Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightFinanças e Tributoskeyboard_arrow_rightArtigos

Desperdícios nas empresas?

avatar IRENE HOFFELDER VIOTI
Irene Hoffelder Viotifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Desperdícios nas empresas?
Criado em 19 ABR. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Senhores(as) Empreendedores(as), 

Com o mesmo propósito dos posts anteriores, queremos trazer a vocês empreendedores assuntos de reflexão para uma gestão com melhores resultados, negócios mais rentáveis, equipes mais qualificadas e satisfeitas; assim como, estimulá-los a estudar e planejar para obterem uma melhor visão de futuro das empresas, ou seja, pensar a médio e longo prazo, pois o momento da economia apresenta mais oportunidades do que ameaças.  

 

O DESPERDÍCIO é resultante da cultura organizacional ou excesso de recursos disponíveis? Qual é a razão para continuamos desperdiçando tanto?


Tenho refletido muito a respeito dos desperdícios que ainda percebemos na maioria dos setores, mas em alguns no Brasil, chega a nos indignar profundamente. Um bom exemplo é, quando ouvimos a informação como há poucos dias que comemoramos o dia nacional da água, de que em torno de 40% da água potável no Brasil é ainda desperdiçada, segundo a ANA (Agência Nacional de Águas – 21/03/22).


Outro setor é o de alimentos - hortifruti, onde em torno de 33% de tudo o que é produzido de alimentos no mundo não chega à boca do consumidor final, segundo dados do EMPEA Engenharia de Alimentos. Já o IBGE - 2019, publicou que 26,3 milhões de toneladas de alimentos são jogados no lixo anualmente no Brasil. 


Já segundo a Embrapa, o desperdício de alimentos no Brasil acontece em toda a cadeia de produção: 10% do que é colhido se perde ainda no campo, 50% durante é desperdiçado no manuseio e transporte, 30% perdido na comercialização e abastecimento e 10% é jogado fora nos supermercados, restaurantes e em nossas próprias casas.


Ainda segundo a FAO (Dez/21), estima-se que vai além de US$ 1 trilhão, os custos econômicos por ano de custos ambientais e custos sociais do desperdício de alimentos (respectivamente US$ 700 e US$ 900 bilhões).

E se formos buscar dados de outros setores, vamos perceber que os indicadores são muito elevados a respeito do desperdício de recursos de modo geral.    


Nos últimos anos visitei outros países e percebi que nem todo lugar, o desperdício é tão grande como vemos em nosso país. Talvez nossa cultura, nossos modelos ou métodos de processos e procedimentos, nossas leis; precisem ser revistas para uma nova forma de fazer as coisas, um novo jeito de pensar e agir com nossos recursos naturais e materiais. É preciso mudar nossa maneira de pensar e agir, nossa consciência coletiva urgentemente.


Onde está a raiz do problema?

A cultura de uma cidade, de um estado ou de uma nação, é o fruto, boa parte da diversidade de: hábitos, educação, políticas, regras, leis, cultura familiar da população que vive no lugar, e o Brasil é esta soma. É um país muito grande, com muitas raças diferentes e culturas, bem como, com muitos recursos naturais ainda disponíveis e por ter muito, se desperdiça. 


A pandemia evidenciou muitas necessidades prementes de mudanças e uma das principais, é a necessidade de ampliar nossa consciência para hábitos mais responsáveis no âmbito: social, ambiental e econômico. Não vamos melhorar nossa condição, se não ampliarmos esta responsabilidade e consciência.  


E este acredito ser um ponto chave. Empresas, famílias, sociedade, escolas e governos, cada parte precisa avançar e fazer o seu papel. Penso também que, tudo começa na atitude do cidadão que pode fazer diferente. Se uma pessoa ou uma empresa muda e contagia outra, é possível criar uma cadeia toda de mudanças. É POSSÍVEL, PRECISAMOS AGIR!


E dentro da empresa, como mapear os desperdícios? 


Culturalmente a maioria das empresas possuem locais e formas de desperdícios. A diferença ocorre, quando a equipe desperta para fazer um levantamento e enumerar a quantidade de desperdício existente em cada área, em cada assunto.

