Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Perdi o meu emprego na pandemia, devo abrir meu próprio negócio?

avatar THIAGO GOMES MARIA
Thiago Gomes Mariafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Perdi o meu emprego na pandemia, devo abrir meu próprio negócio?
Criado em 04 JUN. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Em um cenário de recessão e elevado desemprego, é comum as pessoas buscarem uma fonte alternativa e/ou temporária de rendimento, muitas às vezes informal. Em muitos casos optam por ter o seu negócio próprio.

E a grande pergunta que nós consultores somos questionados constantemente é: Qual empreendimento dá certo?, nesse momento me lembro da expressão: O jeito errado de se fazer uma pergunta.

O objetivo é nobre, pois a pessoa não quer errar, por esse motivo trago algumas reflexões essenciais, para quem deseja empreender, seja abrindo uma empresa ou adquirindo uma já em funcionamento.

Precisamos fazer análise internas e externas as questões internas a serem pensada são:

A sua capacidade de investimento é adequada para iniciar o seu novo negócio?

Lembrando que você deve considerar o investimento em reforma e infraestrutura; Equipamentos; Estoque adequado; Marketing, além de não ignorar o capital de giro necessário para cobrir os custos fixos dos meses iniciais.

O seu objetivo pessoal está alinhado com a realidade do negócio escolhido em curto, médio e longo prazo?

Afinal os bons frutos são colhidos a médio e longo prazo, se o seu plano pessoal ou estilo de vida for divergente do segmento escolhidos, em algum momento você terá que administrar uma situação desconfortável.

Qual a sua disposição de vontade de aprender?

Afinal um empreendedor tem que buscar constante conhecimento para manter-se competitivo no mercado em que atua, além de ser persistente para superar as adversidades.

Mas as questões principais a serem respondidas são:

qual o tipo de atividade mais se encaixa ao seu perfil? E Quais competências você dispõe que podem ser utilizadas nesse novo negócio?

Quando falo em competências estou me referindo a conhecimento técnico e habilidade pessoais que você pode empregar nesse novo negócio e que podem favorece-lo, afinal de contas, altos ganhos é consequência de um trabalho bem feito.

Portanto não tome nenhuma decisão no calor das emoções, ao brigar com o seu chefe ou ao assistir uma reportagem motivadora. Agir é fundamental, porém correr risco calculado é essencial, por isso um um planejamento minimizará consideravelmente os riscos inerente do seu negócio.

Muito bem agora que você já fez uma autoanálise e está determinado a investir, sugiro que analise os fatores externo antes de formalizar o seu CNPJ que são:

O faturamento médio mensal e o lucro atende a sua expectativa? E o negócio proporcionará um pró-labore é satisfatório para o seu estilo de vida?

A rotina, dimensionamento da equipe, turnos e os principais desafios inerente ao negócio? Você está disposto a enfrenta-lo?

Por isso o primeiro caminho seria realizar uma rápida pesquisa sobre o segmento e avaliar se as suas habilidades e energia interna são o suficiente para superar esses obstáculos. A pesquisa realizada foi animadora?

Chegou a hora de fazer uma rápida análise de viabilidade financeira e para isso teremos que ter uma calculadora.

Existe diversas análise de performance financeira indicada, que considero válida a ser feita, porém em uma análise rápida, poderá fazer uso de dois indicadores sugerido abaixo:

Rentabilidade: É o percentual do rendimento gerado a partir de um investimento; quando você opta por poupar o seu dinheiro você escolhe entre a poupança e outros investimento e o fator que define aonde você guardará o seu dinheiro é pelo meio que gera mais rendimento, não é mesmo?

A fórmula a ser aplicada é : Cálculo: Rentabilidade = (Lucro Líquido/Investimento) * 100

Outro indicador recomendado é o PAYBACK: Este indicador revela o tempo do retorno de um investimento ao bolso do empresário, payback= Investimento/ganhos no período

Perceba a diferença entre os indicadores, enquanto a rentabilidade informa o rendimento o percentual de rendimento alcançado que obterá no novo negócio o payback projeta quanto tempo o dinheiro retornará ao seu bolso.

A média recomendável de mercado para um investimento em um negócio deve ser: uma rentabilidade superior a 3,5%, e um tempo de retorno estimado entre 12 a 36 meses.

Após esses cálculos os números foram animadores excelente, agora recomendo gastar um tempo maior investigando os números e uma possível análise de viabilidade financeira.

Iniciar um novo negócio envolve diversos riscos, e o empreendedor é capaz de enfrentar esse desafio sem colocar tudo a perder, evitando agir de forma impensada, portanto antes de tomar uma decisão no calor do momento ele faz análise do cenário sobre diversas perspectiva.

Quem tem a habilidade de correr risco calculado, tem 3 comportamentos, que apresentarei no vídeo a seguir:

avatar THIAGO GOMES MARIA
Thiago Gomes Maria
Possui graduação em Administração de empresas e Ciências contábeis, com 3 especialização: Gestão contemporânea de pessoas; Gestão da Qualidade e processos e Gestão de projetos, e 2 formações livres Profissional & Self coach e Perícia judicial; Atua como consultor, professor e palestrante desde 2008, nesses 15 anos de atuação, atendeu mais de 700 empresas em diferentes segmentos e estruturou mais de 30 franquias. Com mais de 10 mil horas de atuação em consultoria e 5600 horas em treinamento gerou o reconhecimento de profissional com elevada competência de gestão sistêmica e visão estratégica, sendo fundamental para alcançar excelentes resultados. favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5260 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?