Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightAmbientes de Inovaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

Inovação no varejo? Sim, por favor.

avatar ALEXANDRO LUX COMITRE
Alexandro Lux Comitrefavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt1
Inovação no varejo? Sim, por favor.
1 pessoa curtiu esse artigo
Criado em 11 JUN. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Varejo é a venda feita diretamente para o consumidor final, onde as mercadorias são comercializadas em pequenas quantidades, em supermercados, lojas, quiosques, feiras, residências, via internet nos websites, marketplaces e nos aplicativos de celulares.

Sim, a Covid19 trouxe, além do caos, uma mudança de comportamento social que nos obriga a evoluir digitalmente e aderir rapidamente - às mudanças tecnológicas, e na forma de gerir os nossos negócios, mas a essência continuará a ser a mesma, atender o consumidor final, o cliente, enfim, fazer o mesmo, mas de forma diferente.

O impacto da tecnologia e seus benefícios são inegáveis: o big data, as câmeras contadoras de fluxo na loja, as redes sociais e as técnicas de conversão de leads em vendas, entre tantas outras... O varejo deve implementá-las ou corre o risco de não sobreviver.

Mas no que diz respeito às pessoas - ao consumidor - grande parte das chamadas inovações consistem em fazer as mesmas coisas, agora, de forma digital, diferente e melhor.

Estamos em um momento em que a tecnologia tem orientado mais e mais a nossa vida e as nossas relações sociais, trazendo novos comportamentos, mas também, novas formas de fazer as mesmas coisas: despertar interesse, gerar confiança e satisfazer uma necessidade.

Os encantamentos das inovações tecnológicas por melhores e mais significativas que sejam, por mais disruptivas que sejam, ainda assim, não conseguirão ofuscar as bases do varejo: Varejo é um negócio de pessoas feito por pessoas para pessoas.

Por isso a importância das marcas, dos nichos de mercado e de negócios, da sustentabilidade, da reciprocidade, do engajamento social, do esforço de agrupar pessoas com objetivos e gostos semelhantes em torno de uma causa e de um propósito.

Os princípios da experiência de compras, do foco no cliente, no estímulo aos desejos, a exposição de produtos nas lojas físicas ou nos sites de vendas, deve ser baseada e agrupada por tipo de consumo/consumidor, e não nos produtos somente, a importância da motivação dos funcionários, o objetivo de encantar o cliente e dar-lhe uma experiência única ainda são os princípios do varejo.

Sinceramente, acredito que, se adiantarmos o tempo em 100 anos, veremos lá no ano de 2120, os varejistas do futuro, tentando implantar inovações para encantar e reter o cliente, que ouso dizer: talvez, as mesmas de hoje, porém, com nomes diferentes.

Boas Vendas e Bons negócios!

avatar ALEXANDRO LUX COMITRE
Alexandro Lux Comitre
+20 anos de experincia em Gesto da Cadeia de Abastecimento Logstico.Empreendedor, com uma conexo especial com negcios relacionados : # Gesto da Cadeia de Abastecimento Logstico; # Gesto da Preveno de Perdas; # Tecnol. RFIDfavorite_outline Seguir Perfil
capa Ambientes de Inovação
Ambientes de Inovação
people 1367 participantes
Os ambientes promotores de inovação são ativos de transformação dos ecossistemas. Por isso, criamos aqui um espaço para compartilhar conhecimento e experiências que podem ajudar os empreendedores e heads de inovação. Conecte-se agora e faça parte desta comunidade você também!
fixo
Em alta
O que é Inteligência Artificial?
25 nov. 2023O que é Inteligência Artificial?
Economia Circular: Importância e Desafios
05 dez. 2023Economia Circular: Importância e Desafios
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?