Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightPolo de Liderança keyboard_arrow_rightArtigos

O Fim da liderança tóxica nas organizações

avatar JULIANA SOUZA PEREIRA
Juliana Souza Pereirafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
O Fim da liderança tóxica nas organizações
Criado em 02 SET. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Rosângela Angonese, coordenadora do Polo de Liderança Sebrae e Ricardo Neves, consultor e palestrante na área estratégica e autor consagrado de diversos livros publicados no Brasil e no exterior conversam sobre os novos horizontes que se abrem para as organizações para enfrentar os desafios exponenciais que representam uma verdadeira mudança de era na história da humanidade. 


R&R prenunciam uma nova mentalidade de liderança em emergência que no lugar de se pautar pelo comando e controle do ecossistema organizacional se orienta pela preocupação de inspirar, motivar e facilitar a participação proativa e colaborativa das pessoas.



Seja um líder do futuro e deixe comportamentos nocivos para trás



Para ser um líder do futuro, é preciso ter controle e diálogo pautados em uma postura flexível, estando aberto às demandas dos colaboradores e sendo capaz de inspirar confiança mútua.


De acordo com R&R, a liderança tóxica vem da hipermasculinidade, daquilo que A arte da guerra traz como estratégia. É preciso lembrar que esse tipo de liderança seguida por muitos CEOs não resolve os problemas atuais. Devemos ter outra visão, em que a liderança traz valores como tolerância, escuta ativa e diversidade.


Nos últimos dois anos, a pandemia acelerou alguns processos de transformação entre os líderes (trabalho home office, por exemplo), no entanto, ainda existem comportamentos nocivos dentro das empresas devido à liderança tóxica resultante do século passado.


Embora esse modelo de liderança tenha trazido resultados financeiros promissores para muitas empresas, ele não é mais saudável nem para o líder e nem para os funcionários, uma vez que cria sobrecarga emocional a todos os envolvidos.


Para os dois especialistas, a mentalidade controladora das lideranças passa a ser vista como o grande problema dos empreendimentos, levando a problemas como adoecimento de funcionários, rotatividade e demissão em massa.


Os líderes do futuro devem ter soft skills como colaboração, empatia, flexibilidade, escuta ativa e abertura a novas formas para resolver problemas.


Para ser um líder do futuro e abandonar a toxicidade, é preciso:


Entender que seu papel como líder mudou. É preciso trabalhar a inteligência coletiva, pois um líder nem sempre tem todas as respostas. Também é necessário criar um clima de confiança mútua para que todos prosperem juntos!


Aprender a lidar com as diferentes gerações no ambiente corporativo. Segundo Rosângela, a convivência entre baby boomers, geração X, millennials ou geração Z talvez nunca tenha ficado tão em evidência quanto agora. Essa mudança exige da liderança uma capacidade extra de adaptação porque cada geração tende a manifestar demandas diferentes.


O cérebro cria atalhos, e não é diferente no ambiente corporativo.  Treine seu cérebro para sair de vieses comportamentais e preste muita atenção às reações diante de desafios. É preciso trabalhar a flexibilidade e tolerância!


Adotar uma comunicação menos autoritária. Estabeleça uma comunicação 360° em que todos possam opinar e demonstrar seu ponto de vista. Lembre-se de que um líder tóxico é controlador.


Desenvolver inteligência emocional e mudar a direção. A pandemia e suas transformações levaram muitas lideranças a se sentirem ameaçadas, pois elas não tinham inteligência emocional para lidar com as adversidades. É preciso ter capacidade de se adaptar a um momento de aflição e ansiedade.


E você, como está trabalhando sua inteligência emocional para ser um líder do futuro? Conte para a gente nos comentários!


Perdeu alguma atração ou quer assistir novamente? Todo o conteúdo Líderes em Movimento 2022 ficará disponível para você assistir quando e onde quiser por até cinco dias. Aproveite! 


Se gostou deste tipo de conteúdo e gostaria de acessar mais dicas e experiências compartilhadas que podem te ajudar a trilhar sua jornada empreendedora, participe da Comunidade Polo de Liderança.


OBS: este conteúdo foi produzido com base na palestra O FIM DA LIDERANÇA TÓXICA NAS ORGANIZAÇÕES, realizada pelos palestrantes Rosângela Angonese e Ricardo Neves, no maior evento de liderança do país: LÍDERES EM MOVIMENTO.

avatar JULIANA SOUZA PEREIRA
Juliana Souza Pereira
Gestão dos canais digital do Polo de Liderança Sebrae: Site Polo de Liderança Sebrae, Comunidade Polo de Liderança Sebrae, Comunidade Gestão de Pessoas e Liderançafavorite_outline Seguir Perfil
capa Polo de Liderança
Polo de Liderança
people 4641 participantes
Seja bem vindo a comunidade Polo de Liderança! A comunidade tem como objetivo conectar líderes de micro e pequenas empresas com conteúdos para seu desenvolvimento. Participe e inspire-se com novas ideias para melhorar sua gestão, com visão e ousadia para liderar sua equipe e transformar sua empresa.
fixo
Em alta
Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
18 abr. 2023Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
18 jul. 2022[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?