Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightMulheres Empreendedoras keyboard_arrow_rightArtigos

Fundo de reserva: como e por que fazer

avatar ACEA EVGUENI RATCHEVA
Acea Evgueni Ratchevafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Fundo de reserva: como e por que fazer
Criado em 01 JUN. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Como se preparar para os imprevistos


Da mesma forma que a reserva de emergência é essencial no planejamento financeiro pessoal, na gestão de caixa da empresa o fundo de reserva é imprescindível. 


Essa reserva é o recurso com o qual o administrador/empreendedor pode contar quando houver alguma surpresa, desde um equipamento quebrado ou a inadimplência de um cliente até crises de mercado, sem precisar comprometer a saúde financeira da empresa.


Reserva financeira x Capital de giro

A reserva financeira de uma empresa não é o caixa (capital de giro) da empresa. O capital de giro é aquele dinheiro que você usa no dia a dia, para pagar fornecedores e contas pequenas que já fazem parte do planejamento. Por outro lado, a reserva de emergência é o valor em dinheiro guardado para cobrir eventuais imprevistos.


O fundo de reserva costuma representar de seis a 12 vezes o faturamento mensal e pode ser constituído ao longo do tempo, poupando um percentual todo mês. Para definir esse valor, o primeiro passo é saber exatamente quanto você fatura por mês. O faturamento nada mais é do que a soma de todos os valores arrecadados por meio das vendas ou serviços prestados, ou seja, é todo o dinheiro que entra na empresa.


O próximo passo


Depois que você determinar esse valor, o próximo passo é começar a guardá-lo. Se você tiver disponibilidade, é interessante separar esse montante do restante dos investimentos logo de cara. Porém, como acontece na maioria dos casos, o empresário não tem todo esse dinheiro disponível e precisará arrecadá-lo aos poucos. Como saber quanto guardar por mês? Procure separar pelo menos 10% e reservar esse valor para o seu fundo de emergência.


Investimento acessível

Valor arrecadado, ou arrecadação planejada. E agora? Onde devo deixar todo esse dinheiro, onde esse recurso deve ser alocado? A característica desse investimento é ter um perfil conservador e com alta liquidez, já que não sabemos quando pode ser necessário o resgate. Algumas opções são: títulos do Tesouro Direto (Selic), fundos DI, CDBs com liquidez diária.


É muito importante que você mantenha esse dinheiro em um investimento acessível do qual você possa resgatá-lo em uma emergência. Afinal, ele é uma reserva de emergência e como todos sabemos, emergências não são previsíveis.


Pensar em situações desfavoráveis também faz parte do sucesso de uma empresa. Planejamento, organização e preparo são essenciais para prevenir a ruína e a reserva de emergência está aqui justamente para isso. Se organize e tenha sempre em mente que os erros e imprevistos acontecem. Esteja preparado para se reerguer e não arruinar o seu negócio!


E você, tem um fundo de reserva? Conte para a gente nos comentários!





avatar ACEA EVGUENI RATCHEVA
Acea Evgueni Ratcheva
Mãe do Arthur | Head da comunidade Mulheres Empreendedoras | Especialista em Marketing Empresarial e Marketing Intelligence | Consultora no Sebrae Paraná | Empresária do segmento infantilfavorite_outline Seguir Perfil
capa Mulheres Empreendedoras
Mulheres Empreendedoras
people 1772 participantes
Somos uma comunidade de mulheres empreendedoras, que lutam diariamente para superar as dificuldades e chegarmos onde queremos! Somos fortes e empoderadas.
fixo
Em alta
Empreender é sobre Crescer e Contribuir
20 out. 2022Empreender é sobre Crescer e Contribuir
Seja a Influenciadora do seu negócio!
10 ago. 2022Seja a Influenciadora do seu negócio!
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?