Dispara pedido de recuperação judicial por produtor rural
07 fev. 2024Dispara pedido de recuperação judicial por produtor rural
Como o ERP pode ajudar no setor de alimentos
29 mar. 2023Como o ERP pode ajudar no setor de alimentos
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?