Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightPolo de Liderança keyboard_arrow_rightArtigos

Desconstruindo conceitos tradicionais de liderança

avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Limafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Desconstruindo conceitos tradicionais de liderança
Criado em 30 AGO. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

No painel apresentado no dia 29 de agosto no evento Líderes em Movimento, a psicóloga clínica, Gisele Aciolly; o professor de Neurociência, Joe Weider e o consultor e palestrante, Ricardo Neves analisam a partir de três perspectivas fundamentais que sedimentam um novo modelo de liderança para o século XXI.


A vulnerabilidade como oportunidade de aprendizado, a autoconsciência como forma de evolução nas relações humanas, a cooperação como forma de alcance dos melhores resultados e a conexão entre as qualidades do feminino e do masculino para uma liderança eficaz.



A vulnerabilidade é a melhor medida de coragem



À primeira vista, a vulnerabilidade é tida como uma fraqueza, principalmente nos negócios. Quando se trata de liderança, a vulnerabilidade é muitas vezes tratada como uma responsabilidade para os líderes. Os líderes sentem uma pressão constante para atuar em um nível mais alto do que os outros. Afinal, espera-se que eles tenham uma visão, tomem as ações necessárias para realizá-la e respondam às perguntas difíceis ao longo do caminho

.

Na realidade, essa visão de vulnerabilidade impede que os líderes sejam eficazes. Quando ouvimos as histórias de pessoas de sucesso, muitas vezes nos inspiramos nas circunstâncias e nos obstáculos que elas conseguiram superar ao longo de seu caminho. Embora façamos grandes esforços para esconder nossa própria vulnerabilidade, na maioria das vezes são os líderes vulneráveis que compartilham suas fraquezas e lutas que achamos mais autênticos, inspiradores e fáceis de se conectar.


A vulnerabilidade pode ajudar sua equipe de várias maneiras:


A segurança psicológica e o bem-estar são aprimorados em ambientes em que a vulnerabilidade é atendida com positividade e recompensada. Isso leva a "culturas inclusivas e de alto desempenho";


Quando as pessoas veem a autenticidade e a coragem de um líder, sentem-se livres para fazer o mesmo, aumentando assim o sentimento de pertencimento;


A vulnerabilidade ativa capacita as pessoas a falarem suas verdades e, por sua vez, cria um ambiente melhor para todos. A vulnerabilidade é, afinal, o maior antídoto para a hostilidade, e quando você mostra vulnerabilidade durante conversas difíceis, a defensividade geralmente é desarmada;


Permite que as equipes resolvam problemas com maior clareza, precisão e velocidade. É mais fácil resolver problemas quando as pessoas não estão tentando esconder pequenos erros ou podem ser abertas sobre a necessidade de mais informações;


Constrói melhores relacionamentos e encoraja as pessoas a pedir ajuda quando precisam. Isso pode levar a uma maior inovação e melhor colaboração entre os membros da equipe;


Diminuição do estresse e apoio mais significativo quando todos se sentem seguros para compartilhar como estão se sentindo ou com o que estão lutando. Essa conexão também promove a lealdade.


Como líder, você pode mostrar vulnerabilidade ao:


Ouvindo ativamente seus colegas e focando no ato de ouvir e entender, em vez de ter todas as respostas certas.


Admitindo quando você cometeu um erro e tenha a coragem de dizer: "eu estava errado".


Abraçando momentos de incerteza e tentando encontrar o potencial, mesmo que isso signifique pedir ajuda.


Falando sua verdade honesta (gentilmente), mesmo que isso possa irritar algumas pessoas, porque você sabe que beneficiará a organização e a equipe.


Embora possa parecer paradoxal, mostrar vulnerabilidade é, na verdade, mostrar força. Exibir tal autenticidade e falar com sinceridade sobre vulnerabilidades é a essência de liderar com uma mentalidade de crescimento. A vulnerabilidade é de fato uma superpotência e os líderes devem dedicar um tempo para aprender como e quando usá-la para capacitar aqueles que lideram.



Cooperação e o aumento dos valores da empresa



Para que uma organização funcione sem problemas e atinja seus objetivos, é importante promover um ambiente de trabalho que apoie a colaboração entre colegas. Infelizmente para a maioria das organizações, isso não ocorre naturalmente e, portanto, você deve se esforçar e tomar medidas para ajudar a construir e sustentar um ambiente de trabalho cooperativo.


A cooperação no local de trabalho pode significar muitas coisas. Envolve o nível em que os funcionários participam da tomada de decisões, como a administração e os funcionários trabalham juntos para resolver problemas e como todos os níveis da organização trabalham juntos para alcançar objetivos comuns.


Existem muitas atividades e medidas que a liderança, juntamente com os funcionários, podem tomar para ajudar a melhorar a cooperação no local de trabalho.


O trabalho em equipe deve se tornar parte da cultura do seu local de trabalho. Para que os colegas de trabalho colaborem com sucesso, a liderança dentro da organização deve trabalhar para tornar a colaboração um dos principais valores da empresa. Os funcionários devem ver que a liderança dentro da empresa trabalha em conjunto como uma equipe para atingir as metas. Além disso, a liderança da empresa deve premiar publicamente as equipes quando forem bem-sucedidas no trabalho conjunto para atingir seus objetivos.


