Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

Como os efeitos da transformação digital continuarão impactando os negócios, de bares e restaurantes?

avatar LUCIANO DO MARCO CAMPOS
Luciano Do Marco Camposfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Como os efeitos da transformação digital continuarão impactando os negócios, de bares e restaurantes?
Criado em 21 SET. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

De: Luciano Do Marco Campos

Primeiro vamos falar sobre a transforma digital, você sabe o que é isso? A transformação digital é um processo em que as organizações utilizam a tecnologia, a fim de obter ganhos em produtividade, tempo e qualidade para seus produtos e serviços. As mudanças podem ser aplicadas em todas as áreas do negócio, desde as administrativas até as operacionais e estratégicas.

E o que tem haver bares, restaurantes e pandemia? Tudo, devido a pandemia, os bares e restaurantes foram obrigados a fecharem suas portas para o atendimento presencial. Porém, a elevação do consumo virtual para atender aos clientes no momento que estávamos em lockdown surgiu um novo jeito de atender os clientes para aqueles que ainda não estavam online. E para os que não estavam, precisaram se organizar para se manter no mercado. E nesse curto espaço de tempo tiveram que adaptar o atendimento, os processos na cozinha, o cardápio disponibilizado e entre outros.

E nesse momento com a retomada de algumas atividades presenciais em todo o país, o ideal é que os estabelecimentos mantenham de forma efetiva, as boas práticas em ambos os modelos de atendimento, como forma de inovar, manter ou mesmo ampliar seu faturamento, para que se mantenha competitivo e se destaque no mercado.

As perspectivas para o setor levando em consideração o que foi publicado em junho de 2020 de um estudo realizado pelo Google. O objetivo foi identificar o comportamento do consumidor brasileiro durante a pandemia. E o aumento do interesse pelo delivery ficou evidente nos resultados. A alta nas buscas por restaurantes que entregam em casa foi de 72%. Os aplicativos mais procurados nesse contexto foram o iFood (47%) e o Rappi (32%).  E o que chama bastante atenção é que, de acordo com outro estudo do Google, 51% das pessoas que aderiram ao e-commerce durante o isolamento social continuarão com o hábito.

Luciano, porque devemos nos manter em constante transformação digital e o atendimento on-line?

Listo abaixo, 8 bons motivos para você ficar ligado

  1. Comodidade: se uma pessoa está em casa, debaixo das cobertas, assistindo a um filme e sente fome, ela tem duas alternativas. A primeira é de ir até a cozinha e preparar algo. A segunda é comprar algo pronto. Nesse cenário, ela provavelmente vai optar por comprar fora e, sequer ir ao estabelecimento, fazendo o pedido pelo aplicativo. É a decisão mais cômoda!
  2. Estar onde o público está: o pedido feito por meio de ferramentas online é uma atitude crescente. Por isso, é essencial manter as atividades no meio digital para continuar oferecendo canais de compra práticos, acessíveis e econômicos;
  3. Imediatismo a chegada da internet acelerou a vida de todos
  4. A tecnologia permite redução de custos; sendo, redução no uso de papel, uso de equipamentos mais econômicos, melhoria na gestão de compras, redução na quantidade de colaboradores, melhoria na relação com fornecedores; otimização dos processos, redução de desperdícios, melhoria na gestão de estoque.
  5. Ampliar a carteira de clientes: oferecer opções de entregas ou de vendas online fazem produtos e serviços terem um alcance maior;
  6. Aprimorar a infraestrutura virtual: os novos modelos, como delivery e vendas online, exigem infraestruturas bem planejadas. Ao dar continuidade a esse tipo de projeto, os estabelecimentos fazem melhorias e ajustes contínuos. Dessa forma, caminham muito mais rápido rumo ao processo de digitalização definitivo;
  7. Funcionários protegidos: é essencial redobrar a atenção com a saúde dos colaboradores. No contexto de pandemia, quanto menos contato eles tiverem com o público, menores as chances de contaminação. Nesse caso, as operações de delivery são mais seguras;
  8. Redução de prejuízos: nesse cenário de incertezas, contratar profissionais ou então modificar algo na estrutura física sem saber se o volume de trabalho será o mesmo pode impactar o orçamento, sobretudo se as operações forem suspensas novamente.

 Por tanto, a transformação digital é um movimento que nos últimos anos veio se mostrando necessário e com a pandemia acelerou muito e isso deve ser sempre um processo continuo e evolutivo. Caso você ainda não tenha pensado em fazer parte disso, deixo a dica, PENSE NISSO! Busque o que é melhor para o crescimento pessoal e do seu restaurante, se mantenha sempre conectado as informações, inovações e tendências de mercado.

Instagram :@lucianopiracicaba

Facebook: Luciano do Marco Campos

LinkedIn: Luciano do Marco Campos

e-mail: lmcampos@pr.sebrae.com.br

avatar LUCIANO DO MARCO CAMPOS
Luciano Do Marco Campos
favorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1269 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?