Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightAmbientes de Inovaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

Habitats de inovação e a sinergia do potencial acadêmico

avatar MARCO JOSE
Marco Josefavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Habitats de inovação e a sinergia do potencial acadêmico
Criado em 19 JAN. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Políticas e incentivos à inovação têm sido criados e implementados pelo governo brasileiro, há alguns anos, como forma de potencializar novas descobertas, com mecanismos, tais como: os Fundos Setoriais de Ciência e Tecnologia (C&T), a Lei da Inovação de 2004 e os Incentivos Fiscais da Lei do Bem de 2005, que visam promover a disseminação da cultura da proteção do conhecimento gerado pelos habitats de inovação e pelas universidades e instituições de ensino científico



De acordo com os autores Steiner; Cassim; Robazzi, (2008), os habitats são instrumentos capazes de dinamizar economias regionais e nacionais, agregando-lhes conteúdo de conhecimento. Tornando essas economias mais competitivas no cenário internacional e gerando empregos, qualidade e bem-estar social, além de receitas aos municípios e estados por meio de novos produtos e seus impostos.



Os habitats de inovação são espaços de compartilhamento de informações e conhecimentos favoráveis à inovação. Essencialmente, eles disseminam e amplificam as informações entre os agentes de inovação, como: universidades, instituições de pesquisa, empresas e governo. Essas interações constituem o suporte necessário ao desenvolvimento do conhecimento, criando sinergia na região e alimentando os mecanismos de empreendedorismo inovador.



Hotéis Tecnológicos, Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (IEBT), Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) e Agências de Inovação e Parques Tecnológicos são alguns exemplos de habitats. Eles desenvolvem estratégias que permitem às Instituições de Ensino Superior (IES) administrar as pesquisas e seus resultados, visando a capitalização do conhecimento produzido em suas estruturas. Tais iniciativas procuram unir talento, tecnologia, capital e conhecimento para alavancar o potencial empreendedor, acelerar a comercialização de tecnologia e encorajar o desenvolvimento de novas empresas.



Para Curtis Burkhalter (1989) um habitat de inovação é um programa que apoia as novas e pequenas empresas, provendo espaço físico com preços reduzidos, serviços de escritório centralizados, gerenciamento e suporte tecnológico compartilhado e financiamento em um ambiente flexível. Os habitats de inovação articulam com o sistema educacional, com o setor industrial e empresarial e com o sistema governamental, completando o circuito dos agentes que são responsáveis pela implementação e difusão das inovações. 



É típico que esses locais fiquem próximos a universidades e centros de pesquisa, ambientes geradores de conhecimento e, principalmente, de recursos humanos altamente qualificados. E essa proximidade gera sinergias e oportunidades.


Em sua cidade quais habitats estão disponíveis?


avatar MARCO JOSE
Marco Jose
favorite_outline Seguir Perfil
capa Ambientes de Inovação
Ambientes de Inovação
people 1367 participantes
Os ambientes promotores de inovação são ativos de transformação dos ecossistemas. Por isso, criamos aqui um espaço para compartilhar conhecimento e experiências que podem ajudar os empreendedores e heads de inovação. Conecte-se agora e faça parte desta comunidade você também!
fixo
Em alta
O que é Inteligência Artificial?
25 nov. 2023O que é Inteligência Artificial?
Economia Circular: Importância e Desafios
05 dez. 2023Economia Circular: Importância e Desafios