Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNovos Negócioskeyboard_arrow_rightArtigos

Comportamento empreendedor: o Empretec como agente de transformação pessoal e profissional

avatar LUIZ AUGUSTO BUREI
Luiz Augusto Bureifavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Comportamento empreendedor: o Empretec como agente de transformação pessoal e profissional
Criado em 13 OUT. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

 

Hoje vamos tratar sobre o comportamento pessoal, os efeitos que ele traz e o quanto isso influencia e reflete nos resultados individuais e empresariais. 

Existe um grande número de empresários que fracassam em seus empreendimentos logo nos primeiros anos de atividade. 

Esses casos de insucesso, não afetam somente o empresário em si. Afetam sua família, a vida de seus colaboradores e impactam em outros setores da econômicos desencadeando um efeito negativo, tipo efeito em cascata. Raramente um empresário mal sucedido tem a percepção da proporção dos efeitos negativos gerados a partir de sua falência.

Embora atualmente a inteligência comportamental e emocional sejam temas amplamente discutidos, ganhando maior evidência neste período de pandemia, poucos empresários demonstram abertura e desejo em mudar. Existe uma trava em perceber a necessidade de mudar seu modo de pensar e agir, de reinventar o dia a dia. Existe uma grande resistência em moldar e construir um novo mindset ou modelo mental.

Certamente, você que está lendo este artigo, parou poucas vezes para pensar, para analisar, o processo de tomada de decisão e o quanto que seu comportamento interfere na gestão de sua vida, de seu negócio. Acredito que seu maior desejo é ter uma vida de sucesso e realizações. Uma vida abundante lhe possibilita realizar seus sonhos, fazer aquela viagem, comprar aquele carro... 

No âmbito profissional, não é diferente. O empreendedor sonha com uma empresa viável econômica e financeiramente, próspera, que apresenta uma boa rentabilidade e lucratividade, de preferência, de forma crescente. Almeja aumentar seu quadro de colaboradores, aumentar a gama de produtos e serviços oferecidos aos consumidores.

Acredito que, jamais passa pela cabeça de um empreendedor entrar em processo de falência. Assim como, isso não devia fazer parte dos planos de mais de 1,3 milhão de empresas que fecharam as portas, até a primeira quinzena de junho de 2020 (IBGE, 2020). 

Perceba em seu entorno, sua rede de relacionamentos e contatos, acredito que poderá identificar casos de dificuldades financeiras e até mesmo de falência empresarial e insucesso pessoal. O Sebrae SP (2018), aponta que no estado, a taxa de sobrevivência foi de 76,3%, ou seja, aproximadamente 1 a cada 4 CNPJ registrados encerram as atividades antes de completar 2 anos de atuação no mercado.

O Administradores.com (2018), apresenta um cenário mais desolador, apontando que, no Brasil, 27% das empresas fecham no primeiro ano de funcionamento. O mesmo, enfatiza que este cenário já foi pior, a 9 anos atrás (referência 2018), o índice era de 35%.

A correria do cotidiano, os assuntos corriqueiros e principalmente as urgências que tumultuam a rotina, fazem com que o foco das atividades seja principalmente em solucionar problemas, deixando a gestão e o planejamento de lado. Isso revela um modelo mental com baixa visão de futuro, voltado somente ao imediatismo.

Matéria veiculada na Negócios digitais na prática, aponta como um dos fatores que interferem na descontinuidade das empresas, a ausência de espírito empreendedor, falta mindset empreendedor. Essa informação convergem com outras já citadas por nós em artigos anteriores, onde apontam-se como principais motivos do fechamento de empresas, fatores decorrentes do perfil empreendedor, da falta de planejamento e gestão (SEBRAE, 2014).

Afinal, quais características são desejáveis em um empreendedor? 

No artigo, Nos dias atuais o que é indispensável para ser um empreendedor vencedor?, descrevem-se alguns passos que, segundo nossa ótica, consideramos fundamentais para construir ou reconstruir um mindset vencedor, pautado na lógica da pró-atividade. Conforme Roberto Shinyashiki enfatiza em suas formações, o poder em realizar está sempre em fazer.

O Sebrae possui um modelo de formação que desafia o participante a realizar atividades práticas. O Empretec, trata-se de uma formação que, além de uma vasta carga de conhecimento, propõe ao participante pensar, agir e inovar. O objetivo é proporcionar o amadurecimento de características empreendedoras, aumentando a competitividade e as chances de permanência no mercado. Trata-se de um curso de capacitação por imersão realizado durante 6 dias, com carga horária total de 60 horas. Conforme Sebrae O Empretec é uma metodologia da Organização das Nações Unidas (ONU) que busca desenvolver características de comportamento empreendedor e identificar novas oportunidades de negócios (SEBRAE, _).

No Empretec, o participante é convidado a olhar para si e fazer uma auto análise tendo como base orientativa neste processo de reflexão, 10 características comportamentais. Essas características são percebidas como intrínsecas ao indivíduo empreendedor e o objetivo é despertá-las e aprimorá-las.

