Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Economia da recorrência: saiba tudo sobre o modelo que está transformando o mercado

avatar PATRICIA FERNANDES VALENTE SANTINI
Patricia Fernandes Valente Santinifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Economia da recorrência: saiba tudo sobre o modelo que está transformando o mercado
Criado em 10 AGO. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Hoje, os consumidores procuram fazer suas compras de maneira flexível e sem atritos. Estamos em uma nova era de comportamentos de compra, criando a necessidade de um novo modelo de negócios centrado no usuário. Na economia da recorrência não há limite de quantidade, volume de compras ou sazonalidade.


Os pagamentos digitais mantêm o mundo em movimento. Todos os anos, milhões de clientes fazem bilhões de transações em diferentes dispositivos, com vários métodos de pagamento. Além disso, as empresas podem oferecer serviços escaláveis, graças à tecnologia e aos dados.


Os consumidores são compradores informados, responsáveis e comprometidos, buscando principalmente um uso que se adeque às suas necessidades específicas, ao invés de possuir produtos reais. Foi-se o tempo em que o relacionamento com uma empresa era uma simples transação pontual. A nova mentalidade predominante é: por que possuir algo quando posso assiná-lo?


É aí que surge a noção de assinatura, amplamente preferida por players conhecidos como Deezer, Netflix, Spotify e outros. Ter a liberdade de usar o serviço em qualquer lugar, a qualquer hora, é o que melhor define a Economia de Recorrência.



O que é um modelo de negócios de assinatura?



O modelo de negócios de assinatura é um modelo de receita recorrente no qual os clientes pagam uma taxa semanal, mensal ou anual em troca de seus produtos ou serviços.

Os clientes podem renovar sua assinatura após um determinado período de tempo. Esse modelo permite que você aproveite seu relacionamento com o cliente para criar um fluxo constante de receita.


Modelos de receita baseados em assinatura beneficiam tanto a empresa quanto o cliente. Como cliente, você tem a conveniência de recomprar automaticamente um produto ou serviço que sabe que precisará no futuro. 


Como empresa, você retém clientes para vendas futuras, em vez de precisar engajá-los novamente com mais frequência. Você garante a receita recorrente mensal, que pode manter sua empresa funcionando nos piores momentos.


Para o produto, a marca e o setor certos, um modelo de assinatura pode ser uma abordagem muito eficaz e lucrativa para administrar seus negócios.



Como funciona esse modelo de negócios



Em um modelo de assinatura, os clientes são cobrados de forma recorrente por um produto ou serviço. Eles escolhem por quanto tempo e com que frequência desejam receber cada oferta, e a maioria das assinaturas oferece a opção de renovar ou cancelar a qualquer momento.


Pense em uma assinatura como um contrato entre você e o cliente. O cliente concorda em pagar por um produto ou serviço por um período de tempo e a empresa cumpre essa oferta desde que o cliente conclua seus pagamentos recorrentes. Quando o contrato termina, o cliente tem a opção de renovar ou cancelar sua assinatura.


Assim, a economia da recorrência tem algumas regras que precisam ser seguidas para manter a sustentabilidade do modelo de negócios. Entre elas, destacam-se:


  • comodidade;

  • simplicidade tanto na adesão quanto no cancelamento;

  • transparência na relação;

  • sistema de preços baseado no consumo;

  • uso de serviços/itens com direito de acesso, e não com direito de propriedade.


Uma solução para os novos consumidores digitais



Assinaturas e compras repetidas ajudam a fidelizar o cliente. Repetidamente, mas não contratualmente, os consumidores esperam que as marcas lhes forneçam serviços e produtos que maximizem sua satisfação em várias frentes, incluindo a sustentabilidade, e é aqui que entra o conceito de economia da repetição ou compra recorrente. 


Essa estratégia permite que os empreendedores concentrem seus custos e esforços na experiência do cliente. A economia da repetição é uma forma de manter o relacionamento entre consumidores e comerciantes, sejam eles pedidos uma ou várias vezes. Como mencionamos, nesse modelo de negócios, não há limite de quantidade, volume de compras ou sazonalidade.


Para facilitar as compras repetidas, a jornada do cliente precisa ser multidispositivo, multicanal, segura e sem atritos. 


O processo de pagamento deve ser o mais facilitado possível, oferecendo o produto desejado exatamente quando eles precisam. O melhor é levar o consumidor diretamente ao carrinho de compras que já está preenchido com o produto ou solução de seu interesse e orientá-lo no processo de pagamento em apenas alguns cliques.


A economia da recorrência veio para ficar e você já se adequou a esse modelo de negócios?


Se gostou deste tipo de conteúdo e gostaria de acessar mais dicas e experiências compartilhadas que podem te ajudar a trilhar sua jornada empreendedora, participe da comunidade Novos Negócios.

avatar PATRICIA FERNANDES VALENTE SANTINI
Patricia Fernandes Valente Santini
Tentar, aprender e tentar novamente.... Esse é o lema que rege minha vida! Gestora de Projetos Especialista em Gestão de Micro e Pequenas Empresasfavorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5321 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?