Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

Intoxicação Alimentar: Importância da Gestão de Riscos para o seu Restaurante

avatar MICHAEL DOUGLAS CAMILO
Michael Douglas Camilofavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Intoxicação Alimentar: Importância da Gestão de Riscos para o seu Restaurante
Criado em 09 FEV. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Olá pessoal, como estão os ânimos para o segmento da alimentação em 2021?

 

Bom, hoje resolvi passar por aqui e compartilhar uma experiência pessoal. É um assunto bem chato, mas vale muito discutir esse tema de tão importante que se trata.

Recentemente eu entrei de férias e aproveitei fazer uma viagem para Natal/RN. Confesso que não sou muito fã de praia, calor e solzão... Eu realmente sou uma pessoa do friozinho, tempinho de chuva, dia nublado e moletom rsrs

Porém, junto com a minha família, decidimos de última hora viajar. Encontramos passagens aérea bem em conta, hospedagem por um preço super bom e coincidia muito bem com o nosso período de férias. Não tinha como dar errado! Era pra ser!?

Pasmem, primeiro dia eu adorei Natal logo de cara e tenho motivos para isso:

- As praias são lindas e bem clarinhas;

- Curiosamente me surpreendi que o sol não estava ardido, também não estava frio e a água quentinha (eu sou do Paraná e as vezes as praias daqui podem ser um pouco frias);

- R$ 3,00 na água de coco e R$ 7,00 na cervejinha de garrafa 600ml;

- O guarda sol e cadeiras são 'gratuitos' para quem consumir nas lojinhas que emprestar o guarda sol e cadeiras;

- O passei de Buggy foi divertidíssimo, radical, empolgante e muito frio na barriga durante as manobras radicais nas dunas de areia (prometo postar foto maravilhosa no final);

- O maior cajueiro do mundo e também a maior árvore frutífera do mundo (é monstruoso de grande);

- Lagoa de água doce mais clara que a água da torneira da minha casa;

- Atendimento nota 10, dos vendedores, garçons e dos arredores. De fato é uma cidade muito bem preparada para receber o turismo;

- Tive a sorte de ver golfinhos na orla da praia de Ponta Negra, pertinho de mim;

- Comidas típicas deliciosas (minha parte preferida);

- Etc...

 

Bom, como vocês puderam perceber... Natal se tornou um sonho para meu destino pós aposentadoria rsrs Fiquei nove dias na cidade e justamente no último dia...

Plot twist (reviravolta dramática desse filme chamado férias em Natal 2021)...

Eu e a minha família, pegamos TODOS uma baita intoxicação alimentar A maioria começou a sentir os efeitos de manhã e eu só no finalzinho da tarde/noite (acredito que seja porque eles comeram essa refeição a noite do dia anterior e eu somente na manhã do dia fatídico).

As nossas hipóteses chegaram nessa refeição por ser uma das poucas refeições que comemos a mesma comida e justamente em horários alternados, assim como a coincidência no intervalo dos sintomas. Se confirmado, se trata de uma rede bem grande e conhecida...

Bom, porque eu apresentei toda essa introdução... Justamente porque este foi praticamente o ÚNICO fator crítico da nossa viagem. Nós sentimos náusea, dificuldade e desconforto em fazer o voo de retorno e tudo isso longe de casa... E eu fico parecendo o DEMOGORGON quando passo mal rsrs *piada geek pra quem gosta*

Natal é MARAVILHOSA, mas esse será um fato da história que terei que acrescentar quando foi conta-la... Chato né? Além de ser uma questão seria de saúde e vigilância sanitária.

E como vocês puderam perceber, a gestão de riscos é fundamental para proteger seus clientes, seu negócio e evitar experiências ruins de consumo.

 

Por isso, gostaria de compartilhar como vocês algumas dicas de como vocês podem fazer a gestão de riscos, principalmente em relação a evitar a intoxicação alimentar:

- MUITÍSSIMA atenção nos prazos de validade dos seus produtos;

- Cuidado com a maneira, local e temperatura de armazenamento dos alimentos;

- A manipulação dos alimentos devem ser realizada por funcionários treinados (Programa Alimento Seguro - PAS), capacitados para questões de higiene, contaminação cruzada, riscos. Ainda mais neste período de pandemia, concorda?;

- Alguns tipos de utensílios não devem ser utilizados, principalmente aqueles que tem porosidade e a sua limpeza/lavagem é difícil e não muito efetiva;

- NADA DE REAPROVEITAR ALIMENTOS;

- Controle bem o seu estoque para utilizar, os produtos com prazo de validade menor, primeiro;

- A qualidade do seu negócio não está só no prato pronto, mas sim em todas a etapas e processos de recebimento, armazenamento, manipulação, preparo e a entrega ao cliente.

 

Bom, era isso que gostaria de compartilhar com vocês, dicas de boas práticas de gestão de riscos. E conforme prometido, a foto show nas dunas de Natal/RN.

 

PS: Apesar deste contratempo nos acréscimos do 2º tempo, foi um dos melhores destinos que já conheci. Por favor, visitem quando tiverem oportunidade!

 

Vocês conhecem alguma história parecida? Compartilha aqui comigo

avatar MICHAEL DOUGLAS CAMILO
Michael Douglas Camilo
Coordenador Estadual de Inovação no SEBRAE/PR; Fascinado por empreendedorismo e inovação; Head da Comunidade Sebrae de Ambientes de Inovação.favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1285 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?