A partir das características de comportamento empreendedor trabalhadas pelo Sebrae no Empretec, convidamos você agora, a reservar um momento para refletir, buscando analisar seus comportamentos individuais e o reflexo destes na sua vida empresarial. Olhe para dentro de si e procure identificar o que possui bem desenvolvido em sua vida, aquilo que está pouco desenvolvido e aquilo que já possui mas se faz necessário potencializar.

Que tal pegar caneta e papel para materializar este processo? Quando escrevemos aumentamos o processo de reflexão e as chances de realizar o que desejamos, além de podermos acompanhar a evolução posteriormente.

Reproduzimos abaixo, as 10 características de comportamento empreendedor trabalhadas no Empretec.

1. Busca de oportunidades e iniciativa

  • Age com proatividade, antecipando-se às situações.

  • Busca a possibilidade de expandir seus negócios.

  • Aproveita oportunidades incomuns para progredir.

Por que proatividade é importante para as vendas de um CFC? - Blog do CFC

2. Persistência: Desenvolve a habilidade de enfrentar obstáculos para alcançar o sucesso.

3. Correr riscos calculados

  • Procura e avalia alternativas para tomar decisões.

  • Busca reduzir as chances de erro.

  • Aceita desafios moderados, com boas chances de sucesso.

4. Exigência de qualidade e eficiência

  • Melhora continuamente seu negócio ou seus produtos.

  • Satisfaz e excede as expectativas dos clientes.

  • Cria procedimentos para cumprir prazos e padrões de qualidade.

5. Comprometimento, o empreendedor:

  • Traz para si mesmo as responsabilidades sobre sucesso e fracasso.

  • Atua em conjunto com a sua equipe para atingir os resultados.

  • Coloca o relacionamento com os clientes acima das necessidades de curto prazo.

6. Busca de informações

  • Envolve-se pessoalmente na avaliação do seu mercado.

  • Investiga sempre como oferecer novos produtos e serviços.

  • Busca a orientação de especialistas para decidir.

7. Estabelecimento de metas

  • Persegue objetivos desafiantes e importantes para si mesmo.

  • Tem clara visão de longo prazo.

  • Cria objetivos mensuráveis, com indicadores de resultado.

8. Planejamento e monitoramento sistemáticos

  • Enfrenta grandes desafios, agindo por etapas.

  • Adequa rapidamente seus planos às mudanças e variáveis de mercado.

  • Acompanha os indicadores financeiros e os leva em consideração no momento de tomada de decisão.

9. Persuasão e rede de contatos

  • Cria estratégias para conseguir apoio para seus projetos.

  • Obtém apoio de pessoas chave para seus objetivos.

  • Desenvolve redes de contatos e constrói bons relacionamentos comerciais.

10. Independência e autoconfiança

  • Confia em suas próprias opiniões mais do que nas dos outros.
  • É otimista e determinado, mesmo diante da oposição.

  • Transmite confiança na sua própria capacidade.

A metodologia de capacitação utilizada pelo Sebrae no Empretec no Brasil, possui 26 anos de histórico positivo. A solidez nos resultado se dá através da formação de 12.308 turmas, contemplando 285.769 participantes. 

 Essa transformação pessoal desencadeia resultado positivo nas finanças impactando também na economia local e até mesmo do país. 

Sejam mais uma pessoa a transformar-se e transformar seus resultados!!

A verdadeira transformação pessoal, transforma não somente o indivíduo, mas também todos que estão ao seu entorno.

Transforme sua percepção sobre si mesmo e evolua positivamente:

Transforme-se para transformar!

Luiz Augusto Burei 

 

  • Referências bibliográficas e artigos anteriores:

SEBRAE. Conheça as características empreendedoras desenvolvidas no Empretec.  Acesso em out. 2020.

IBGE. Pesquisa Pulso Empresa: Entre as empresas que estavam fechadas na 1ª quinzena de junho, 39,4% encerraram atividades por causa da pandemia. Disponível em: Agencia de noticias, ibge Acesso em jul. 2020.

SEBRAE SP. PANORAMA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS 2018 . Acesso em out. 2020.

ADMINISTRADORES.COM. NEGÓCIOS: 27% das empresas no Brasil fecham no primeiro ano. Acesso em out. 2020.

IBGE. Pesquisa Pulso Empresa: Entre as empresas que estavam fechadas na 1ª quinzena de junho, 39,4% encerraram atividades por causa da pandemia. Acesso em jul. 2020.

avatar LUIZ AUGUSTO BUREI
Luiz Augusto Burei
favorite_outline Seguir Perfil
capa Novos Negócios
Novos Negócios
people 5217 participantes
Um espaço aberto para trocas de experiências sobre novos negócios. Se você já tem uma ideia de negócio, ou ainda não sabe por onde começar, este é o lugar certo! Aqui, você encontra conteúdos para te ajudar a ter sucesso nesta jornada empreendedora ¿¿
fixo
Em alta
Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
16 ago. 2022Sebrae Em Dados - Mercado de Produtos Naturais no Brasil
Sebrae em Dados - Salões de Beleza
15 out. 2022Sebrae em Dados - Salões de Beleza
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?