Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

O impacto das redes sociais na experiência do cliente.

avatar LIDIANE KUMPEL ROQUE
Lidiane Kumpel Roquefavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
O impacto das redes sociais na experiência do cliente.
Criado em 25 OUT. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

As redes sociais ajudam muito a potencializar este movimento, pois estes lugares  geram muito interesse e muitos clientes além de buscar por bons produtos e criar memórias, estão atrás de visualização em suas redes sociais, tirar fotos bacanas e aumentar o seu número de seguidores.


Já a algum tempo vem se falando sobre experiência do cliente, e como suas práticas ajudam a gerar valor para o seu negócio, porém nos últimos anos, principalmente pós pandemia, as redes sociais como Instagram e TikTok, ajudaram a levar este conceito para outro patamar, surgindo assim muitos lugares temáticos com o objetivo de gerar uma experiência única para os clientes. 


O grande problema deste movimento se chama Demanda recorrente. Demanda recorrente é um termo que vai além de trazer o cliente até o seu estabelecimento, está ligado em fidelizá-lo, uma vez que o custo de retenção é muitas vezes maior do que o custo de aquisição do cliente.


Um primeiro desafio é ser atrativo o suficiente para que ele venha até o seu estabelecimento, mas o que fazer para que ele continue vindo e traga mais pessoas com ele? 


Atualmente uma grande rede de fast food criou uma de suas unidades inspirada em um desenho infantil muito famoso, o resultado foi filas grandes e muita, mais muita exposição nas mídias sociais.


Podemos entender que esta ação teve sucesso? Sim. Se olharmos pelo prisma da publicidade gerada, que para uma grande marca acaba valendo o investimento.


Mas se fosse uma empresa menor, empresário com uma única loja que quisesse fazer isto, já seria um pouco mais complicado. Será que esta demanda se manteria tempo suficiente para retornar o capital investido? Quantos destes clientes retornariam e se fidelizariam? 


Com isto, as pequenas empresas necessitam pensar neste assunto com cautela.

Os pilares para fidelizar um cliente continua sendo os mesmos:

  • bons produtos;
  • boa relação custo-benefício e;
  • atendimento alinhado com o seu público alvo. 

Mais isto não quer dizer que estes lugares não podem gerar experiências, muito menos deixar de mirar na exposição das mídias sociais, aqui vão algumas dicas de ações que podem ser feitas para isto: 

  • Crie um espaço instagramável: Não precisa ter um local temático para isto, escolha um local que as pessoas já usam para tirar foto no seu estabelecimento e transforme-o e isto pode ser feito com pouco investimento, basta ter criatividade.
  • Ouse na apresentação dos pratos: Pode fazer isto em todo o cardápio, ou em apenas alguns itens, de preferência na sobremesa, isso ajuda muito a levar as pessoas a postar e promover seu estabelecimento.  
  • Ações em pequenos gestos: Hoje isso já tem se tornado recorrente nos lugares, um bilhetinho na entrega, um mimo para um cliente. O grande desafio é fazer isto de forma pessoal e criativa. 

Hoje para se manter relevante o desafio do empresário aumentou consideravelmente, deve-se manter o foco na entrega de produto e atendimento, mas se preocupando em inovar e sempre gerar novas experiências para atrair novos clientes e manter os fidelizados curiosos com o  que ele pode encontrar de novo na próxima vez que vier até a sua empresa. 

E o seu negócio como tem cuidado da experiência do seu cliente?

avatar LIDIANE KUMPEL ROQUE
Lidiane Kumpel Roque
favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1285 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?