Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightMulheres Empreendedoras keyboard_arrow_rightArtigos

Formalização: primeiro passo para o sucesso do seu negócio!

avatar ACEA EVGUENI RATCHEVA
Acea Evgueni Ratchevafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Formalização: primeiro passo para o sucesso do seu negócio!
Criado em 27 JUN. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Formalizar a estrutura do seu negócio é uma decisão importante, mas muitas vezes as novas empreendedoras não sabem por onde começar. 

Você deve estar se perguntando: se já comecei a vender bens ou serviços, por que preciso formalizar meu negócio? Já estou fazendo negócios. Embora existam muitas razões para a formalidade, a principal delas é a responsabilidade.

Enquanto a Internet e as redes sociais tornaram super fácil para as pessoas começarem imediatamente a vender produtos e serviços para o público em geral, sem as proteções que uma estrutura formal de negócios oferece, você se coloca em risco considerável caso algo dê errado com o produto ou serviço que você fornece.

Um dos principais benefícios de formalizar seu negócio é que, na maioria das vezes, separa você  das ações e responsabilidades de sua empresa.

A estruturação do negócio

A primeira coisa que você deve considerar ao decidir como estruturar seu negócio é o seu propósito. Que tipo de produto ou serviço sua empresa vai fornecer? Seu negócio estará em um setor altamente regulamentado ou será em um setor que exige algum tipo de licenciamento profissional? Você eventualmente buscará investimento externo?

Você espera ser a única proprietária do seu negócio, ou você assumirá co-proprietários/parceiros no futuro? Você planeja compartilhar alguma participação acionária em sua empresa? As respostas a essas perguntas são todas projetadas para que você considere mais do que o aqui e agora em sua empresa, porque algumas estruturas de negócios são mais propícias a certas condições do que outras. 

É sempre uma boa prática contemplar essas questões no início do estabelecimento de seu negócio, embora seja verdade que você pode alterar sua estrutura no futuro.. Como empreendedora, você precisa ir além do primeiro ano da sua empresa; pense em onde você quer estar daqui a cinco, dez anos. Depois de ter uma ideia ou visão sobre para onde sua empresa está indo, você estará mais bem preparada para responder à pergunta sobre como sua empresa crescerá.


Segunda etapa

O segundo ponto que toda empreendedora precisa considerar ao decidir como estruturar formalmente seu negócio é o tamanho. Em termos de tamanho, você planeja contratar imediatamente ou será apenas você trabalhando no negócio? Se a empresa contratar funcionários, você oferecerá uma série de benefícios e incentivos adicionais, como assistência médica ou opções de ações? 

Para o seu setor, que tipo de talento especializado sua empresa precisará atrair para obter os funcionários com o conhecimento técnico ou o conjunto de habilidades necessárias para o seu negócio? Seria melhor contratar pessoas independentes (PJ) versus funcionários? Você começará este negócio sozinha ou terá outras pessoas se juntando a você? Essas são todas as perguntas que você deve considerar ao pensar no tamanho da sua empresa e na quantidade de ajuda (se houver) que você precisará ao começar.


Terceira etapa

A terceira premissa a se considerar ao decidir a estrutura do seu negócio é a responsabilidade. Por exemplo, se sua empresa é uma empresa individual, você, como proprietária, é responsável por todas as dívidas não pagas, lesões ou danos incorridos pela empresa. Isso significa que seus bens pessoais podem ser usados para resolver disputas caso você seja considerada culpada.

Por outro lado, com as sociedades em nome coletivo, enquanto os sócios (ou seja, os proprietários) são responsáveis por dívidas não pagas, lesões e danos causados pelo negócio, ao contrário dos proprietários individuais, os sócios podem limitar sua parte de qualquer responsabilidade que ocorra como resultado do negócio.

