Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVida de MEIkeyboard_arrow_rightArtigos

Carro alugado ou próprio: o dilema do motorista de aplicativo

avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Vianafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
Carro alugado ou próprio: o dilema do motorista de aplicativo
Criado em 07 ABR. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Não é novidade para ninguém que a pandemia foi responsável pelo aumento de pessoas trabalhando como motoristas de aplicativo. Quem se locomove utilizando este recurso já deve ter conhecido alguns advogados, professores, contadores e jornalistas como condutores. É a crise! 

Isso é o que eles dizem, e é verdade. Muita gente precisou de dinheiro urgente, e recorreu ao aluguel de carros para tentar se sustentar. Neste mesmo cenário, o preço da gasolina tem trazido pesadelos para muitos trabalhadores informais, que ganham o que sobra depois de fazer o repasse da porcentagem do aplicativo, pagar a gasolina e o aluguel do carro. 

De acordo com um levantamento realizado pela consultoria iDados, baseado em micro dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua Trimestral, no segundo trimestre de 2021, o número de trabalhadores informais atingiu um pico de 48,7%. 

O trabalho informal é um caminho sem volta em tempos turbulentos como este, quando faltam oportunidades e sobram dívidas.

A solução do aluguel

Para quem não tem carro próprio, ou não quer utilizá-lo, a solução é alugar o veículo. Mas depois de pagar tudo, será que sobra alguma coisa para o motorista? A conta é difícil de fechar, principalmente quando o carro utiliza a gasolina como combustível. Em contrapartida, o carro próprio gera uns gastos para o dono, como IPVA, depreciação, licenciamento, revisões, seguro e manutenção.

Muitos motoristas se perguntam se alugar o carro compensa, ou se estão trocando dinheiro, como dizem por aí. A resposta é: vale a pena em uma situação emergencial, a curto prazo, principalmente para quem não tem seu próprio veículo. Quem chegou a essa conclusão foi a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores. Além disso, as condições dos carros alugados são muito atrativas para atender o passageiro com conforto, com comodidades como ar-condicionado.


As desvantagens do carro próprio

Em um prazo de 1 a 3 anos, trabalhar com o carro próprio será mais barato, mas ele irá se desvalorizar muito, já que terá uma quilometragem alta. Além disso, a possibilidade de apresentar defeitos é grande. O ideal é que o motorista utilize um carro exclusivamente para trabalhar e outro para uso da família. Por isso, muitos optam por utilizar um carro alugado para o trabalho. 

Os aplicativos costumam também estabelecer o ano-limite para o carro cadastrado, então modelos mais antigos não são aceitos. Neste contexto, o carro alugado é mais vantajoso, pois a grande maioria dos carros disponíveis para aluguel são novos.


Um help para vencer

Para tentar amenizar as dificuldades do motorista de aplicativo, algumas locadoras de carro oferecem aluguel de carros para aplicativos em SP. As opções de planos podem ser semanais ou mensais, e não são cobrados valores adicionais, caso seja ultrapassada a franquia de quilometragem. 

Outra opção mais viável para o motorista de aplicativo são os chamados carros por assinatura; diferentemente da locação tradicional, a assinatura contempla um valor fixo mensal, estipulado em contrato, que pode durar de um a quatro anos. 

Em tempos de crise, fácil não será. O valor da gasolina desestimula até quem utiliza carro só para passear, quanto mais quem precisa utilizar para se manter. Mas, o momento pede resiliência e jogo de cintura. Saídas alternativas, às vezes, não são ideais, mas são tudo o  que temos para o momento. 

Sobre esse dilema, deixe a sua opinião nos comentários!

avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Viana
favorite_outline Seguir Perfil
capa Vida de MEI
Vida de MEI
people 7434 participantes
O espaço dedicado exclusivamente aos Microempreendedores Individuais. Aqui você encontra conteúdo para ajudar quem já é MEI na solução dos problemas, e também para guiar todos aqueles que estão pensando em se formalizar. Seja bem vindo!
fixo
Em alta
Inscrição Estadual MEI - Paraná
24 nov. 2022Inscrição Estadual MEI - Paraná
VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
09 nov. 2021VENDAS NA INTERNET: Como trabalhar sendo afiliado
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?