Para realmente melhorar a colaboração, os líderes devem fornecer um ambiente em que os funcionários não tenham medo de compartilhar suas ideias. Os líderes devem criar uma cultura em que a troca de ideias seja incentivada e recompensada. O trabalho em equipe e a colaboração devem ser um tema central da declaração de missão para melhorar a colaboração.


Mantenha uma linha de comunicação aberta. Suas melhores tentativas de criar um sentimento de pertencimento dentro de uma equipe serão em vão, a menos que uma comunicação aberta seja estabelecida. Você pode incentivar esse tipo de interação mantendo uma linha de comunicação clara e aberta entre os funcionários e você ou outra equipe de gerenciamento. Este é o único método para garantir que todos se sintam à vontade para discutir suas ideias para melhorar em grupo.


Além de manter uma comunicação aberta e ser acessível, você deve organizar reuniões frequentes em que os funcionários possam expressar seus problemas. Isso permite que você trabalhe para resolver problemas antes que eles possam surgir, economizando tempo.

Revise os talentos do colaborador. Uma organização deve olhar para as habilidades de cada funcionário e colocá-los em um ambiente em que possam agregar mais valor.

 Ao formar equipes, para que possam colaborar efetivamente, é preciso identificar os pontos fortes de cada indivíduo e colocá-los com colegas de trabalho que complementarão esses pontos fortes. Quando cada membro da equipe é o melhor em seu papel dentro da equipe, você os verá produzindo resultados acima de suas expectativas.


A cooperação é uma parte importante da nossa vida cotidiana. Embora a cooperação às vezes possa ser difícil de alcançar, certas práticas como enfatizar objetivos compartilhados e engajar-se em comunicação aberta, podem promover o trabalho em equipe e até mesmo acabar com as rivalidades.



Liderança: a fusão de masculinidade e feminilidade



Pesquisadores e o público em geral costumam discutir sobre as diferenças entre líderes masculinos e femininos sem chegar a um consenso sobre quem é melhor, mas a frase Liderança é a arte de mobilizar os outros a querer lutar por aspirações compartilhadas nos traz uma reflexão ela revela que homens e mulheres são capazes de liderança eficaz e que a liderança em si é maior do que apenas ser um homem ou uma mulher. É mais sobre ser firme e delicado, confiante e flexível, dar e receber, e assim por diante.


No ambiente de negócios competitivo e em constante mudança de hoje, ambos os sexos precisam de uma variedade de qualidades para serem capazes de se adaptar. 

O lado masculino é baseado em qualidades como força, competitividade, assertividade e tomada de risco. O lado feminino inclui flexibilidade, habilidades de fala eficazes, cuidado com os membros da equipe, atenção aos detalhes, manutenção da marca, paciência e intuição. A liderança requer qualidades masculinas e femininas, juntamente com a capacidade de manter seu equilíbrio e usá-las no lugar certo e na hora certa. Não envolve gênero, mas sim nossa capacidade de aplicar nosso potencial ao máximo.


O primeiro passo para realizar esse potencial é aceitar o fato de que feminilidade e masculinidade não são opostos, mas duas características independentes que podem ser desenvolvidas e coexistir simultaneamente. 


O segundo passo é ter consciência de que nossas fraquezas e forças convertem a clareza em direções e estratégias de crescimento pessoal. E, por último, uma vez que ambos os lados estejam desenvolvidos, é importante praticar a flexibilidade.


Avançando, masculinidade e feminilidade são duas opções que o líder pode usar e gerenciar com adequação e pontualidade.


E você, como tem desconstruído os conceitos tradicionais de liderança? Conte para a gente nos comentários!


Perdeu alguma atração ou quer assistir novamente? Todo o conteúdo Líderes em Movimento 2022 ficará disponível para você assistir quando e onde quiser por até cinco dias. Aproveite! 


Se gostou deste tipo de conteúdo e gostaria de acessar mais dicas e experiências compartilhadas que podem te ajudar a trilhar sua jornada empreendedora, participe da Comunidade Polo de Liderança.


OBS: este conteúdo foi produzido com base na palestra DESCONTRUINDO CONCEITOS TRADICIONAIS DE LIDERANÇA, realizada pelos palestrantes Gisele Aciolly, Joe Weider e Ricardo Neves, no maior evento de liderança do país: LÍDERES EM MOVIMENTO.


avatar BIANCA BECKER DE LIMA
Bianca Becker De Lima
Sou Estrategista Digital, Produtora de conteúdo e Coordenadora da Comunidade Sebrae. Formada em Administração de Empresas, pós graduada em Marketing pela PUC/PR, tenho especializações em Marketing Digital. Apaixonada pelo vídeomarketing, também ensino pessoas a gravarem vídeos e atuarem no Instagram. Trabalho no Sebrae/PR há 10 anos :)favorite_outline Seguir Perfil
capa Polo de Liderança
Polo de Liderança
people 4641 participantes
Seja bem vindo a comunidade Polo de Liderança! A comunidade tem como objetivo conectar líderes de micro e pequenas empresas com conteúdos para seu desenvolvimento. Participe e inspire-se com novas ideias para melhorar sua gestão, com visão e ousadia para liderar sua equipe e transformar sua empresa.
fixo
Em alta
Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
18 abr. 2023Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
18 jul. 2022[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?