Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightNegócios em Turismokeyboard_arrow_rightArtigos

BAIRRISTA SIM SENHOR!

avatar ROGERIO BORGES SCHWANCK
Rogerio Borges Schwanckfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt2
BAIRRISTA SIM SENHOR!
2 pessoas curtiram esse artigo
Criado em 25 OUT. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

Neste texto quero explorar com você o significado da palavra bairrista que, segundo o dicionário quer dizer aquele que defende com entusiasmo os interesses do seu bairro ou da sua terra. Aí você deve estar se perguntando o que este tema tem a ver com turismo, não e mesmo? Pois bem!

Em quase 25 anos atuando no turismo aprendi que o sucesso desta atividade está única e exclusivamente nas mãos de quem se sujeita a ele!

Ouço a todo momento sobre a dificuldade encontra por empresários que formam o trade do turismo em transformar o turismo de suas cidades e regiões. Estes importantes atores não são somente responsáveis pelo turismo, mas também, responsáveis por instigar as comunidades que o rodeiam para que defendam o turismo e facilitem o processo de implantação em suas cidades! É exatamente aqui que começo a defesa do bairrista.

Outro dia em viajem pelo interior parei em um posto de combustível, pedi para encher o tanque e com toda aquela pinta de quem estava passando perguntei ao frentista o que tinha de legal para fazer na cidade e se teria algum lugar onde eu pudesse experimentar alguma comida que fosse característica do local. A resposta foi: aqui? Não tem muito o que fazer não moço e pra comer tem ali na esquina um lugar que a gente come as vezes comida simples, mas é bem barato. Pronto acabou de perder a oportunidade de vender, de faturar, de deixar dinheiro que alimentaria a economia local e mais ainda; perdeu a oportunidade de apresentar a cidade gastronomicamente e turisticamente onde no mínimo, eu geraria uma foto em meu Instagram que possivelmente seria novamente redistribuída por alguns dos poucos seguidores que tenho e que por sua vez poderia ainda ser novamente redistribuída por outros e ao final do processo teríamos uma rede de informantes que alimentaria o desejo de alguém conhecer aquela cidade. Por isso! Bairrista sim Senhor!

Turismo não é algo isolado! Fazer turismo é simplesmente apresentar todos os atrativos de um local ou região que poderá ser disfrutado pelo visitante. Para isso é preciso divulgar, falar dele e mais do que nada, aproveitar aquele cliente que chegou ao máximo! Porque deixar ele solto se é tão difícil tê-lo dentro de seu negócio! Temos que tirar o máximo de proveito de nossos clientes seja em um restaurante, em um hotel ou em um açougue! Nada muda, afinal estamos oferecendo um produto!

Por isso meus caros leitores, sejam bairristas em suas cidades, em seus negócios! Eventos locais não precisam ser de 24 horas vejam os exemplos de cidades que se destacam por seus eventos, Carnaval, Natal Luz, Festa Alemã viu? Nem preciso escrever o nome da cidade que em sua mente já está aparecendo as cidades as que me refiro Pergunto: estes eventos foram criados para uma só noite? Não. Foram criados para manter seus clientes por muitos dias alimentando a economia destas cidades.

Por isso, bairrista sim senhor! Sua cidade deve ser defendida, oferecida e vendida por todos! Informe-se sobre as propriedades rurais, restaurantes, hotéis, parques, passeios, atrativos, tudo aquilo que tem de bom na sua cidade ou região e defenda! Informe o seu frentista, venda seu destino!

Um abraço a todos e sejam bairristas!

avatar ROGERIO BORGES SCHWANCK
Rogerio Borges Schwanck
Diretor - RBorges Consultingfavorite_outline Seguir Perfil
capa Negócios em Turismo
Negócios em Turismo
people 1302 participantes
Conteúdo relevante, prático e instrutivo, indicando soluções para as empresas e atores ligados aos negócios de turismo e viagem buscarem novos caminhos e superarem a crise.
fixo
Em alta
Experiências turísticas do Paraná
29 nov. 2022Experiências turísticas do Paraná
Origem e importância dos bares
18 nov. 2022Origem e importância dos bares