Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightVarejo keyboard_arrow_rightArtigos

As Franquias e a Lucratividade

avatar ELIZETE HUCHAK
Elizete Huchakfavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
As Franquias e a Lucratividade
Criado em 08 JUL. 2021
text_decreaseformat_color_texttext_increase

A grande questão quando o empreendedor vai iniciar em seu negócio é, quanto e quando eu vou começar a ter lucro? Essa pergunta é muito pertinente e ao mesmo tempo contém muitas variáveis.

Como no modelo de franquias o capital já foi investido no negócio, o objetivo logo após a abertura é recuperar o capital investido e começar a lucrar e sabemos que não existe uma taxa de lucro e tempo fixo para esse retorno. Mais que isso, existem modelos de negócios que podem demorar muito mais que outros, além de depender muito da gestão do franqueado.

Muitas vezes pode-se pensar que pelo fato de ser franquia, tudo é muito fácil e rápido, porém é necessário muito empenho do franqueado na gestão do negócio, seguindo os parâmetros da franquia e se portando realmente como dono do empreendimento, o que realmente é de fato.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), empresas em seu estágio inicial tem em média uma rentabilidade média de 18 % a.a. Já no modelo Franchising encontramos uma lucratividade média de 23% a.a.

Essa diferença decorre do conceito inicial da franquia, um modelo de negócio já validado e um suporte completo ao empreendedor, acelerando assim o crescimento e consequentemente a lucratividade.

Mesmo a lucratividade tendo muitas variáveis como impostos, despesas, capital de giro, funcionários, fornecedores entre outros, é importante termos uma previsão financeira da empresa, sendo esta viável e conservadora, acompanhada de um bom planejamento estratégico, que é fator chave para um franqueado na gestão financeira do negócio, mesmo no modelo de franquia que possui menos riscos do que um negócio iniciado do zero.

Para entendermos qual a taxa de lucratividade de uma franquia, precisamos de dados como valor total do investimento inicial, considerando os seguintes fatores:

 

INVESTIMENTO INICIAL

  • Taxa de Franquia (Valor destinado a franqueadora para abertura do negócio);
  • Capital de Giro (Valor destinado a operação da unidade);
  • Estoque (caso se aplicar);
  • Aluguel e reformas (caso se aplicar);
  • Equipamentos (caso se aplicar);
  • Mobiliário (caso se aplicar);
  • Despesas Pré-abertura (abertura da empresa, impressos, sistemas, etc.).

Tendo todos esses valores, o empreendedor consegue a partir dos resultados de Receita x Lucratividade, ter uma noção da lucratividade do negócio. É importante salientar que o início do negócio exige um alto investimento de recursos e que os primeiros meses podem não gerar lucros suficientes para formar um capital de giro, por isso é essencial para todo empreendedor muita paciência, resiliência e principalmente, visão de longo prazo.

 

RECEITA

Após, tendo todos os valores do investimento inicial representados, precisamos entender quanto o negócio gera de receita, ou seja, realizar uma projeção do fluxo de caixa gerado na operação para que dessa forma cheguemos a uma margem de lucro pré-estabelecida, isto é, quando a empresa precisa produzir de fato para chegar na tão esperada lucratividade.

A receita é o coração do negócio, sem ela não existe giro de produtos, pagamento de funcionários e consequentemente não existe negócio em si, toda e qualquer empresa necessita gerar receita.

Tendo o valor da receita calculado, é preciso também sabermos quanto as despesas, sendo essas os custos fixos e variáveis da operação, como folha de pagamento, água, luz, fornecedores, impostos, internet, royalties entre outras. É importante não deixar passar nenhuma, pois, desse modo, a previsão será mais fiel e nos trará resultados mais coerentes a realidade e melhores para a tomada de decisão.

Feito os devidos levantamentos de receitas e despesa, podemos calcular o Payback, que é basicamente o período em meses que todo aquele investimento inicial será retornado, isso baseado nos levantamentos de receitas e despesas.

