Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightMarketing Digitalkeyboard_arrow_rightArtigos

O impacto do apagão das redes sociais nos pequenos negócios

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Limafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt2
O impacto do apagão das redes sociais nos pequenos negócios
2 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 16 NOV. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

A semana começou com fortes emoções no mundo digital. Logo no início da tarde desta segunda-feira (04/10), Whatsapp, Instagram e Facebook ficaram completamente fora do ar. 

Essa não foi a primeira vez e com certeza não será a última, porém essa foi a que pode ter gerado mais prejuízos financeiros para prestadores de serviços, empreendedores, pequenas e grandes empresas e mercados dos mais diversos segmentos e tamanhos.

Principalmente esse período sem o Whatsapp impactou muito nos negócios. Ele virou uma ferramenta de uso no nosso dia-a-dia, seja para comunicação com os amigos e familiares quanto para os negócios. Muitas empresas utilizam o whatsapp como uma ferramenta de vendas.

Em Junho o Whatsapp anunciou que, no Brasil, existem cerca de 5 milhões de contas Business. Atualmente, mais de 175 milhões de pessoas trocam mensagens com uma conta do WhatsApp Business diariamente. E mais de 40 milhões de pessoas acessam um catálogo de empresas no aplicativo, sendo mais de 13 milhões só no Brasil.

Meus negócios pararam

De uma vez só, pararam de funcionar o Facebook, o Instagram e o WhatsApp - de longe, o aplicativo de mensagens mais usado pelos brasileiros. E mais difícil do que se adaptar a essa parada repentina é calcular o tamanho dos prejuízos que ela provocou.


Essas horas de apagão digital representaram uma verdadeira angústia na vida de muitas pessoas, cujos minutos contabilizados a cada olhada no relógio foram rapidamente convertidos em milhares de reais de prejuízo. No caso do próprio Facebook, o tombo no valor de mercado foi de US$ 6 bilhões em um único dia.

O apagão do WhatsApp, do Instagram e do Facebook teve grande impacto financeiro e gerou prejuízos nos mais variados tipos de negócios. Nas companhias que têm funcionários trabalhando de casa, a comunicação ficou prejudicada. Consultórios, serviços tiveram dificuldade de confirmar agendamentos. Sem falar de autônomos e pequenas empresas que ficaram "fora do ar" com as três redes sociais.

Previna-se

Somos uma sociedade que, cada vez mais, constrói formas de viver e trabalhar que dão como certo o fato de que estaremos sempre conectados à internet e quando algo como o que aconteceu na segunda acontece, ficamos perdidos.


        

Para isso, estruture sua empresa para que tenha o plano B sempre a postos. Para a comunicação interna com seus colaboradores, estabeleça qual ferramenta deverá ser utilizada caso alguma dessas fique fora do ar.

Já o contato com os clientes pode ser feito também por outras ferramentas, inclusive através de ligações. Deixe sempre todos os seus contatos disponíveis em seu site, google meu negócio e demais canais de atendimento e mantenha-os atualizados. 


Conta pra mim, como foi sua experiência sem as redes sociais?

Um abraço, Bianca Becker.


avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Lima
Sou Estrategista Digital, Produtora de conteúdo e Coordenadora da Comunidade Sebrae. Formada em Administração de Empresas, pós graduada em Marketing pela PUC/PR, tenho especializações em Marketing Digital. Apaixonada pelo vídeomarketing, também ensino pessoas a gravarem vídeos e atuarem no Instagram. Trabalho no Sebrae/PR há 10 anos :)favorite_outline Seguir Perfil
capa Marketing Digital
Marketing Digital
people 2875 participantes
A comunidade tem como objetivo trazer o melhor das práticas de marketing digital e entregar conteúdos que ajudem a todos que participam da Comunidade Sebrae a melhorar o seu negócio e inspirar novas ideias na área de Marketing Digital!
fixo
Em alta
Quanto investir em tráfego pago
01 nov. 2022Quanto investir em tráfego pago
A Comunidade Sebrae mudou! Leia e entenda.
19 out. 2023A Comunidade Sebrae mudou! Leia e entenda.