Logo Comunidade Sebrae
Home
bedtime
Imagen da logo do Sebrae
icone menu de opções
Iníciokeyboard_arrow_rightAmbientes de Inovaçãokeyboard_arrow_rightArtigos

As 130 melhores pequenas empresas para se trabalhar no Brasil e o que as coloca nesse ranking

avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Vianafavorite_outline Seguir perfil
fixo
thumb_up_alt
As 130 melhores pequenas empresas para se trabalhar no Brasil e o que as coloca nesse ranking
Criado em 27 JUL. 2022
text_decreaseformat_color_texttext_increase

A Great Place to Work (GPTW) divulgou seu ranking de melhores pequenas empresas para se trabalhar no Brasil em 2022. Foram 630 organizações inscritas, e foram premiadas as 150 melhores dentre as empresas que possuem entre 30 e 99 funcionários com CNPJ registrado no país. O total de ganhadoras contou com 130 organizações nacionais e 20 multinacionais.

Dentre as empresas selecionadas como melhores, a média de tempo de existência ficou em 11 anos. Quase 75% delas incluem uma pessoa responsável para promover a diversidade, além de combater a discriminação. Uma grande parte dessas empresas também disponibiliza bolsas de estudo para graduação, pós e cursos de idiomas.

Essas empresas parecem ter um plano de carreira sólido para os funcionários, já que quase 20% deles foram promovidos no último ano. Quanto ao nível de escolaridade de seus funcionários, 17% possuem ensino fundamental completo ou incompleto, 24% possuem ensino médio completo ou incompleto, 14% possuem ensino superior incompleto, 33% possuem ensino superior completo e 12% possuem pós-graduação.

A faixa etária inclui 20% com até 25, 38% com idade entre 26 e 34 anos, 23% de 35 a 44 anos, 7% de 45 a 54 anos e 2% com mais de 55 anos. O motivo de permanência dos funcionários nessas empresas se dá principalmente pela oportunidade de crescimento, pela qualidade de vida e pelo alinhamento de valores. A remuneração e a estabilidade ficam em segundo plano.

A retenção de talentos é essencial para as empresas continuarem indo bem. É preciso que elas elaborem estratégias organizacionais que incentivem os funcionários a continuar satisfeitos e trabalhando para elas. Para tanto, se faz necessário identificar os talentos, desenvolvê-los e retê-los.

As empresas precisam ter as áreas clássicas em bom funcionamento, como o RH e a contabilidade, com profissionais capacitados, mas também precisam se preocupar com inovações. A comunicação entre os vários departamentos também é outro fator fundamental para o sucesso das empresas.

Uma boa gestão financeira é essencial para que a empresa tenha resultados positivos. Os profissionais devem saber identificar quais as maiores despesas para desenvolver planejamentos adequados para que as receitas superem os gastos. As tarefas burocráticas são tão importantes quanto as criativas dentro de uma organização.

A capacitação da equipe também é um aspecto em que essas pequenas empresas que prosperam investem. Assim, é possível utilizar as competências e habilidades que já trabalham para a empresa para crescer, vide o investimento delas em bolsas de estudos e a promoção de funcionários.

Investimento em capital humano é componente de um ambiente de inovação sadio.

avatar FLAVIA DE SIQUEIRA VIANA
Flavia De Siqueira Viana
favorite_outline Seguir Perfil
capa Ambientes de Inovação
Ambientes de Inovação
people 1377 participantes
Os ambientes promotores de inovação são ativos de transformação dos ecossistemas. Por isso, criamos aqui um espaço para compartilhar conhecimento e experiências que podem ajudar os empreendedores e heads de inovação. Conecte-se agora e faça parte desta comunidade você também!
fixo
Em alta
O que é Inteligência Artificial?
25 nov. 2023O que é Inteligência Artificial?
Economia Circular: Importância e Desafios
05 dez. 2023Economia Circular: Importância e Desafios