Vamos tomar como exemplo uma franquia que possui um Investimento Inicial de R$ 50.000,00 e um lucro médio mensal (Média das Receitas - Despesas) de R$ 5.000,00, com esses dados podemos calcular o tempo de retorno com uma simples conta:

  • Retorno = 50.000 / 5.000
  • Retorno = 10 Meses

No caso acima, podemos concluir que é um retorno muito bom para o empreendedor, tendo em vista que as franquias oferecem um Payback estimado de 24 a 36 meses. Para as microfranquias, modalidade simplificada que requer investimento igual ou inferior a R$90.000,00 o Payback pode ser menor ficando na média em 12 meses.

Agora que sabemos em quanto tempo o empresário terá seu dinheiro de volta no bolso, vamos calcular a tão esperada Lucratividade do negócio, considerando o total de receita e o lucro líquido final da operação, usamos a seguinte fórmula:

Lucratividade = Lucro líquido / Receita Total de Vendas x 100 (para resultado em percentual)

Vamos utilizar o mesmo exemplo da franquia de R$ 50.000,00 fazendo uma receita mensal de R$ 25.000,00 sendo que o lucro líquido mensal é de R$ 5.000,00, podemos aplicar esses valores na fórmula para encontrar a taxa de lucratividade:

  • Lucratividade = R$ 5.000 / R$ 25.000 X 100
  • Lucratividade = 0,2 x 100 = 20%
  • Chegamos ao valor de 10% de lucratividade para esse negócio.

Podemos também calcular o ROI (Retorno no Investimento), que é outro indicador muito importante para entender o retorno esperado. O cálculo é simples e pode ser feito da seguinte forma:

ROI = Lucro Líquido / Investimento Total x 100

Utilizando o mesmo exemplo anterior temos:

  • ROI = 5.000,00 / 50.000,00 x 100
  • ROI = 10%

Agora tendo obtido o ROI podemos chegar aos mesmos 10 % de Payback que já calculamos no começo, pegando o total de investimento realizado (100%) e dividindo pela rentabilidade (10%), vamos chegar ao Payback do investimento:

  • Payback = 100% / 10%
  • Payback = 10 Meses

Sendo assim, compreendemos como calcular a lucratividade de uma franquia e como em boas partes das vezes, o retorno é muito maior dentre as opções existentes, porém se trata como um negócio como qualquer outro que exige muita determinação, trabalho duro e principalmente uma boa gestão. 

As redes de franquia geralmente apresentam aos investidores interessados um demonstrativo que traz a lucratividade estimada. Ressaltamos que é estimada e pode variar de uma unidade franqueada para outra. Vale a pena entender que sem lucro não existe sucesso em um negócio e no universo do franchising isso também se aplica. E justamente por ser um negócio testado e validado, uma franquia sempre é uma ótima opção para quem busca maior segurança e lucratividade.

 

Você sabia?

A Comunidade Sebrae vai mudar! 

Para não ficar de fora, atualize seus dados cadastrais e faça parte automaticamente da nova plataforma

Clique na sua foto > dados pessoais > preencha corretamente > salvar!

Pronto, em breve você terá acesso a NOVA COMUNIDADE SEBRAE.

 

avatar ELIZETE HUCHAK
Elizete Huchak
favorite_outline Seguir Perfil
capa Varejo
Varejo
people 3845 participantes
Um local criado para oferecer ao EMPRESÁRIO DO VAREJO conteúdos relevantes e atualizados, tendências, cursos e interação com atores do ecossistema, gerando conhecimento e networking.
fixo
Em alta
Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
09 nov. 2021Canvas de Vendas: uma ferramenta simples, visual e prática para a sua empresa
Como a automação industrial impacta nossas vidas
09 ago. 2021Como a automação industrial impacta nossas vidas
Para ver o conteúdo completo, bastase cadastrar, é gratis 😉
Já possui uma conta?