Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightAmbientes de Inovaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

Medindo e promovendo a inovação - Parte I

avatar DORIAN L. BACHMANN
Dorian L. Bachmannfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Medindo e promovendo a inovação - Parte I
Criado em 01 OUT. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

O Radar da Inovação

Existe uma grande variedade de indicadores de inovação, mas a maioria das métricas se aplica exclusivamente às grandes empresas. Por exemplo: Número de patentes, números de doutores na equipe, percentual do faturamento com novos produtos, etc.

Mas, como podemos medir, e ao mesmo tempo encontrar oportunidades para inovar nos pequenos e médios negócios?

Para avaliar o progresso das empresas ao longo do caminho para se tornarem inovadoras sistêmicas, e também para identificar oportunidades para a inovação, o SEBRAE usa uma metodologia denominada Radar da Inovação [1].

O Radar, baseado no trabalho do professor Mohanbir Sawhney, diretor do Center for Research in Technology & Innovation, da Kellogg School of Management  observa quatro dimensões principais:

  1. As ofertas criadas.
  2. Os clientes atendidos.
  3. Os processos empregados.
  4. Os locais de presença.

Entre essas, o professor Shawhney apontou mais oito dimensões também importantes.

Na metodologia desenvolvida para o SEBRAE foi incluída, ainda, a dimensão Ambiência inovadora, já que um clima organizacional propício à inovação é requisito para uma empresa inovadora.

A medida de cada uma dessas dimensões oferece uma visão multifacetada do negócio e aponta aspectos para a inovação.

O sistema de medição por si só não torna a empresa mais inovadora, mas cria as bases para a gestão da inovação. (Maximiliano Carlomagno, consultor do blog 3M Inovação)

 

Nota: Na parte II deste material, veja uma referência com ideias para inovar em cada uma das dimensões do Radar da Inovação.

_____________________________

Referências:

1. Bachmann, Dórian L.; Destefani, Jully H. Metodologia para Estimar o Grau de Inovação nas MPEs: Cultura do Empreendedorismo e Inovação. In: XVIII SEMINÁRIO NACIONAL DE PARQUES TECNOLÓGICOS E INCUBADORAS DE EMPRESAS, Aracaju, SE, Brasil. Anais... Aracaju/SE: 22 a 26 de setembro de 2008. Disponível em: https://www.dropbox.com/s/rmiew3xo9lj22o3/Artigo%20Grau%20de%20Inova%C3%A7%C3%A3o%20nas%20MPE1.pdf?dl=0 Acesso em 29.09.20.

2. Sawhney, Mohanbir. Wolcott, Robert C. and Arroniz, Inigo. The 12 Different Ways for Companies to Innovate. MIT Sloan Management Review (Spring 2006). pp. 75-81. Disponível em: http://emotrab.ufba.br/wp-content/uploads/2019/06/SAWHNEY-Mohanbir-The-12-Different-ways-for-companies-to-innovate.pdf. Acesso em: 29 set. 2020.

3. HSM Management. As 12 dimensões da inovação. Vol.1. Jan/fev.2007. pp.104-112.

 

 

Acesse a Comunidade Ambientes de Inovação e se atualize com os conhecimentos e oportunidades que são divulgadas aqui diariamente. Siga nossos escritores.

Curta e compartilhe!

avatar DORIAN L. BACHMANN
Dorian L. Bachmann
Especialista em indicadores de desempenho e benchmarking. Ajudo na seleção, padronização, apresentação, uso e interpretação de indicadores de desempenho, para identificar oportunidades de melhorias e estabelecer metas mais eficazes.favorite_outline Seguir Perfil
capa Ambientes de Inovação
Ambientes de Inovação
people 1373 participantes
Os ambientes promotores de inovação são ativos de transformação dos ecossistemas. Por isso, criamos aqui um espaço para compartilhar conhecimento e experiências que podem ajudar os empreendedores e heads de inovação. Conecte-se agora e faça parte desta comunidade você também!
fixo
Em alta
O que é Inteligência Artificial?
25 nov. 2023O que é Inteligência Artificial?
Economia Circular: Importância e Desafios
05 dez. 2023Economia Circular: Importância e Desafios
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?