Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightDo Campo à Mesakeyboard_arrow_rightArtigos

Mercado de Ervas e especiarias em sistema Orgânico e Agroflorestal

avatar SAULO DE SOUZA SANTOS CALLIARI
Saulo De Souza Santos Calliarifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Mercado de Ervas e especiarias em sistema Orgânico e Agroflorestal
Criado em 31 MAR. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

No cenário atual, a busca por uma vida saudável, produtos orgânicos, rótulos clean label e comércio justo cresceram de forma expressiva. Aliado as novas tendências de venda eletrônica, a onda de novos negócios com sucesso neste segmento é grande.

Com expectativas sobre o futuro se alterando, as pessoas começam a investir mais na vida presente e em qualidade de insumos para alimentação.  Com isso se abre uma janela de novas oportunidades no segmento de orgânicos no Brasil. 

Para navegar nesta onda deve-se atentar aos players externos e suas influências sobre os consumidores nacionais. Inúmeras nações investem pesado em agricultura orgânica e fair trade, tornando este movimento uma realidade cada vez mais próxima. Captar ideias e fornecedores em países onde há avançada indústria limpa é de grande valia.

Alguns segredos para empreender neste setor são:

  • Foco na qualidade e na inovação
  • Expor ao seu público novidades e inovações de forma contínua
  • Desejo de atender seu cliente de forma excepcional
  • Produzir alimentos sem produtos químicos na lavoura
  • Respeitar as legislações trabalhistas e propor uma relação de respeito com os colaboradores.
  • Conduzir as relações comerciais de forma ética e regrada
  • Conhecer e ajudar de forma ATIVA no desenvolvimento das comunidades produtoras, transbordando conhecimento e lucro para as mesmas
  • Manter relações comerciais a longo prazo via contratos de compra garantida com preço mínimo
  • Estabelecer metas de crescimento para a produção certificada e para as vendas dos produtos
  • Utilizar embalagens recicláveis e pagar empresas para reciclar seus resíduos
  • Procurar por certificadoras para registrar sua produção (orgânicos BR, Comercio Justo, Sistema B, Biodinâmica, etc.) SEBRAE AJUDA AQUI COM 70% de custeio das certificações* vide Sebrae de seu estado

O segmento de especiarias e ervas aromáticas orgânicas vem crescendo de forma global e não será diferente no Brasil.  Os maiores operadores do mundo se convertem a orgânicos e fair trade na atualidade devido a pressão pelo bom uso dos recursos naturais e a não exploração da mão de obra na produção de seus produtos.

A vasta oportunidade em terras paranaenses para se produzir ervas aromáticas é notória devido a longa cultura da erva mate em sua história.  Aliado a isso, as novas técnicas de agricultura sintrópica ou Sistemas SAF de Agro florestas tem trazido grande produtividade e diversidade em fauna e flora nas unidades que utilizam tais meios.

Com a nova gama de produtos certificados para a lavoura orgânica e toda a comunidade de mais de 24.607 empresas e fazendas já certificadas no Brasil em 2020, podemos afirmar que este é um mercado enorme em expansão, gerando renda e qualidade de vida principalmente nas pequenas e médias propriedades. 

Vide dados do governo www.agroecologia.gov.br

http://www.agroecologia.gov.br/noticia/em-7-anos-triplica-o-n%C3%BAmero-de-produtores-org%C3%A2nicos-cadastrados-no-minist%C3%A9rio-da-agricultura#:~:text=Em%20menos%20de%20uma%20d%C3%A9cada,mil%2C%20crescimento%20de%20200%25.

Em 2012, havia no país quase 5,9 mil produtores registrados e março de 2019, já registrou mais de 17,7 mil, crescimento de 200%. No período também cresceu o número de unidades de produção orgânica no Brasil, saindo de 5,4 mil unidades registradas, em 2010, para mais de 22 mil no ano passado, variação de mais de 300%.

A tendência é de crescimento permanente, afirmou Virgínia Mendes Lira, que chefia a Coordenação de Produção Orgânica, setor do Mapa responsável pelo Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos e pela execução das ações relacionadas ao setor

Comparando o mercado de orgânicos da França que tem, pasmem, 20 mil produtores numa área de 643.801 km² x Bahia, 564.733 km².

Na França, o mercado de orgânicos aumenta de 10% a 15% por ano. O crescimento do número de produtores é de 20% por ano e a tendência é a mesma na Europa, disse. A França tem 30 mil produtores de alimentos orgânicos, que produzem em um milhão de hectares, gerando receita de mais de 5 bilhões de Euros por ano.

              Fonte : www.canalrural.com.br/

Outro grande fator que colabora com o setor é a credibilidade da MARCA 'Produto Orgânico Brasil'. O fato de ser um produto orgânico certificado traz ao consumidor a certeza da obtemção de um produto puro e produzido de forma especial, livre de contaminantes. Reduzindo muito o investimento em branding para expor a qualidade do produto.

 O Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (ORGANIS) realizou, no período de março a abril, a primeira pesquisa nacional para conhecer o perfil do consumidor brasileiro de orgânicos, o que realmente conhecem e entendem sobre esses produtos. O resultado foi surpreendente e nos dá a indicação de que estamos ainda no inicio de um processo de consolidação e o crescimento se fortalecerá nos próximos anos.

O principal apontamento foi que 15% consumiram produtos orgânicos, sendo o maior índice para a região sul (34%) em contraste com os moradores da região sudeste, que obtiveram o menor índice com pouco mais de 10% dos domicílios. Outros indicativos interessantes: seis em cada 10 famílias consumiram verduras e uma em cada quatro consumiu frutas e cereais.
Outro número muito surpreendente é que 84% dos consumidores não conseguiram lembrar da marca do produto que consumiu.

Fonte www.oraganis.org.br

Fica então a motivação para todos os pequenos e médios produtores que queiram se aventurar nestes novos mercados que se abrem com a expansão global e o crescimento mundial da demanda por orgânicos.

Sempre com muita cautela e investimentos a longo prazo, conseguem-se atingir grandes objetivos. 

Tenhamos fé e paciência para suportar as dificuldades atuais.

Um abraço a todos

Saulo Calliari

Cipria.com.br

 

 

avatar SAULO DE SOUZA SANTOS CALLIARI
Saulo De Souza Santos Calliari
Prof, administrador e Economista pela UFPR, Chefe de cozinha profissional pelo SENAC PR e muitos cursos na rea.Especialista em ervas, especiarias e aromasFundados da Cipria Brasilfavorite_outline Seguir Perfil
capa Do Campo à Mesa
Do Campo à Mesa
people 1633 participantes
Você produtor, empresário, técnico e curioso do setor de agronegócios, alimentos e bebidas é nosso convidado especial para fazer parte desse espaço para quem busca conhecimentos sobre tecnologias, inovações, tendências, legislações, ou seja, novidades para o setor/segmento de agronegócios/alimentos e bebidas. Participe! Acesse, escreva e compartilhe artigos, entrevistas, vídeos e orientações.
fixo
Em alta
Dispara pedido de recuperação judicial por produtor rural
07 fev. 2024Dispara pedido de recuperação judicial por produtor rural
Como o ERP pode ajudar no setor de alimentos
29 mar. 2023Como o ERP pode ajudar no setor de alimentos
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?