Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightAmbientes de Inovaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

O Valor da Educação - Ensino Superior, produto ou processo?

avatar BRUNO GUILHERME DE CASTRO OLIVEIRA
Bruno Guilherme De Castro Oliveirafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
O Valor da Educação - Ensino Superior, produto ou processo?
Criado em 30 MAI. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

 

Em sua brilhante palestra, o filósofo Mario Sergio Cortella nos leva a uma reflexão: Estaríamos na era da despamonhalização? Em uma sábia analogia onde o processo de se fazer aquele provincial doce de milho, a pamonha, que envolvia acordar cedo para colher o milho até o limiar do final do dia aonde depois de todo um laborioso processo de trabalho e acima de tudo convivência, chegava-se ao produto final. Hoje se compra pronta na porta de casa. 
 

O mérito não se encontra entre divagar entre o certo e errado, mas chamar a atenção para a perda da capacidade da sociedade em refletir e reconhecer que mesmo um simples produto comprado rapidamente em um fast-food existe porque atrás houve todo um processo que levou tempo, trabalho e comprometimento de outro indivíduo.
Jogando essa visão para o ensino, atente como é encarado hoje o ensino superior no Brasil, o ensino é visto como um produto se estudamos em uma instituição particular nosso jargão é estamos pagando se em uma pública é pagamos impostos por isso, ótimo, conhecemos nossos direitos. 
Mas sejamos sábios e se formos prepotentes para um dia dizer isso que tenhamos consciência que estamos pagando, por um processo e não por um produto.
Qual a diferença? Toda. Um processo é um método, conjunto sequencial e peculiar de ações para determinado fim, ao comprarmos ensino não compramos conhecimento, mas sim um meio pelo qual podemos de acordo com nossa competência alcançar um limiar de conhecimento que o mercado de trabalho exige.
Tenho a experiência de ter transitado em curto espaço de tempo dos bancos de alunos para a bancada de professor, essa ampliação de horizonte me permite hoje dizer que é preocupante a ânsia do aluno em esperar que ao fazer um curso superior, seja qual for, isso lhe garantirá estabilidade no mercado de trabalho, sem se preocupar com a sua participação nesse processo. Um processo, para que atinja seu fim, no nosso caso conhecimento em determinada área, exige uma entrada para ter uma saída, essa entrada nada mais é do que nosso comprometimento que muitas vezes deixamos de dar.

A outra faceta do imediatismo nos remete a busca desenfreada por respostas prontas, quem de nós nunca quis uma resposta sem nem ao menos entender a pergunta? Estamos perigosamente nos afastando do maior questionador da história, Sócrates que através de suas dúvidas era levado a experimentações, a indagações, a constatações, a novas perquirições, formando, dessa maneira, um imenso círculo-vicioso, que realimentava continuamente o processo.

Precisamos o quanto antes aprender a perguntar antes de responder.
Milhares de alunos frequentam universidades todos os dias e anseiam saber as respostas das provas, mas quantos buscam saber que novas perguntas podem ser feitas? O mercado não vai te fazer as perguntas da prova, seu empregador não vai te dar pontos no salário pelo trabalho que você fez em sala, mas o mundo vai te dar perguntas, você esta comprometido com o seu processo?


Educação não significa tirar diplomas de perícia em comércio, em mineração, em botânica, em jornalismo, ou epistemologia; significa, através da absorção da herança moral, intelectual e estética da raça humana, alcançarmos o controle tanto de nós mesmos como do mundo exterior; significa escolhermos o melhor como o associado do nosso corpo e do nosso espírito; significa aprendermos a adicionar a cortesia à cultura, a sabedoria ao conhecimento e a indulgência à compreensão. Quando produzirão nossos colégios homens assim?. Will Durant.


Prof. Adm . Bruno Oliveira

avatar BRUNO GUILHERME DE CASTRO OLIVEIRA
Bruno Guilherme De Castro Oliveira
favorite_outline Seguir Perfil
capa Ambientes de Inovação
Ambientes de Inovação
people 1327 participantes
Os ambientes promotores de inovação são ativos de transformação dos ecossistemas. Por isso, criamos aqui um espaço para compartilhar conhecimento e experiências que podem ajudar os empreendedores e heads de inovação. Conecte-se agora e faça parte desta comunidade você também!
fixo
Em alta
O que é Inteligência Artificial?
25 nov. 2023O que é Inteligência Artificial?
Economia Circular: Importância e Desafios
05 dez. 2023Economia Circular: Importância e Desafios
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?