Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVida de MEIkeyboard_arrow_rightArtigos

Estúdio de tatuagem: profissional pode ser MEI?

avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Vianafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Estúdio de tatuagem: profissional pode ser MEI?
Criado em 10 MAR. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Até metade de 2022, cerca de 98% dos pequenos negócios relacionados a tatuagens e profissionais de body piercing procuraram se formalizar através da figura jurídica de Microempreendedor Individual (MEI). São dados do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que mostram como os profissionais deste setor podem se beneficiar do cadastro MEI.

Tatuagem: uma breve história no Brasil e no mundo

A tatuagem é uma técnica de pigmentação da pele humana que existe há pelo menos 2.000 anos antes de Cristo. Pesquisas antropológicas e arqueológicas atribuem o uso dessa cultura em diversas sociedades, desde o império Egípcio até nativos Polinésios. Em sociedades ocidentais, como na Grécia e em Roma, também há fartos registros desse hábito.

Mas foi só no apagar das luzes do séculos XIX, em 1891, que o primeiro aparelho elétrico para fazer tatuagens foi criado. Filho de imigrantes irlandeses, Samuel F. OReilly, radicado em Nova York, criou a máquina de tatuar. Foi o primeiro grande passo para a massificação das tatuagens pelo mundo e o pontapé inicial para a formalização da profissão de tatuador.

No Brasil, a tatuagem elétrica chegou ao Brasil pelo Porto de Santos. Na década de 1960, o dinamarquês Knud Harld Lucky Gregersen, o Lucky Tattoo, montou sua loja na área portuária da cidade. No entanto, devido ao preconceito e ao conservadorismo do nosso país na época, a cultura da tatuagem passou décadas à margem da sociedade.

Hoje em dia, no entanto, parece que o jogo virou. De evangélicos a judeus, trabalhadores e patrões, torcedores fanáticos de futebol ou apaixonados por gatos, todo mundo conhece uma ou mais pessoas que têm tatuagens pelo corpo.

Pesquisa de 2019 divulgada pelo Instituto Alemão Dalia revelou que o Brasil ocupava a 9ª colocação entre os países que mais tatuavam pessoas. Na época, segundo o Sebrae, o mercado crescia 25% ao ano no país. Ainda segundo a entidade, naquele ano, o Brasil somava mais de 150 mil estúdios de tatuagem em todo o seu território. 

Oportunidade de negócio

A popularização da tatuagem no Brasil trouxe consequências positivas para o mercado. Com o crescimento exponencial dos serviços, o segmento experimenta um bom momento, e diversos amantes dos desenhos e das tattoos se perguntam: afinal, como me tornar um tatuador? Como montar meu estúdio? Tenho acesso a financiamento?

1. Cursos

Independentemente do quão bom somos ou do tamanho do nosso dom, se atualizar, praticar e aprender nunca é um mau negócio. Cursar matérias de desenhos é imprescindível. Por mais que tenhamos nossos estilos, compreender técnicas e traços variados nos liberta de qualquer prisão estilística e abre um leque infinito de possibilidades.


Outro aspecto importante quando nos especializamos em criação e ilustração é dominarmos as possíveis ferramentas de criação, sejam elas softwares de computadores ou até mesmo técnicas, como a xilogravura.


Cursos de como gerir seu negócio, propaganda e publicidade nas redes sociais e tantos outros também são bons pontapés iniciais para administrar seu negócio e garantir as vendas.

2. Encontrar um imóvel

Não é difícil perceber que o mercado de tatuagem é a venda de um serviço físico, presencial. Não menos difícil de perceber, a higiene do local precisa seguir regras e protocolos sanitários e de biossegurança.

Uma boa localização é determinante, porque atrai mais pessoas, além de deixar o trajeto entre casa do cliente e estúdio menos traumático para aqueles mais receosos com a agulha. O ponto comercial pode ser um sobrado ou até mesmo um espaço dentro de galerias e shoppings. Nesse processo, sempre se atente aos contratos de locação.

O imóvel não precisa ser grandioso, mas espaços confortáveis tornam a experiência de quem vai ser tatuado muito melhor do que a velha loja do Lucky Tattoo, por exemplo. A questão sanitária é fundamental, por isso consulte as leis municipais da sua cidade.

3. Um tatuador pode ser MEI?

Abrir um CNPJ e se tornar pessoa jurídica dá bons benefícios a qualquer dono de estúdio de pequeno porte. Um deles, por exemplo, é adquirir um empréstimo pessoal para realizar todas as sugestões dos itens anteriores.

Para conseguir isso, um passo importante que nós aconselhamos qualquer iniciante a dar é abrir um registro de Microempreendedor Individual (MEI). Registrado na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) como Serviço de Tatuagem e Colocação de Piercing, o MEI desta área pode faturar até R$ 81 mil por ano (ou R$ 6.750 por mês).

Além de benefícios previdenciários como direito ao INSS e aposentadoria por idade, o contribuinte MEI pode emitir notas fiscais através do CNPJ.


avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Viana
favorite_outline Seguir Perfil
capa Vida de MEI
Vida de MEI
people 7453 participantes
O espaço dedicado exclusivamente aos Microempreendedores Individuais. Aqui você encontra conteúdo para ajudar quem já é MEI na solução dos problemas, e também para guiar todos aqueles que estão pensando em se formalizar. Seja bem vindo!
fixo
Em alta
Inscrição Estadual MEI - Paraná
24 nov. 2022Inscrição Estadual MEI - Paraná
VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
09 nov. 2021VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?