Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVarejo keyboard_arrow_rightArtigos

Franquias: Objetivos e Estratégias de Expansão

avatar ELIZETE HUCHAK
Elizete Huchakfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt4
Franquias: Objetivos e Estratégias de Expansão
4 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 17 SET. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

A partir do momento em que a franquia está testada e validada, o Franqueador pode começar a pensar em como iniciar um importante processo, a expansão!

A expectativa nunca deve ser: iniciar uma rede de franquias já pensando na expansão, uma vez que, primeiramente, deve se analisar profundamente a viabilidade da marca ser uma Franqueadora, e sendo isso possível posteriormente realizar a formatação completa do negócio envolvendo manuais, documentação jurídica e capacitação. Somente depois que a expansão entra em cena e ganha o status de protagonista. 

A expansão pode ser realizada de diversas maneiras, sempre com o objetivo de atingir novas regiões, públicos e mercados.

Porém, antes de tudo, a Franqueadora precisa entender qual é seu perfil de Franqueado e como chegar nessa pessoa. Atualmente, essa comunicação pode ser feita por parâmetros dentro de anúncios na internet, dessa forma a oferta de franquia chega diretamente as pessoas com o perfil selecionado, ou seja, o tal do Lead qualificado.

Quanto mais informações houver a respeito dele, mais fácil se torna o entendimento do que é necessário para atingi-lo. O ideal é criar a(s) Persona(s) do Franqueado para obter maiores resultados na captação de candidatos potenciais para a rede.

Tendo feito esse mapeamento do Franqueado ideal, é necessário também mapear os objetivos dessa expansão, entendendo os melhores locais para a implantação e se é o momento certo para iniciar esse processo. Muitas vezes bons negócios acabam por não conseguir a tão desejada atuação nacional por erro no timing, seja implantando cedo demais e deixando os novos Franqueados em uma situação difícil ou tarde demais, quando o mercado já mudou e a concorrência já dominou o setor.

Um Planejamento Estratégico de Expansão é fator importante para minimizar os riscos.

Tal planejamento deve ser feito com o apoio de consultores especialistas e ferramentas tecnológicas que auxiliam na tomada de decisão, como por exemplo, sistemas de Geomarketing para avaliar território. Tudo isso deve ser feito em conjunto com a Franqueadora, que é quem realmente conhece o negócio e seus objetivos nessa expansão. Sem essa visão estratégica a franquia pode tomar direções que não foram avaliadas, podendo levar a rede ao fracasso.

Preparação para Expansão

Além do estudo abrangendo o Geomarketing para analisar território, é necessário definir quando e de que forma serão feitos os treinamentos para os futuros Franqueados, pois o diferencial de uma boa Franqueadora é a qualidade e a precisão da informação transmitida nas capacitações. É vital que o Franqueado esteja seguro ao iniciar a sua operação, haja vista que o grande diferencial de uma franquia é justamente a diminuição do risco através do Know-How.

São várias as formas de transmitir esse conhecimento, como por exemplo materiais impressos, e-books, manuais e vídeos, que podem ser enviados diretamente ao Franqueado ou mantidos em uma plataforma, existem atualmente, muitas plataformas que permitem o empreendedor criar sua própria "Universidade Corporativa", apenas gravando os vídeos e anexando os materiais.

Tais plataformas permitem que o acesso a informação seja mais fácil, rápido e de uma forma que a Franqueadora tenha o controle de quem está ou não, realizando os treinamentos, através de um sistema de gamificação, por exemplo.

Outro aspecto que não pode ser deixado de lado em um processo de expansão, é a comunicação entre Franqueadora x Franqueado. Durante a operação do Franqueado, principalmente no período de adaptação, surgirão problemas, dúvidas entre outras informações que o Franqueado precisa diariamente para operar o negócio.

Muitas vezes essa comunicação é feita de forma manualizada via e-mail ou WhatsApp, porém é essencial para uma franquia, principalmente as que estão visando uma expansão, com várias unidades e Franqueados em diversos lugares, ter um canal direto para a comunicação entre as duas pontas. Inúmeras franquias já utilizam ferramentas próprias para comunicação dentro de um único local, onde pode conter, informações de fornecedores, suporte e abertura de chamados.

Dessa forma o Franqueado não fica na mão e a Franqueadora ao mesmo tempo consegue realizar o controle e suporte das suas unidades de forma profissional e integrada.

A quantidade de trabalho da Franqueadora ao gerir uma rede, é muito alta. Por isso, além de contar com uma equipe que o auxilie a manter a empresa nos trilhos, automatizar processos é algo que se demonstra cada vez mais necessário dentro do Franchising, principalmente em grandes redes. Por automatizar processos, incluímos melhorar os canais de comunicação com fornecedores, bem como otimizar a utilização de produtos e máquinas nas lojas. Essas medidas aliviam o trabalho de todos na franquia. Mais do que expandir, é necessário gerir uma rede para obter o sucesso necessário.

Iniciando a Expansão

Uma vez que o Planejamento e os objetivos foram realizados, é possível iniciar efetivamente o processo de expansão.

Tendo todos os materiais, estrutura, previsão de gastos, treinamentos e suporte, a franquia está pronta para ser vendida. Baseado no perfil de Franqueado a busca pelos novos Franqueados pode ser feita através de eventos, tráfego online e até mesmo por indicação, sempre levando em conta o fator de identificação com o negócio, pois, acreditar no projeto e no potencial da marca é o que faz um Franqueado ter a maestria de conduzir e melhorar a unidade adquirida.

Feito toda essa parte comercial da venda das franquias, é necessária muita atenção no período de adaptação logo após a inauguração da unidade. Esse é o período no qual o Franqueado e Franqueadora vão estar mais próximos, tirando as dúvidas e alinhando todos os detalhes quanto a operação do negócio, isso contando que já foi realizado o treinamento inicial, seja online ou presencial na sede da Franqueadora.

A partir desse momento começa uma fase de monitoramento dessa unidade, é aí, que as ferramentas realmente fazem a diferença na gestão de longo prazo de uma rede, através das informações inseridas dia após dia pelo Franqueado, a Franqueadora pode optar por um sistema no estilo Portal do Franqueado ou no próprio sistema de operação que está sendo utilizado, para monitorar os dados de cada unidade.

Esses dados serão a bússola que guiarão a estratégia da Franqueadora, entendendo o que funciona ou não dentro da rede. Através desses KPIs a Franqueadora pode ir alterando formas de se trabalhar, processos, fornecedores, estratégia de Marketing etc. Buscando desse modo uma expansão efetiva.

Assim, entendemos que o processo de expansão de uma rede de franquias é muito mais que somente vender uma ideia, e sim se organizar para caminhar ao lado do Franqueado nessa jornada. 

Caso tenha dúvidas e/ou precise de mais orientação, entre em contato com o Sebrae mais próximo de você.


Abraço, Elizete.

avatar ELIZETE HUCHAK
Elizete Huchak
favorite_outline Seguir Perfil
capa Varejo
Varejo
people 3852 participantes
Um local criado para oferecer ao EMPRESÁRIO DO VAREJO conteúdos relevantes e atualizados, tendências, cursos e interação com atores do ecossistema, gerando conhecimento e networking.
fixo
Em alta
Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
09 nov. 2021Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
Como a automação industrial impacta nossas vidas
09 ago. 2021Como a automação industrial impacta nossas vidas
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?