Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightFinanças e Tributoskeyboard_arrow_rightArtigos

Cinco passos para fazer uma gestão financeira qualificada do negócio

avatar MARIANA CARVALHO GARCIA DE SOUZA
Mariana Carvalho Garcia De Souzafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Cinco passos para fazer uma gestão financeira qualificada do negócio
Criado em 02 DEZ. 2020
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Para que o empreendedor aprimore suas finanças em tempos de crise é preciso entender a necessidade de planejamento e organização com a gestão financeira. Entre os erros mais comuns cometidos pelos empresários e que podem ser facilmente evitados estão:

  • misturar o patrimônio individual e empresarial;
  • falta de planejamento financeiro;
  • fazer dívidas sem a previsão de receitas.

Pensando em ajudar os donos de pequenos negócios, a Agência Sebrae de Notícias (ASN) identificou cinco passos de uma gestão financeira qualificada para atravessar a crise:

1. Planeje

Faça um levantamento de todas as despesas previstas nos próximos três meses. Projete também as receitas considerando o que você tem a receber e a queda do faturamento. Isso vai ajudar no controle do que entra e sai no caixa do seu negócio. Para isso, organize em uma planilha separando os valores de acordo com o tipo de despesa (salário, aluguel, insumos, gastos com água, luz, internet, telefone, etc.).

2. Ajuste

Com os recursos financeiros organizados você passa a entender, de forma clara, o que precisa fazer para melhorar as suas finanças e superar as dificuldades. Ter conhecimento da composição do seu faturamento permite que você identifique onde estão as suas possibilidades de conter gastos em um momento de queda do faturamento e defina ações corretivas, priorizando as despesas com maior impacto nos negócios. Corte e suspenda todas as despesas que não são essenciais para o seu negócio. Evite fazer alguma despesa que não seja extremamente necessária para a continuidade da empresa.

3. Renegocie

Despesas com aluguel e fornecedores podem ser negociadas ainda mais em um momento como este. Entre em contato e tente renegociar prazos e taxas, ou até mesmo obter descontos temporários. Se tiver dívidas em uma instituição financeira, procure o gerente para aumentar o prazo de pagamento, adequando o valor pago por mês ao seu faturamento.

4. Busque alternativas de faturamento

O empreendedor também deve tomar providências para aumentar o faturamento, fazendo promoções para desovar o estoque. As vendas online já não são mais uma tendência e tornaram-se uma realidade para as empresas. Por isso, diversifique seus canais de vendas na internet, utilizando as redes sociais e comercializando seus produtos em marketplaces.

5. Atente-se ao fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma ferramenta básica que permite apurar e projetar o saldo disponível para que exista sempre capital de giro, para aplicação ou eventuais gastos. Realize a gestão do fluxo de caixa da empresa, considerando as receitas e despesas previstas para não correr o risco de não ter dinheiro para pagar seus compromissos.

 

Curta esse post e conte para nos comentários nós o que achou

Se você ainda não faz parte da Comunidade de Finanças, não perca tempo e vem participar com a gente!

avatar MARIANA CARVALHO GARCIA DE SOUZA
Mariana Carvalho Garcia De Souza
favorite_outline Seguir Perfil
capa Finanças e Tributos
Finanças e Tributos
people 4505 participantes
Comunidade digital que reune informações e conteúdos sobre FINANÇAS e TRIBUTOS diariamente. Participe!
fixo
Em alta
Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
12 mai. 2020Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
12 mai. 2020Tire dúvidas sobre: Empréstimo, Financiamento, Crédito e Fampe.
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?