Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVida de MEIkeyboard_arrow_rightArtigos

É possível ser MEI e possuir vínculo empregatício?

avatar RODRIGO FEYERABEND
Rodrigo Feyerabendfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
É possível ser MEI e possuir vínculo empregatício?
Criado em 01 FEV. 2023
text_decreaseformat_color_texttext_increase


Muitas dúvidas surgem a partir do momento em que você pensa em abrir um MEI. Uma das principais dúvidas é: Existe a possibilidade de me tornar MEI e manter um trabalho com carteira assinada? Sim, é possível. Mas você deve ficar atento a quais são as obrigações e requisitos necessários a serem seguidos.


Antes da gente te explicar um pouco melhor como isso funciona, que tal manter as obrigações em dia? Inscreva-se no curso SOU MEI e saiba todas as informações para gerenciar o seu negócio.  


É claro que a maioria das pessoas percebe uma certa segurança oferecida pela CLT. Contudo, ainda mantém o desejo de tentar empreender, e sem dúvidas o MEI pode ser uma excelente opção!  



Seguro Desemprego


Ao abrir uma MEI você pode perder seu seguro-desemprego. Sim, caso você tenha um trabalho de carteira assinada, você corre o risco de perder esse benefício com a abertura do MEI. O mesmo caso do seguro-desemprego vale para o FGTS.


Isso pode acontecer, por exemplo, com pessoas demitidas sem justa causa, a Lei Nº 7.998 diz que os empreendedores que têm CNPJ na categoria MEI, têm direito a receber este benefício. Ou seja, a previdência social assume que você possui outra fonte de renda, não precisando receber o benefício do governo.


Toda regra possui uma exceção, então é possível tentar comprovar através da sua documentação mensal que não possui lucros como MEI, mas isso pode se tornar complicado, já que você poderá dedicar todo o seu tempo para alavancar seu negócio. Além disso, abrir mão da sua empresa para receber o benefício pode ser uma decisão difícil.



Cuidado para não virar concorrente da sua empresa


Outra situação que pode se tornar complicada é se você abrir o MEI no mesmo ramo de atividade que a carteira CLT. Isso pode gerar a rescisão do contrato, já que o seu negócio pode ser visto como concorrência.


Nesses casos, é bom ter uma autorização formal da própria empresa para atuar como MEI. Caso contrário, a demissão por justa causa é uma possibilidade.



INSS


A carteira assinada te permite que os tributos já sejam descontados. No entanto, o fato de você contribuir com a CLT não te isenta do pagamento de imposto como MEI. Ou seja, você precisará pagar a DAS-MEI, a guia de recolhimento do imposto do microempreendedor individual, mensalmente. Por outro lado, a aposentadoria vai levar em conta tanto sua atividade como CLT como MEI.



Imposto de renda


A declaração do Imposto de Renda pode não ser necessária. A obrigatoriedade só é estabelecida caso o MEI possua rendimentos tributáveis iguais ou superiores a R$28.559,70. 


É preciso declarar com atenção seus ganhos como MEI. Isso porque o seu negócio pode ter custos (aluguel, água, luz etc). Então é necessário fazer o cálculo do lucro bruto, sendo que uma parte é lançada como rendimentos isentos e não tributáveis. Já a outra parte é lançada como rendimento tributável.


Nesse sentido, é muito importante a gente se lembrar dos requisitos mínimos para se tornar um MEI. O faturamento máximo de um microempreendedor individual é de R$81 mil por ano. Caso esse valor seja ultrapassado, a empresa deve mudar seu regime empresarial.


Outros requisitos para abrir o MEI são que você não seja servidor público; titular, sócio ou administrador de outra empresa e ter, no máximo, um empregado ou empregada. Por fim, você precisa exercer uma das atividades permitidas no MEI. 


Depois de vermos tudo isso, fica claro que você pode abrir um MEI e continuar no regime CLT para aumentar as suas receitas com a prestação de outros serviços e até mesmo conseguir créditos por meio do CNPJ.


Sabemos que a vida de empresário não é fácil e queremos ajudar você a manter as obrigações em dia. Por isso, elaboramos um material especial para você que é MEI. Inscreva-se no curso SOU MEI.


Para saber mais e ter acesso a outros conteúdos como esse, não deixe de se inscrever em nossa comunidade. 


Abraços, 

Rodrigo. 


avatar RODRIGO FEYERABEND
Rodrigo Feyerabend
Administrador, Gestor de projeto e Consultor do Sebrae/PR.favorite_outline Seguir Perfil
capa Vida de MEI
Vida de MEI
people 7398 participantes
O espaço dedicado exclusivamente aos Microempreendedores Individuais. Aqui você encontra conteúdo para ajudar quem já é MEI na solução dos problemas, e também para guiar todos aqueles que estão pensando em se formalizar. Seja bem vindo!
fixo
Em alta
Inscrição Estadual MEI - Paraná
24 nov. 2022Inscrição Estadual MEI - Paraná
VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
09 nov. 2021VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?