Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Montar um negócio local: 4 pontos para levar em conta no planejamento

avatar LUCAS WIDMAR PELISARI
Lucas Widmar Pelisarifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Montar um negócio local: 4 pontos para levar em conta no planejamento
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 18 JAN. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

É preciso muito planejamento na hora de montar um negócio local. Afinal de contas, ter uma empresa não é uma tarefa fácil, especialmente em âmbito local e com a economia atual. Para se ter uma ideia, 60% de todos os negócios no Brasil deixam de existir em 5 anos de atividade. Isso acontece por diversos fatores e muitos deles estão conectados com um início ruim, sem preparo.


Considerando que 99% das empresas no Brasil são de micro ou pequeno porte, o que significa de âmbito local na maioria das vezes, o planejamento na hora de montar um negócio local ganha muita importância. Sem um plano bem definido, é muito mais fácil ter problemas que aumentarão as chances de falir em 5 anos. Já com um bom começo, é mais fácil sobreviver a esse tipo de obstáculo.


Quer aprender quais são os principais pontos a levar em conta no planejamento na hora de montar um negócio local? Confira a seguir!


4 pontos para levar em conta no planejamento na hora de montar um negócio local


1. Localização


A localização pode ser um dos fatores mais importantes para determinar o sucesso ou o fracasso de seu negócio. Por isso, escolha com cautela onde sua nova empresa será sediada. Algumas características devem ser levadas em consideração, como o fluxo de pessoas que transitam na área e se o ponto escolhido tem algum impedimento visual como paradas de ônibus, placas ou postes que possam atrapalhar a visibilidade do seu local por clientes em potencial.


Ao contrário do que se acredita, posicionar seu negócio próximo a outros negócios do mesmo nicho é uma ação benéfica. Ao invés de tornarem-se concorrentes, o local se torna conhecido pela especialidade, atraindo mais pessoas com a intenção de gastar grandes números na área.


Além disso, é vital entender os benefícios fiscais que essa localização gera. Estar em uma cidade ou estado com isenções tributárias para o seu tipo de empresa pode dar aquele boost inicial que você tanto precisa.


2. Contexto local


Entender o contexto local mostrará a capacidade de faturamento de seu negócio. Áreas afastadas do comércio e do centro urbano costumam ter menos potencial de compra do que as localizadas em bairros mais abastados.

Na prática, isso quer dizer que seus produtos ou serviços terão um valor mais baixo do que poderiam ter em uma região de alto poder aquisitivo, além da pouca variedade de clientes, já que os centros urbanos costumam ter maior fluxo de pessoas do que as áreas mais afastadas.


Por outro lado, há quem veja zonas comerciais como supersaturadas, e prefira migrar onde há menos concorrência. Locais menos povoados também oferecem fidelização do cliente de maneira mais rápida, já que é comum se familiarizar com os clientes.


3. Oportunidades de crescimento


Nem toda empresa que começa pequena se mantém desse jeito. Por exemplo, a Bauducco começou sua jornada em 1950, em uma pequena confeitaria no Brás, em São Paulo, e hoje é um dos principais nomes de doces industrializados, principalmente panettones.


Quando idealizar seu negócio local, pense se há espaço para crescimento conforme houver necessidade. Estude se é o caso de transformá-lo em franquia, ou então inaugurar outras unidades pela cidade. Há também a opção de expandir o modelo de negócio de local para virtual, abrangendo o país inteiro. Ou então, aumentar o local de trabalho e mão de obra, para suportar maior carga na produção.


Há inúmeras formas de crescimento para uma empresa, desde que feitas com planejamento e cautela, de modo a não atrapalhar a dinâmica atual de seu negócio. Esse é um dos pontos mais considerados em plataformas de valuation online, por exemplo.


4. Facilidades de logística


Seu negócio pode estar bem localizado, e ainda assim não funcionar bem para atrair clientes. Isso porque a logística exerce grande influência na decisão de entrada em um estabelecimento, ou até mesmo na compra ou contratação de um serviço. Como a primeira impressão é a que conta, é crucial que seu local esteja atrativo aos olhos do freguês.


Se seu negócio local não tiver acessibilidade, local para estacionar, ou não estiver perto de algum estacionamento, se não for limpo ou se não tiver boa iluminação, e até se não houver sinalização adequada, provavelmente você perderá muitos clientes em potencial.


Outros fatores a serem pensados é o conforto do cliente dentro do estabelecimento, a questão sanitária (se o seu local está longe de aterros, saídas de esgoto, terrenos baldios) e se a entrada e saída de insumos tem uma área própria, ou seja, se não atrapalha a convivência dos clientes no espaço comercial.


Pronto! Agora que você já viu o que olhar no planejamento na hora de montar um negócio local, pode colocar essas dicas em prática para conseguir ter mais sucesso com a sua empresa. Lembre-se de que o seu plano de negócios é um elemento determinante para garantir as melhores chances para superar a barreira dos 5 anos e fazer com que a sua empresa possa crescer forte e saudável.


Gostou do conteúdo? Então compartilhe com os seus possíveis sócios!

 

avatar LUCAS WIDMAR PELISARI
Lucas Widmar Pelisari
favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5314 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza