Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVarejo keyboard_arrow_rightArtigos

Minha equipe não me obedece!

avatar GIOVANA QUINI TANGANELLI
Giovana Quini Tanganellifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Minha equipe não me obedece!
Criado em 17 JUN. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Essa semana eu fui procurada por uma dona de salão pedindo ajuda. Como a grande maioria, ela está com alguns desafios em seu negócio. Mas uma frase em seu relato me chamou muito a atenção: Minha equipe não me obedece!

E isso me fez refletir muito sobre como as equipes são construídas ao longo dos anos e como isso se reflete nas relações.

Em diversos outros mercados, vemos a relação trabalhista sendo mediada pela CLT Consolidação das Leis Trabalhistas. Assim, um profissional é contratado, sua carteira de trabalho é assinada e ele passa a ser subordinado de alguém.

Porém, no mercado da beleza não funciona assim. A grande maioria das contratações são feitas pela Lei do Salão Parceiro, onde não pode haver a relação de subordinação e sim de parceria.

E eu sei que isso assusta muitos gestores!

Outro fator que também influencia essa relação é a forma como as equipes são formadas. Muitas histórias são parecidas,  um profissional começa na carreira e literalmente se junta com outro para abrir um espaço. Já vi alguns entrarem com dinheiro para montar o espaço e o outro entrar com o trabalho e isso não ficar claro.

Enfim, em um determinado momento, a relação extrapola e um se sente desrespeitado pelo outro. Como resolver isso?

Vou abordar aqui alguns pontos que podem te ajudar se você Gestor, estiver vivendo algo parecido.

Em primeiro lugar quero te lembrar que o ser humano precisa de limites! Todos nós precisamos de regras, normas e diretrizes. Principalmente para vivermos em sociedade.

Salão de Beleza é uma empresa e precisa de gestão como qualquer outra! Não canso de repetir isso e quero muito te ajudar a ter essa visão.

Então, Salão de Beleza também precisa de regras, normas e diretrizes. E isso é definido através do Manual de Rotinas e Procedimentos.

Nele, você descreve cada processo dentro do seu Salão, como e quando deve ser feito. Nele também, você irá apresentar a cultura da sua empresa, os valores que devem guiar as atitudes dos profissionais e sua relação com a equipe, com clientes e fornecedores.

Se você já tem uma equipe que segue e cresceu com você há muito tempo, participe, peça ajuda, converse com cada profissional para que eles te ajudem a escrever. Assim, se sentirão parte e será mais fácil a implantação dessas regras.

Outro ponto importante que você deve observar é que os profissionais não devem te obedecer mas sim, colaborar, crescer e te seguir como líder. Mas isso fica para a próxima coluna.

 

Profa. Ms. Giovana Quini

Mentora, Coach e Palestrante

Especialista em Gestão de Pessoas

Apaixonada pelo mundo da beleza

www.giovanaquini.com.br

avatar GIOVANA QUINI TANGANELLI
Giovana Quini Tanganelli
Com mais de 30 anos de experiência em gestão empresarial, me especializei nos últimos 15 anos na área da saúde, beleza e bem-estar. Atuo como palestrante e mentora, ajudando profissionais a se transformarem em Empresárias da Beleza.favorite_outline Seguir Perfil
capa Varejo
Varejo
people 3853 participantes
Um local criado para oferecer ao EMPRESÁRIO DO VAREJO conteúdos relevantes e atualizados, tendências, cursos e interação com atores do ecossistema, gerando conhecimento e networking.
fixo
Em alta
Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
09 nov. 2021Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
Como a automação industrial impacta nossas vidas
09 ago. 2021Como a automação industrial impacta nossas vidas
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?