 Aqui vão algumas possibilidades comuns que ocorrem:

  • Desperdícios de água, energia, gás, combustível.
  • Retrabalho e defeitos.
  • Matéria prima comprada em excesso e desperdiçada no processo.
  • Uso inadequado de recursos naturais (energia, água, gás, alimentos).
  • Desperdício de espaço da estrutura física.
  • Desperdício de equipamentos mal aproveitados.
  • Desperdício de capacidade produtiva de máquina e de pessoas.
  • Desperdícios de talentos mal aproveitados na empresa.
  • Desperdício de resíduos.
  • Falhas de gestão de estoque, falta de peças.

Podemos começar entendendo o processo completo:

  1. Mapeamento dos possíveis desperdícios, onde se encontram.
  2. Contabilização de cada desperdício.
  3. Identificação da causa e criação de plano para eliminação dos desperdícios.
  4. Desenvolver campanhas internas de compreensão e consciência coletiva, chamando a responsabilidade de cada pessoa para que todos adotem a cultura do cuidar responsavelmente.

Existem algumas metodologias que podem ser adotas, mas fundamentalmente é preciso começar colocando as pessoas certas que compreendam e se comprometam com o assunto, coordenando todas as etapas e implementando as soluções de ponta a ponta para obter resultados de diminuição de custos e desperdícios.


Uma metodologia bastante conhecida no Sebrae, é o Programa 5 – Q São + (Cinco Menos Que São Mais). É um, programa criado com o objetivo de medir os desperdícios por um determinado tempo (origem e quantidade), para criar métodos de monitoramento, redução e eliminação. PROCURE O SEBRAE e obtenha o apoio de especialistas no assunto. O importante é começar com algumas métricas e gradativamente ir criando a cultura de melhorias permanentemente.


Desperdício, é dinheiro não aproveitado!

Em mais de 20 anos de minha atuação em consultorias na área de gestão nos mais diversos segmentos, é um dos temas mais comuns que tenho encontrado. Mas, também percebi que todas as empresas que despertaram para o assunto e começaram a mapear, medir, tratar, resolver e criar alternativas de soluções, obtiveram resultados financeiros melhores.


Um case – Há menos de um mês visitando uma empresa, o empresário me relatou que precisava mudar o seu sistema e estrutura de gestão de TI (Tecnologia da Informação), pois em um levantamento que havia feito um pouco mais detalhado, percebeu que pagou R$ 60.000,00 de horas extras que talvez não tivessem sido cumpridas de verdade pelos funcionários.   


Este é só mais um exemplo de que as empresas precisam ter e saber usar as informações de forma segura e confiável do seu negócio para obter os melhores resultados, além de diminuir os riscos do negócio. Desperdícios são custos além do necessário. Quando pensarmos sobre isto, vamos buscar onde se encontram e corrigi-los.  


Siga a Comunidade Crédito, estamos sempre divulgando orientações sobre a gestão empreendedora, acesso à crédito e oportunidades de recursos disponíveis para fomentar e inovar em seus projetos e negócios. 

Acesse a comunidade e compartilhe os posts.


Desejo êxito nos seus empreendimentos!

 

Irene Hoffelder Vioti - Consultora, palestrante e escritora nas áreas: Estratégia empresarial, sustentabilidade, inovação e storytelling empresarial.

 

avatar IRENE HOFFELDER VIOTI
Irene Hoffelder Vioti
Mestranda em Administrao Estratgica de Negcios pela UNAM - Universidad Nacional de Misiones - Argentina. Consultora, palestrante, instrutora e escritora nas reas: Estratgia empresarial, sustentabilidade, inovao e storytelling empresarial.favorite_outline Seguir Perfil
capa Finanças e Tributos
Finanças e Tributos
people 4569 participantes
Comunidade digital que reune informações e conteúdos sobre FINANÇAS e TRIBUTOS diariamente. Participe!
fixo
Em alta
Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
12 mai. 2020Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
12 mai. 2020Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?