Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

Meu preço é caro?

avatar MICHAEL DOUGLAS CAMILO
Michael Douglas Camilofavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Meu preço é caro?
Criado em 10 JAN. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Se o cliente diz que seu preço é caro, você não sabe o que fazer: se diminui o preço, pensa que deveria aumentar mais para conseguir pagar as contas, se dá desconto. E enquanto isso vai perdendo vendas. Vai perdendo dinheiro. Vai se sentindo perdido.

                                                        Isso já aconteceu com você?

 

A princípio, vou começar respondendo que pode ser que SIM, para esta perguntar. O seu preço pode ser caro e está tudo bem se for um preço estratégico e justificável. Desde que, entregue valor ao cliente!

Porém, vou começar justificando a minha resposta explicando a diferença de Preço x Valor. São dois termos que andam muito juntos, são complementares, mas são totalmente diferentes.

 

  • Preço

Quantia em dinheiro determinada na compra e venda, expressa em moeda ou valor fiduciário, paga pelo comprador ao vendedor: qual é o preço deste carro?

 

  • Valor

O prestígio, a qualidade, a relevância ou importância de; mérito. Qualidade que faz com que algo se torne importante para alguém. Sabe aquela história de que não é sobre saber apertar parafusos, mas sim, saber qual parafuso apertar.

 

Ou seja, o preço pago em dinheiro R$ só vai ser considerado caro se o cliente não perceber muito valor no produto/serviço adquirido. Caso contrário, o cliente poderá pagar um preço relativamente alto, mas por conta do valor percebido, o preço caro compensa e vale a pena.


Regras de ouro.

  1. Para manter o seu negócio saudável, você não pode vender pelo menor preço ou por menos do que pagou para produzir. Isso é importante para manter a lucratividade do negócio;
  2. Vender por um preço muito alto também deve ser analisado, comparando o seu negócio com os concorrentes e a capacidade de poder de compra dos seus clientes;

 

Você pode e vai vender produtos iguais aos de seus concorrentes, sendo assim, ofereça uma solução diferenciada para o cliente e demonstre porque você cobra mais caro. Ex: Ofereça atendimento personalizado, conforto, ambiente agradável, pós-venda (degustações, cortesias, mimos...)

 

Você ainda que acha que é o preço que determina a compra ou é o valor que é oferecido em seu produto ou serviço?

avatar MICHAEL DOUGLAS CAMILO
Michael Douglas Camilo
Coordenador Estadual de Inovação no SEBRAE/PR; Fascinado por empreendedorismo e inovação; Head da Comunidade Sebrae de Ambientes de Inovação.favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1286 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?