Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightPolo de Liderança keyboard_arrow_rightArtigos

Como ser um ouvinte ativo - dicas para você, líder!

avatar JOAO FRANCISCO AMANCIO DE MORAES
Joao Francisco Amancio De Moraesfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt2
Como ser um ouvinte ativo - dicas para você, líder!
2 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 19 MAI. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Como líderes, precisamos adotar a prática da escuta ativa. Essa prática gira em torno do envolvimento com os funcionários a ponto de estar totalmente imerso no que eles têm a dizer. O principal objetivo é entender. Quando tornamos a escuta ativa parte de nossa rotina diária, construímos confiança, lealdade e relacionamentos fortes.


Vamos analisar elementos que fazem parte da escuta ativa e explorar como isso pode torná-lo um líder mais eficaz.


Silencie o mundo
Todo líder é incrivelmente ocupado, mas um ritmo frenético tem um custo: é difícil estar totalmente presente e dar a outra pessoa seu foco quando sua atenção está desgastada entre várias prioridades concorrentes.
Quando você deixa o mundo se intrometer em uma conversa, você inconscientemente diz à outra pessoa que ela é menos importante do que as coisas ao seu redor. Em vez disso, a cada interação, esforce-se para estabelecer uma conexão e mostrar às pessoas o respeito que elas merecem. Para fazer isso, comece limitando as distrações. Isso significa fechar seu laptop, silenciar seu telefone e estacionar problemas de trabalho na porta para que você possa se concentrar e se envolver com essa pessoa neste momento. 

Procure entender antes de ser entendido
Em nossas interações diárias normais, a maioria de nós está apenas esperando nossa vez de falar  buscando um espaço aberto na conversa onde possamos direcionar a discussão para onde queremos que ela vá. Mas quando fazemos isso, desvalorizamos o que a outra pessoa está dizendo. Nós não estamos realmente ouvindo-as. Como alguém pode ajudar a outro com seu problema se não entender, de fato, qual é o real problema dele?
Ouvir com propósito requer paciência. Saia do ciclo de formular uma resposta enquanto a outra pessoa ainda está no meio do pensamento. Em vez disso, reserve um tempo para ouvir a corrente oculta do que eles estão dizendo. As pessoas raramente compartilham tudo o que estão em suas mentes, mas se você estiver atento, geralmente poderá ler nas entrelinhas. Não são apenas as palavras delas que contam a história. O que a linguagem corporal delas está dizendo? Que sinais faciais você está percebendo? Procure descompactar totalmente o que está acontecendo para que se possa fornecer a empatia e o suporte que os funcionários precisam.

Mostre engajamento
Mostre à pessoa que você está ouvindo atentamente por meio de suas respostas e linguagem corporal: faça contato visual e forneça breves afirmações verbais ou acenos, modulando o tom de sua voz e espelhando seus maneirismos corporais. Parafrasear o que a outra pessoa está dizendo também pode ser uma ferramenta útil para mostrar que você entende ou está buscando clareza. Quando você leva tempo para validar o que alguém está dizendo, eles se sentirão à vontade para compartilhar mais.
Também é importante fazer perguntas poderosas. Essas devem ser perguntas abertas em que se pressiona a outra parte a mergulhar mais fundo para maior compreensão, tipo:
"Por que você pensa isso?"

  • Como você vê isso funcionando?
  • Você pode expandir esse ponto?
A curiosidade deve alimentar essas perguntas, e cada resposta deve ajudá-lo a entender mais claramente o problema ou a situação. Perguntas ponderadas mostram à outra pessoa que você está envolvido na discussão e aberto a ouvir o que ela tem a dizer. Ao mesmo tempo, leia seu público e esteja ciente de que algumas perguntas podem ultrapassar os limites de forma inadequada. Esteja preparado para reformular ou desistir de uma pergunta quando necessário e assegure à outra pessoa que não há problema em não seguir esse caminho.

Liberte-se do julgamento
Com a escuta ativa, é fundamental que os funcionários se sintam à vontade para falar o que pensam. Para facilitar isso, evite interromper a linha de pensamento deles, não seja muito rápido em oferecer conselhos e deixe o julgamento de fora da conversa, essas são maneiras infalíveis de encerrar uma comunicação aberta e honesta.
Interromper dá sinais para a outra pessoa de que você não está realmente ouvindo. Interrupção é o mesmo que dizer: "Já formei minha opinião e não me importo com o resto do seu pensamento". A interrupção gera desengajamento, coisa que se deve evitar. Quando você introduz julgamento na conversa, você desconsidera o estilo ou a abordagem da outra pessoa. Só porque alguém não pensa da maneira que você pensa não significa que eles estejam errados o ponto de vista deles é apenas diferente do seu. Quando você abraça essas diferenças, você pode levar as pessoas para onde elas estão, em vez de forçá-las a seguir um modelo com o qual você se sinta confortável.

Cultive o hábito
É ótimo desenvolver a conscientização sobre se tornar um ouvinte ativo, mas a chave é colocar essas medidas em prática. Isso requer praticar a escuta ativa e formar novos hábitos por meio de suas interações com os outros.
Para sua próxima reunião, planeje algumas maneiras de praticar deliberadamente técnicas de escuta ativa e crie o hábito de fazer perguntas poderosas. Se você achar isso difícil de fazer em tempo real, pratique com amigos ou familiares antes de experimentá-los no local de trabalho. Quanto mais arraigados esses comportamentos se tornarem, mais naturais eles parecerão. Formar esses novos hábitos é a chave para o sucesso a longo prazo com a escuta ativa.

A escuta ativa permite que você entenda melhor as dificuldades de seus funcionários e evite mal-entendidos. Isso, por sua vez, pode ajudar, você como líder, a identificar problemas antes que eles se tornem problemas sérios. Mostrar atenção compassiva às necessidades dos funcionários ajuda você a desenvolver o relacionamento, a influência e a credibilidade necessários para liderar e é a coisa certa a fazer.

avatar JOAO FRANCISCO AMANCIO DE MORAES
Joao Francisco Amancio De Moraes
favorite_outline Seguir Perfil
capa Polo de Liderança
Polo de Liderança
people 4649 participantes
Seja bem vindo a comunidade Polo de Liderança! A comunidade tem como objetivo conectar líderes de micro e pequenas empresas com conteúdos para seu desenvolvimento. Participe e inspire-se com novas ideias para melhorar sua gestão, com visão e ousadia para liderar sua equipe e transformar sua empresa.
fixo
Em alta
Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
18 abr. 2023Conheça 9 livros para aprimorar o desenvolvimento pessoal!
[CURSO] Flow - Conversas Difíceis
18 jul. 2022[CURSO] Flow - Conversas Difíceis