Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightDia a dia do Empresáriokeyboard_arrow_rightArtigos

É possível recontratar funcionário demitido? Entenda como deve ser feito

avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Vianafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
É possível recontratar funcionário demitido? Entenda como deve ser feito
Criado em 19 AGO. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase


Realizar a recontratação de funcionários não é proibido, porém é preciso estar atento às leis trabalhistas para que não tenha problemas. O ato de recontratar nada mais é do que, quando um funcionário é demitido, e passado algum tempo, é recontratado pela mesma empresa. 


Esse cenário está presente principalmente no pós-pandemia. Muitas empresas nesse período demitiram seus funcionários, pois tiveram que fechar as portas diante dos problemas econômicos. Com o pós-pandemia, algumas conseguiram se reerguer e, portanto, acabaram priorizando funcionários que acabaram saindo na ocasião.

O que diz a legislação?

Segundo a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), não há nenhuma lei que proíbe a contratação de funcionários demitidos, porém existem algumas regras a cumprir. É preciso inicialmente que siga a Lei 14133, que estabelece normas gerais de licitação e contratação.


De acordo com o que diz a legislação, é possível readmitir um funcionário dispensado, sem justa causa, após 90 dias do desligamento. Isso por conta dos direitos que o empregado é acometido, como saque de valores do FGTS, seguro-desemprego, entre outros. Uma contratação antes de 90 dias é considerada irregular.

Qual é o passo a passo legal?

Os procedimentos de recontratação são iguais aos de contratar um novo profissional, portanto é preciso realizar todos os procedimentos. Os documentos precisam estar em dia, e o funcionário deve realizar o exame de atestado ocupacional, pois o anterior retira a validade após a demissão.


A assinatura da carteira também deve ser renovada; agora, com a CTPS digital, é preciso realizar uma nova. Além disso, não precisará cumprir tempo de experiência, apenas se for contratado para uma nova função.

Com o que preciso ter cautela?

O gestor que decide recontratar uma pessoa precisa entender se ela é essencial na equipe. Em alguns casos, o funcionário foi demitido nem sempre por problemas econômicos enfrentados na empresa, conforme dito anteriormente. 


Realizar essa análise antes de contratar é imprescindível, pois ela pode afetar o time negativamente. O importante é que se faça uma nova entrevista com o funcionário, buscando entender suas expectativas, se ele se qualificou nesse meio tempo, pois aí a contratação será muito mais assertiva.

E se o funcionário foi demitido por justa causa?

Quando um profissional é demitido nesta modalidade, ele não recebe os direitos conferidos na lei trabalhista, como seguro-desemprego, FGTS, entre outros neste caso, é possível contratar em até 90 dias.


Embora não precise aguardar o prazo, os procedimentos de recontratação também devem ser os mesmos.


Tem mais alguma dúvida? Deixe nos comentários!



avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Viana
favorite_outline Seguir Perfil
capa Dia a dia do Empresário
Dia a dia do Empresário
people 763 participantes
Comunidade digital que reúne conteúdo prático sobre o DIA A DIA DO EMPRESÁRIO de Micro e Pequena Empresa.
fixo
Em alta
4 pequenos negócios rurais lucrativos para 2023
14 dez. 20224 pequenos negócios rurais lucrativos para 2023
Guarulhos se destaca na geração de empregos no Brasil
03 nov. 2023Guarulhos se destaca na geração de empregos no Brasil
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?