Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightPolo de Liderança keyboard_arrow_rightArtigos

Em tempos de demissão, humanize o processo

avatar JACYMARA COELHO DO NASCIMENTO
Jacymara Coelho Do Nascimentofavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Em tempos de demissão, humanize o processo
Criado em 05 JUL. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

O fim nem sempre é melhor que o começo e isso fica claro quando o assunto é demissão, o término de um contrato de trabalho é sempre uma experiência difícil para todos os envolvidos, há sempre uma forte carga emocional nos profissionais que conduzirão o processo, o que não é compatível com toda racionalidade que precisam adotar no discurso e na postura diante do colaborador que está sendo desligado e cuja reação é sempre imprevisível.

Um caso recente divulgado na mídia chamou a atenção para o cuidado necessário na demissão, uma ex-funcionária entrou na justiça contra a empresa que realizou a sua demissão no formato de Paredão do Big Brother Brasil, onde o gestor solicitou aos demais membros da equipe que votassem no colega que deveria ser dispensado.

O caso, é um entre os muitos processos que tramitam na justiça do trabalho e que revelam as fragilidades no processo e a importância de uma demissão humanizada para evitar disputas judiciais que impactam negativamente na imagem e no caixa da empresa assim como também para o profissional.

Modelos prontos precisam ser adaptados de acordo com a cultura de cada organização, mas de uma maneira geral, seguir as dicas abaixo contribuirá para reduzir riscos dessa natureza.

1º REFLITA A DECISÃO

Demitir custa caro para a empresa, as verbas rescisórias são onerosas e é preciso considerar também o custo para a contratação de um novo profissional, além da contabilização do tempo necessário para treiná-lo. Antes de tomar essa decisão, reflita sobre a gravidade do(s) motivo(s) que fazem você, gestor, pensar nessa possibilidade, se foram dados todas as orientações e feedbacks necessários, enfim, se não é possível traçar um plano de reversão com o colaborador.

2º ORGANIZE O DISCURSO

Se a demissão for a única ou a melhor alternativa, organize o discurso, em se tratando de razão delicada utilize sempre um discurso objetivo e em tom respeitoso. Se o motivo estiver relacionado ao desempenho ou corte de pessoal, seja transparente, ofereça um feedback que possa ajudá-lo a se tornar um profissional melhor para o mercado. Todo mundo erra e não podemos decretar perda total considerando que todo ser humano é um ser em construção.

3º ESCOLHA O MELHOR MOMENTO E LUGAR

Evite demitir o colaborador no fim do expediente, em datas comemorativas como aniversário, dia dos pais ou dia das mães, por exemplo, e escolha um ambiente onde seja assegurada a privacidade, demissão na frente da equipe é sempre uma experiência constrangedora. É importante que essa comunicação seja feita pelo gestor imediato e que o RH participe somente quando houver necessidade do seu apoio.

4º SEJA CLARO, EVITE RODEIOS

Comece informando ao colaborador sobre a decisão de desligá-lo para então prosseguir com a informação sobre os trâmites legais ou mesmo pontuar os aspectos que foram determinantes para a demissão e fazer um breve retrospecto da sua jornada, sem esquecer de valorizar as contribuições dadas durante o tempo em que permaneceu na empresa. Rodeios ou falta de clareza, podem gerar insatisfações quanto aos reais motivos da demissão. Se estiver muito inseguro, sintetize ao máximo a conversa, evitando que seja falado algo desnecessário.

5º DÊ ESPAÇO PARA A FALA

O momento da demissão nunca é fácil, nem para aquele que é surpreendido com a notícia nem mesmo para aquele que decide sair da empresa, essa ruptura desencadeia um sentimento de luto, envolve as relações com a equipe, hábito, projeção de carreira, sonhos, repercute na organização familiar, na gestão financeira, enfim, afeta diretamente diversos aspectos da vida do trabalhador. Por isso, é tão importante oportunizar que ele expresse suas emoções e opiniões sobre a empresa e nesse sentido, a entrevista de desligamento, conduzida pelo RH, é uma importante ferramenta para registrar os pontos de vista do ex colaborador e a partir disso, traçar melhorias para a empresa.

A vida é feita de ciclos, e na área profissional isso não é diferente, da mesma forma que a empresa se preocupa com a experiência de ingresso do novo colaborador deve também, cuidar para que o processo de demissão aconteça da melhor forma possível, sempre pautado no respeito, na ética e cordialidade, contribuindo para que o ex colaborador leve na mala aprendizados e não mágoas.

avatar JACYMARA COELHO DO NASCIMENTO
Jacymara Coelho Do Nascimento
favorite_outline Seguir Perfil
capa Polo de Liderança
Polo de Liderança
people 4649 participantes
Seja bem vindo a comunidade Polo de Liderança! A comunidade tem como objetivo conectar líderes de micro e pequenas empresas com conteúdos para seu desenvolvimento. Participe e inspire-se com novas ideias para melhorar sua gestão, com visão e ousadia para liderar sua equipe e transformar sua empresa.
fixo
Em alta
Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
18 abr. 2023Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
18 jul. 2022[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?