Existem diferentes maneiras de fazer isso dentro da estrutura de parceria, que não estão disponíveis para aqueles que são proprietários individuais. Com empresas de responsabilidade limitada, assim como o nome indica, os membros (ou seja, proprietários) em sua maioria são protegidos de quaisquer dívidas não pagas, lesões ou danos incorridos pelo negócio. Ainda mais para corporações em que a responsabilidade é ainda mais limitada porque o negócio é tratado como uma entidade separada de seus acionistas (ou seja, proprietários). 

Basta dizer que a questão da responsabilidade é importante porque, se deixada desprotegida, você será responsabilizada pelas ações da empresa e, se processada, seus bens pessoais, como sua casa ou investimentos pessoais, podem ser usados para resolver a disputa. 

Você trabalhou duro para criar seu negócio, mas também tem a responsabilidade de proteger seus bens pessoais. O que acontece no seu negócio não deve ser algo que possa acabar com o que você construiu ao longo da vida.  Proteger-se da responsabilidade é a principal razão pela qual você deseja estruturar formalmente seu negócio.


Gerindo a empresa

Como empreendedora, você deve considerar ao formalizar a estrutura de seu negócio a forma como ele será gerenciado. Você deve pensar em quão flexível deseja que a administração seja quando for a hora de tomar decisões importantes na empresa.

Dependendo da estrutura de negócios que você escolher, a flexibilidade pode ser muito limitada. Por exemplo, a estrutura de negócios mais flexível é uma empresa individual. Isso ocorre principalmente porque o proprietário é a única pessoa que administra a empresa e pode essencialmente fazer o que quiser com ela. 

Com essa estrutura de negócios, se uma decisão importante precisa ser tomada rapidamente, a proprietária não tem mais ninguém para obter aprovação antes de tomar uma decisão. Da mesma forma, dentro de uma parceria, desde que os sócios concordem com a principal decisão gerencial, então eles, na maioria das vezes, podem fazer o que quiserem com a gestão da empresa. 

Normalmente, os parceiros elaboram acordos de parceria que explicam em detalhes como e quem pode tomar esse tipo de decisão. 

Caso você entre em uma parceria ou em qualquer empresa em que seja co-proprietária com outras pessoas, certifique-se de que elas não sejam apenas confiáveis, mas também que tenham a capacidade de separar o pessoal do negócio. 

Certifique-se também de que está claro desde o início como as principais decisões do negócio serão tomadas e que haja sintonia na gestão da empresa.

A tributação

Um dos principais pontos que toda empreendedora precisa considerar na hora de decidir como formalizar a estrutura do seu negócio é a tributação

Independentemente da estrutura escolhida, sua empresa estará sujeita a impostos estaduais e federais. A questão é como você paga esses impostos. Ou seja, se você paga impostos em sua declaração de imposto pessoal ou em uma declaração de imposto separada. 

A resposta a esta pergunta depende completamente da estrutura do negócio que você escolher. A questão da tributação é algo que você pode conversar com um contador para entender melhor sobre o assunto. 

Dependendo do tipo de produto ou serviço que sua empresa fornecerá, determinadas estruturas de negócios podem não ser uma boa opção para você. Por isso, é  importante fazer sua pesquisa para determinar o que se encaixa melhor ao seu perfil.

Se você deseja que seu negócio seja levado a sério por outras empresas e por clientes em potencial, é hora de dar esse passo e formalizá-lo!

avatar ACEA EVGUENI RATCHEVA
Acea Evgueni Ratcheva
Mãe do Arthur | Head da comunidade Mulheres Empreendedoras | Especialista em Marketing Empresarial e Marketing Intelligence | Consultora no Sebrae Paraná | Empresária do segmento infantilfavorite_outline Seguir Perfil
capa Mulheres Empreendedoras
Mulheres Empreendedoras
people 1790 participantes
Somos uma comunidade de mulheres empreendedoras, que lutam diariamente para superar as dificuldades e chegarmos onde queremos! Somos fortes e empoderadas.
fixo
Em alta
Empreender é sobre Crescer e Contribuir
20 out. 2022Empreender é sobre Crescer e Contribuir
Seja a Influenciadora do seu negócio!
10 ago. 2022Seja a Influenciadora do seu negócio!
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?