Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Contratação de estagiários em micro e pequenas empresas

avatar CAMILA VIEIRA CASTRO
Camila Vieira Castrofavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Contratação de estagiários em micro e pequenas empresas
Criado em 08 MAR. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

As micro e pequenas empresas estão sendo uma ótima opção para os estagiários já que possibilita um maior contato com os gestores e muitas oportunidades de crescimento. Já para o empreendedor, contratar um estagiário é ter uma pessoa motivada, bem adaptável à cultura da empresa e à forma de realização das tarefas.


Mas para essa contratação, existem algumas especificações que constam na Lei 11.788/2008, vamos saber mais sobre? 


Quem pode estagiar e quem pode contratar?


A idade para ser um estagiário é bem variada, de acordo com a legislação brasileira, estão aptos a realizar estágio os estudantes do ensino superior, profissionalizante, médio, educação especial e nos anos finais do fundamental – na modalidade profissional da educação de jovens e adultos (EJA).


Já a contratação dos estagiários pode ser feita por empresas, órgãos públicos (federal, estadual e municipal), autarquias, fundações e até profissionais liberais de nível superior, devidamente registrados em seus conselhos profissionais.


Como funciona o estágio?


Esse tipo de contratação tem o objetivo de contribuir com a formação educacional e profissional do estudante. Ou seja, a instituição de ensino deve aprovar o contrato para efetivar o processo e o serviço deve ser compatível com as atividades escolares, além de não prejudicar os estudos do jovem.


Com isso, temos algumas regras a serem seguidas para garantir a formação do estagiário, sendo elas: 


  • Jornada de trabalho: para estagiários do final do ensino fundamental e ensino especial são necessárias 4 horas diárias e 20 horas semanais. Para estudantes do ensino superior são 6 horas diárias e 30 semanais, e em período de avaliações a carga horária deve ser reduzida, no mínimo, pela metade. Porém, é possível estágio de até 40 horas semanais, realizado em cursos que alternam teoria e prática e nos períodos em que não houver aulas presenciais, quando essa situação estiver prevista no projeto pedagógico e da instituição de ensino.


  • Duração: tem duração de no máximo 2 anos, exceto para portadores de deficiência. 


  • Remuneração: quando o estágio não for da modalidade obrigatória, o empreendedor deve oferecer uma bolsa-auxílio como forma de remuneração, com valor a ser acordado entre as partes, e também auxílio-transporte.


  • Férias: o estagiário tem direito a 30 dias de férias logo depois de completar 1 ano de estágio, principalmente no período de férias escolares. As férias são remuneradas, no caso dos estagiários que recebem bolsa-auxílio. Se o contrato for inferior a um ano, esse direito é dado proporcionalmente ao tempo estagiado.  


  • Número de estagiários: de acordo com a lei, se tem um limite no número de estagiários em comparação ao número de profissionais na empresa. Sendo assim:

                      -Organizações com 1 a 5 funcionários: podem ter um estagiário;

            -De 6 a 10 funcionários: até dois estagiários;

            -De 11 a 25 funcionários: até cinco estagiários; 

            -De 25 ou mais funcionários: até 20% dos colaboradores podem ser

             estagiários.



Outras dúvidas:


  • As faltas e descontos: as faltas são descontadas, mas se devidamente justificadas, ambas as partes podem entrar em consenso se deve ou não gerar o desconto.


  • Remuneração: considerando estágios não obrigatórios, a concessão de bolsa ou outra forma de contraprestação é obrigatória, bem como auxílio-transporte. Para o estágio obrigatório, a concessão de bolsa (ou outra forma de contraprestação) e auxílio-transporte é facultativa.


  • Os estrangeiros: os estrangeiros que estão devidamente matriculados no ensino superior e são autorizados podem sim estagiar. Mas sempre é bom verificar a data do visto do estudante para bater com as datas do estágio.

 

  • Trabalho aos sábados: os estagiários podem sim trabalhar aos sábados, menos aos domingos. 


  • Seguro para acidentes pessoais: a cobertura deve abranger acidentes pessoais ocorridos com o estudante durante o período de vigência do estágio. Ele cobre morte ou invalidez permanente, sendo total ou parcial, provocadas por acidente. O valor da indenização deve estar no Certificado Individual de Seguro de Acidentes Pessoais e precisa ser compatível com os valores de mercado.


  • Vínculo empregatício: o estágio não é considerado vínculo empregatício, então não há a obrigação de fazer anotação na carteira de trabalho, nem incidem os encargos trabalhistas como no caso dos profissionais do regime CLT.


Outras obrigações da empresa:

  • Um colaborador da empresa, com experiência profissional na área deve orientar e supervisionar até dez estagiários simultaneamente;

  • É obrigatório contratar seguro contra acidentes pessoais para o estagiário, com valor de apólice compatível com o mercado;

  • A cada 6 meses, a empresa deve enviar para a instituição de ensino um relatório contendo as atividades dos estagiários;

  • No fim do contrato, a empresa entrega um termo de realização do estágio, descrevendo as atividades realizadas, o período de estágio e a avaliação de desempenho;

  • Também é recomendável armazenar todos os documentos que comprovem a legalidade do contrato;

  • O não cumprimento das obrigações legais ou do termo de compromisso caracteriza a contratação como vínculo empregatício, incidindo assim, a legislação trabalhista e previdenciária.

Termo de compromisso do estágio: 

Todas as cláusulas da atividade do estagiário devem estar descritas no Termo de Compromisso de Estágio (TCE), que deve ser firmado por todas as partes: empresa, instituição de ensino e estagiário ou seu responsável (e, se for o caso, o Agente de Integração).


Sendo assim, o documento deve ter: 

  • Dados de todas as partes envolvidas;

  • Identificação, dados, cargo e função do profissional responsável pela supervisão do estagiário;

  • Responsabilidade de todas as partes;

  • Descrição dos objetivos do estágio;

  • Definição da área e atividades do estagiário;

  • Cronograma de atividades do estagiário;

  • Carga horária e horário de estágio;

  • Valores da bolsa-auxílio e auxílio-transporte;

  • Identificação do número da apólice e da companhia do seguro contra acidentes pessoais;

  • Razões para a rescisão do contrato;

  • Prazo de vigência do documento;

  • Outros dados pertinentes.

Como é feito o término do contrato do estagiário?


O encerramento do termo de compromisso pode ser feito a qualquer hora tanto pelo estudante como pelo contratante. Como o estágio não tem vínculo empregatício não tem a necessidade de processos de demissão e aviso prévio.


Viu como a contratação de um estagiário pode ser uma opção com muitas vantagens para a sua empresa? Além de uma força de trabalho com vontade de aprender e mostrar seu potencial, o estagiário trará uma nova perspectiva ao negócio e às atividades que serão feitas, impactando positivamente o empreendimento. 


Informações sobre empreendedorismo:

Já conhece o “Fecha o Caixa” lá no YouTube? Ele foi pensado para o dono de negócio ter a sua disposição conteúdos relevantes sobre o universo do empreendedorismo de forma simples, divertida e gratuita! 

O programa é feito pela vhsys, uma empresa de tecnologia que desenvolve plataforma de gestão simples e descomplicada para micro e pequenas empresas. A solução dispõe de várias funcionalidades para auxiliar na administração de um negócio e tornar os processos mais práticos. Com módulos para as áreas financeira, vendas, serviços, estoque e compras, o sistema possibilita otimizar as operações recorrentes, economizando o tempo dos empreendedores. Vem saber mais e fazer um teste gratuito.

avatar CAMILA VIEIRA CASTRO
Camila Vieira Castro
Funcionária na vhsysfavorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5313 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?